siga-nos | seja fã
PUB
 

Cortar calorias retarda o envelhecimento

Cortar calorias retarda o envelhecimento
Imprimir Partilhar por email
17-03-2015 - 15:47
A célebre teoria de que “gordura é formosura” é contestada por uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra que descobriu precisamente o inverso: é no corte de calorias que está a chave para retardar o envelhecimento.
 
O grupo de trabalho liderado por Cláudia Cavadas descobriu que, a redução de calorias aumenta uma molécula que é responsável pela "reciclagem celular". 
 
O estudo foi publicado na última edição da revista norte-americana Procedings of National Academy of Sciences (PNAS) e explica como o atraso de envelhecimento pode acontecer com a diminuição do consumo de calorias diárias, sem perder os nutrientes essenciais.
 
Os resultados obtidos sugerem que “a redução de calorias, em percentagens de 20% a 40%, sem se prescindir de nutrientes, pode atrasar o envelhecimento em ratinhos, por aumentar a produção de NPY, que estimula, por sua vez, a autofagia no hipotálamo”.
 
Desta forma, a equipa de investigadores do CNC da Universidade de Coimbra (UC), liderada por Cláudia Cavadas, “descobriu um novo mecanismo que explica a forma como a diminuição do consumo de calorias atrasa o envelhecimento”, afirma a UC numa nota enviada à imprensa.
 
A investigação do CNC “descreve um mecanismo inédito que explica que a redução de calorias aumenta a molécula ‘neuropeptídeo Y’ (NPY)”, a qual é responsável por estimular a ‘reciclagem celular’, acrescenta a UC no mesmo documento.
 
A ‘reciclagem celular’, denominada autofagia, foi estudada nos “neurónios de uma zona cerebral responsável pelo envelhecimento do corpo, o hipotálamo”.
 
A investigação, realizada durante “cerca de três anos no CNC” e que envolveu vários especialistas, “mostra, pela primeira vez, que o NPY no hipotálamo é um elemento fundamental para que ocorra um aumento da autofagia induzida pela restrição calórica”, sublinha Cláudia Cavadas.
 
A comunidade científica já sabia que a diminuição de calorias atrasa o envelhecimento, mas este estudo do CNC descobriu que “o NPY explica como esse atraso ocorre no hipotálamo, e é nesta molécula que poderá estar a chave para combater os impactos negativos do envelhecimento”, explica a investigadora no mesmo comunicado.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Baixa Inteligência Emocional afeta a qualidade das relações



-

Não se desculpe por dizer a verdade!



-

O que queremos, acontece!



-

Faça um teste à sua maturidade emocional



-

Descubra “o poder curativo” da praia



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais 800 mil euros

Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais 800 mil euros

ver mais
 
Terceira edição das "Estátuas Vivas no Natal" atraiu muitos visitantes a Lagoa

Terceira edição das "Estátuas Vivas no Natal" atraiu muitos visitantes a Lagoa

ver mais
 
Portimonense perde em Alvalade

Portimonense perde em Alvalade

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio