siga-nos | seja fã
PUB
 

Hipertensão arterial

Hipertensão arterial
Imprimir Partilhar por email
20-11-2014 - 22:27
A Hipertensão arterial (HTA) é um dos principais factores de risco no contexto das doenças cardiovasculares.
 
Neste conjunto de doenças merecem destaque a insuficiência cardíaca e o A.V.C. (acidente vascular cerebral) que são os grandes responsáveis pela deterioração significativa da qualidade de vida das pessoas, com os inerentes gastos de saúde. 
 
Nem sempre a HTA produz sintomatologia: um hipertenso pode sê-lo durante dezenas de anos sem sentir queixas. É frequente que a primeira manifestação relacionada com a HTA seja um A.V.C., visto ser uma das consequências da hipertensão da hipertensão não tratada. 
 
A HTA exige uma reformulação dos estilos de vida, assim é indispensável identificar as causas e a presença desta hipertensão de forma a que os seus valores possam ser normalizados, quer através da medicação adequada, quer com a aquisição de hábitos de vida saudáveis, o que no seu conjunto, são requisitos fundamentais. 
 
A HTA acompanha-nos ao longo de toda a vida, não é uma doença que se trate e que se cure. Um hipertenso ao medir a tensão arterial pode apresentar valores normais mas tais valores só surgem porque estão a tomar medicamentos (deixando de os tomar, a HTA sobe rapidamente para valores de risco). 
 
Um hipertenso tem como principal dever, apostar na moderação durante toda a sua vida para evitar complicações. As grandes medidas gerais de saúde são um regime alimentar cuidado e a reformulação dos estilos de vida (diminuição do sal na cozinha, prudência no consumo das gorduras, redução de peso e uma prática da actividade física, bem como a diminuição do colesterol e o abandono do tabagismo, se for caso disso). 
 
A medição da tensão arterial: 
 
A medição da tensão arterial é um aspecto determinante para que o paciente possa vigiar os valores obtidos. Se registar valores elevados (iguais ou superiores a 140/85 ml de mercúrio) o utente deve consultar o seu médico sem perda de tempo. 
 
Atenção, um quadro de valores elevados não significa automaticamente uma hipertensão já que uma medição única da tensão arterial não é um diagnóstico de HTA. 
 
Basta recordar que há pessoas que não sendo hipertensas quando estão numa consulta médica apresentam valores HTA. Para medir a tensão arterial recomenda-se: 
 
Se não tem aparelho de medição arterial, prefira medi-la na farmácia; 
Quando se dispuser a fazê-lo, deve manter-se pelo menos meia hora sem comer, sem beber e sem ter fumado; 
Ao levantar a roupa para pôr a braçadeira, não deve ficar nenhuma peça a apertar-lhe o braço; 
Não se surpreenda se o farmacêutico decidir efectuar duas medições intervaladas de dois a cinco minutos; 
Deve saber que só pode considerar que tem a hipertensão controlada se tiver, no máximo, 139/85 ml de mercúrio; 
Deve saber que, se estiver a tomar medicamentos, o valor da pressão arterial resulta do efeito desses medicamentos e não significa que esteja curado; 
Se tomar medicamentos para outras doenças, informe-se com o seu farmacêutico quanto à eventualidade de eles lhe alterarem a pressão arterial. 
 
Avaliação inicial de um hipertenso: 
 
A avaliação inicial do hipertenso passa pelo estudo do paciente, pela medição da tensão arterial em vários momentos de forma a que se possa fazer um diagnóstico e perceber se, efectivamente se trata de um caso de hipertensão e inclui exames complementares, tais como o electrocardiograma e a ecografia. 
 
Depois, refere a HTA em terrenos especifícos (caso da gravidez, da insuficiência renal ou da diabetes). Uma vez confirmada a hipertensão o médico apresenta as terapêuticas da HTA e o seguimento do hipertenso. 
 
Alguns conselhos para uma vida mais saudável: 
 
- Não fumar; 
- Evitar a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas; 
- Evitar o sedentarismo; pratique algum tipo de actividade física, nem que seja caminhar 30mn. Por dia; 
- Evite alimentos excessivamente calóricos, salgados e com gordura; 
- Dê primazia aos grelhados e cozidos, bem como ao consumo de fruta e legumes; 
- Beba água ou sumos pouco açucarados ao longo do dia; 
- Tenha em conta o consumo de doces para que seja moderado. 
- Tente reservar algum tempo para si mesmo como forma de combater o stress e o ritmo de vida agitado; 
- Aprenda a organizar o seu dia de forma a poder contar com alguma tranquilidade e descanso e vigie assiduamente a sua tensão arterial. 
 
Cuide do seu coração, pois ele é uma fonte de vida. Aos primeiros sintomas, não hesite em consultar o seu médico.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Tem “a mania das doenças”? Saiba que pode mesmo ficar doente!



-

Cuidado com o sal! Um terço dos portugueses sofre de hipertensão



-

Herpes



-

Hipercolesterolemia Familar (colesterol elevado hereditário)



-

Hipnose



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Chuva poderá chegar ao Algarve esta semana

Chuva poderá chegar ao Algarve esta semana

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Pela quinta vez Castro Marim distingue-se como "Autarquia + Familiarmente Responsável"

Pela quinta vez Castro Marim distingue-se como "Autarquia + Familiarmente Responsável"

ver mais
 
1ª edição do Luza Festival em Loulé promete ser referência internacional

1ª edição do Luza Festival em Loulé promete ser referência internacional

ver mais
 
Vila Real de Stº António volta a estar em destaque no desporto

Vila Real de Stº António volta a estar em destaque no desporto

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio