Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

CHUA implementa equipa de apoio psicossocial na área dos Cuidados Paliativos

CHUA implementa equipa de apoio psicossocial na área dos Cuidados Paliativos
Imprimir Partilhar por email
07-12-2018 - 10:23
O Centro Hospitalar Universitário do Algarve informou que vai implementar, a partir deste ano, uma Equipa de Apoio Psicossocial na área dos Cuidados Paliativos, um projeto criado e financiado pela Fundação “La Caixa” no âmbito do Programa de Apoio Integral a Pessoas com Doenças Avançadas, designado por Programa Humaniza, em Portugal.
 
Para Iciar Ancizu García, responsável da delegação portuguesa da Fundação Bancária “La Caixa” – Dpt. Lucha contra la Pobreza y Humanización de la Salud, “a Fundação La Caixa, criada há mais de 100 anos, é uma das mais relevantes a nível internacional e tem como missão construir uma sociedade melhor e mais justa, que dê oportunidades às pessoas que mais delas necessitam. Tem como valores fundamentais o seu compromisso social, responsabilidade e a confiança”.
 
De acordo com o Diretor do Projeto no Centro Hospitalar Universitário do Algarve, o médico Giovanni Cerullo, “é esperado o reforço da atividade das equipas de cuidados paliativos do Algarve no respeita à acessibilidade aos cuidados psicossociais e espirituais das pessoas, e das suas famílias, que enfrentam uma doença grave ou incurável e com necessidade de cuidados paliativos. Assente numa perspetiva de humanização e dignidade no sofrimento, acompanhando a atividade já desenvolvida pelas Equipas Comunitárias de Suporte em Cuidados Paliativos, este projeto visa promover a continuidade do apoio no domicílio, mantendo assim um suporte direto da rede de apoio”.
 
Segundo adianta nota do CHUA, numa primeira fase, a equipa de apoio psicossocial criada pela entidade colaboradora do programa (o Centro Hospitalar Universitário do Algarve), irá concentrar a sua atividade em quatro equipas recetoras: nas Unidades Hospitalares de Faro e de Portimão, ambas pertencentes ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve, e nas Equipas Comunitárias de Suporte em Cuidados Paliativos (ECSCP) do ACES Algarve I Central e do ACES Algarve II Barlavento, estruturas integradas na Administração Regional de Saúde do Algarve.
 
Dada a especificidade da sua intervenção, a equipa, que será constituída por novos profissionais, será apoiada, em rede, por profissionais com larga experiência na área e já integrados nas equipas de Cuidados Paliativos. Falando sobre a importância regional deste projeto, Giovanni Cerullo destaca o facto deste “ser um trabalho de equipa, que funciona em rede com outras estruturas”, nomeadamente com os cuidados de saúde primários através dos ACES, e com o suporte da Coordenação Regional de Cuidados Paliativos.
 
Um projeto desta natureza vem fortalecer a rede existente na região, possibilitando a sua própria extensão através da promoção da continuidade de cuidados, reforçando e credibilizando as boas práticas institucionais e permitindo aos profissionais irem ao encontro da comunidade, numa relação de proximidade. O Centro Hospitalar Universitário do Algarve, sem sair da sua esfera de ação, vem inovar e reforçar a sua atuação, alargando-a de forma humanista e diferenciada”, sublinha o Diretor do Projeto.
 
“A Coordenação Regional de Cuidados Paliativos viu com enorme agrado a candidatura do Centro Hospitalar Universitário do Algarve ao programa Humaniza, pois irá permitir reforçar a capacidade de intervenção das equipas da região ou seja, as equipas comunitárias, no âmbito dos cuidados de saúde primários e também as equipas Intra-hospitalares integradas nos cuidados de saúde secundários. A cooperação das equipas dos dois níveis de cuidados paliativos garantem maior capacidade de resposta na região, melhoram a gestão da prestação de cuidados pela hierarquização da complexidade das situações clínicas e otimizam a utilização dos recursos, traduzindo-se numa maior qualidade dos serviços prestados aos doentes com doença crónica avançada progressiva”, explica a Coordenadora Regional de Cuidados Paliativos, a médica Fátima Teixeira.
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Este Natal as férias escolares são bem divertidas em São Brás de Alportel



-

Câmara de Vila do Bispo entrega cabazes de Natal a 70 famílias desfavorecidas



-

História de Loulé em banda desenhada é uma obra com "muito simbolismo"



-

PSP de Olhão detém numa semana autores de várias crimes



-

Lagos:Mercado de Escravos distinguido pelo Observatório Internacional dos Direitos Humanos



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
«Farenses podem contar com um Novo Ano com mais dinâmica e investimento», Rogério Bacalhau

«Farenses podem contar com um Novo Ano com mais dinâmica e investimento», Rogério Bacalhau

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Este Natal as férias escolares são bem divertidas em São Brás de Alportel

Este Natal as férias escolares são bem divertidas em São Brás de Alportel

ver mais
 
IEFP certificou 48 profissionais através dos Centros Qualifica de Albufeira e Faro

IEFP certificou 48 profissionais através dos Centros Qualifica de Albufeira e Faro

ver mais
 
Câmara de Vila do Bispo entrega cabazes de Natal a 70 famílias desfavorecidas

Câmara de Vila do Bispo entrega cabazes de Natal a 70 famílias desfavorecidas

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio