siga-nos | seja fã
PUB
 

Hernâni Maria Cabral

Hernâni Maria Cabral
Imprimir Partilhar por email
12-04-2015 - 23:03
Hernâni Maria Cabral foi desafiado a falar-nos acerca do seu percurso, prémios conquistados, sonhos, desilusões e, acima de tudo projetos para o futuro.
 
Do seu percurso “trouxe-nos” os momentos mais representativos da sua carreira enquanto produtor e realizador, sem esquecer participações em grandes eventos, moções honrosas e tudo o que melhor possa descrever a realidade de alguém que dá tudo de si pelos ideais em que acredita.“Desde muito cedo que despertei para a paixão pela sétima arte”.
 
Realizador e produtor, Hernâni Maria Cabral recorda os tempos em que já idealizava projetar os seus próprios filmes. “Sempre fui um autodidata. Participei em diversos workshops para aprofundar conhecimentos, mas dentro de mim sabia como queria ver um produto final fantástico e, tem sido essa ambição, essa vontade de contar histórias e de produzir filmes que me move”.
 
Com um vasto currículo ligado ao cinema, Hernâni Maria Cabral é membro fundador da Paradoxon Produções. 
 
Acerca desse trabalho, confidenciou-nos que, “gostava muito que a Paradoxon Produções fosse mais conhecida e divulgada na região. Temos 18 anos de atividade e muitas provas dadas. Sei que já atingimos um grau elevado de reconhecimento no Algarve, mas penso que podemos ir mais longe”.
 
Relativamente ao Hotel Anaidaug que tem sido amplamente divulgado na região, o produtor e realizador avançou ao nosso jornal, que “Brevemente irei rodar o videoclip de temas principais da curta-metragem Hotel Anaidaug. Este evento terá lugar no Club Farense ainda durante o mês de Abril. A curta-metragem Hotel Anaidaug será rodada em Julho”.
 
Como a produção e a realização são o seu grande desafio, Hernâni Maria Cabral adiantou-nos outros projetos que tem em curso, “Comecei a trabalhar na 1ª longa-metragem, um regresso a um dos meus escritores de eleição. Em 2009 adaptei um conto de sua autoria e agora proporcionou-se a oportunidade de ter tido acesso a um livro que irei adaptar para longa-metragem. Falo claro de Urbano Tavares Rodrigues”.
 
Ainda nos seus trabalhos mais recentes, “Em novembro realizei a curta experimental ‘Osso’, que tinha como objectivo principal o filme ser feito por smartphone, foi seleccionada para o Super 9 Mobile Film Fest competição de Dezembro e que venceu a competição desse mês com a votação do público.” O realizador recorda que, “no mesmo mês foi exibida na RTP2 no Programa Cinemax Curtas”.
 
Relativamente ao reconhecimento pelo seu trabalho no Algarve, Hernâni Maria Cabral lamenta o fato de “A Paradoxon Produções ainda não ter atingido o grau de visibilidade que gostaria que tivesse. Já passaram quase duas décadas desde que fundei este projecto em Lagos. Penso que já seria tempo de falarem mais no cinema independente que se faz pelo Algarve, e dar mais visibilidade a quem merece, e menos a um tipo de futilidade que predomina por cá”.
 
No mesmo sentido, o realizador adianta, “enquanto cineasta e sobretudo algarvio, nunca deixei de defender a minha região nem o cinema , como é óbvio, mas devido às minhas ideias e pelo que escrevo, sinto que sou conhecido por ser ‘o tal realizador do mau feitio’, mas eu gosto de ser assim e vou continuar a sê-lo”!
 
Uma figura que indiscutivelmente merece um lugar de destaque no panorama regional devido ao seu trabalho e à projeção que o mesmo encerra em vários “palcos do país”, Hernâni Duarte Maria Cabral, nasceu a 1 de Novembro de 1971 em Lagos e, desde a tenra idade que o cinema o fascina. 
 
“Sempre soube que, de alguma forma, haveria de conseguir produzir e realizar filmes e o sonho foi ganhando expressão e permanece comigo até hoje”!
 
É funcionário público, desempenhando funções na direcção regional de cultura do Algarve e, a par desse trabalho, “há um infinito de criatividade que se projeta no ecrã”.
 
Estudou Património Cultural na Universidade do Algarve e passou a dispor de mais uma importante “ferramenta” para dar “asas aos seus sonhos”.
 
Foi membro fundador da Àrea 55-núcleo de cinema e vídeo de Lagos e, ao longo do seu percurso, “entre conquistas e dificuldades, há situações que me dão especial orgulho. Recordo-me por exemplo da entrevista dada a um programa da RTP e Fotograma exibido na RTPN, em conjunto com Pedro Noel da Luz.” Sem esquecer e, não menos importante, “uma entrevista dada à Sic Radical, uma participação no Programa Curto Circuito em 2013 sobre a curta metragem Faminto na Cinemateca Portuguesa”.
 
Hernâni Maria Cabral foi cronista no Jornal Dínamo de 2012 a 2013.
 
Desde 2013 é Cronista na Revista Mutante área de Cinema.
 
Acerca das atividades desenvolvidas na região, o produtor e realizador destaca a Extensão do Festival Super 8mm em colaboração com a associação Máquina de Fumo, a exibição das curtas-metragens vencedoras do Festival Internacional de Vídeo do Algarve, bem como Faro Capital da Cultura 2005 - extensão curtas-metragens.
 
De salientar ainda trabalhos como: videolab Lagos 2006 em colaboração com a associação videolab Coimbra, exibição de curtas-metragens e mostra de vídeo de realizadores da região algarvia.
 
Foi ainda Director e Programador do Shortcutz Faro em Junho de 2012.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Cristina Viegas



-

Júlia Barroso



-

Júlio Dantas



-

Júlio Barroso



-

Viegas Gonçalves



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Algarve vê novo hospital por um "canudo"

Algarve vê novo hospital por um "canudo"

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Farense é a única equipa algarvia na Taça de Portugal

Farense é a única equipa algarvia na Taça de Portugal

ver mais
 
São Brás de Alportel adere à Semana Europeia do Teste VIH-Hepatites

São Brás de Alportel adere à Semana Europeia do Teste VIH-Hepatites

ver mais
 
“Dias da Inovação e Partilha Pedagógica” na UAlg

“Dias da Inovação e Partilha Pedagógica” na UAlg

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio