siga-nos | seja fã
PUB
 

PORTIMÃO:Deputados do PS Algarve interrogam Governo sobre falta de oferta formativa ligada ao mar

PORTIMÃO:Deputados do PS Algarve interrogam Governo sobre falta de oferta formativa ligada ao mar
Imprimir Partilhar por email
12-04-2017 - 09:51
Para os deputados está em causa, o For-Mar.
 
Os deputados do PS eleitos pelo Algarve estão preocupados com a falta de oferta formativa do Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar em Portimão. 
 
Numa pergunta enviada aos ministérios da Segurança Social e do Mar, Luís Graça, António Eusébio e Jamila Madeira questionam se o Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar tenciona, de acordo com o Plano de Formação previsto para 2017, reabrir as ações de formação no polo de Portimão.
 
Para os deputados está em causa, o For-Mar, programa de formação profissional dirigido às atividades económicas tradicionais do mar, como a pesca e as marítimo-turísticas e que, lembram os socialistas, tem no Algarve forte expressão e importância formativa, contando com dois polos do Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar em Olhão e Portimão. 
 
“O Polo de Formação For-Mar de Portimão abrange todo um território entre Albufeira e Arrifana, no concelho de Aljezur”, sublinham os parlamentares, que não compreendem a falta de oferta formativa neste polo. “A demonstrar a sua relevância social está o facto do polo de Portimão assumir-se como um dos polos do Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar com maior atividade formativa no país, assim como o número de pedidos de inscrição que já possui neste momento, apesar de não existir até à data qualquer decisão para a abertura de cursos naquele centro de formação”, afirmam os parlamentares.
 
Para os deputados a situação é injustificável uma vez que “muitos dos potenciais formandos são desempregados”, tratando-se de um setor que carece de mão-de-obra.
 
“Não se entendem as razões porque, apesar das necessidades, a formação no polo de Portimão continua suspensa”, sublinha o deputado socialista, Luís Graça, lamentando que alguns interessados tenham feito a sua inscrição no polo de Olhão, apesar das distâncias poderem ser superiores a 90 quilómetros e isso implicar um elevado custo.
 
Face a tudo isto, os deputados querem saber se “o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e o Ministério do Mar, tem conhecimento da procura de formação, nomeadamente no barlavento algarvio, e da ausência de resposta do Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar” interrogando ainda o Governo sobre a data de abertura das inscrições do For-Mar no polo de formação de Portimão.
 
Algarve Primeiro
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Orçamento Participativo no Município de Faro vai ser uma realidade



-

JS Algarve com caras novas após eleições



-

Bloco de Faro convida Louçã a debater revolução russa



-

Algarve vê novo hospital por um "canudo"



-

Vereadores socialistas propõem Orçamento Participativo em Faro



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Chuva poderá chegar ao Algarve esta semana

Chuva poderá chegar ao Algarve esta semana

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Teatro das Figuras recebe versão contemporânea de “O Lago dos Cisnes”

Teatro das Figuras recebe versão contemporânea de “O Lago dos Cisnes”

ver mais
 
GNR de Lagoa recebe do Município duas scooters

GNR de Lagoa recebe do Município duas scooters

ver mais
 
Proteção Civil de Portimão volta a ‘preparar’ escolas para situações de emergência

Proteção Civil de Portimão volta a ‘preparar’ escolas para situações de emergência

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio