Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Festival Med 2019 revelou 15 nomes na BTL, mas há muito mais para desvendar!

Imprimir Partilhar por email
15-03-2019 - 13:23
O Festival MED 2019, mereceu honras de destaque, esta quinta-feira na Bolsa de Turismo de Lisboa, onde o Município Louletano desvendou mais algumas surpresas, para o evento referência de Loulé, destacado a nível nacional e europeu.
 
Um dia após ter recebido, mais um prémio nos Iberian Festival Awards, na categoria “Contributo para a Sustentabilidade” refletindo a política do Município de Loulé para as questões ambientais e para a adaptação às alterações climáticas, o Vereador dos eventos da Câmara de Loulé, Carlos Carmo, apresentou o MED19, anunciando as datas de 27,28, e 29 de junho, sendo que o dia 30, será reservado ao já habitual Open Day.
 
Nomes como Marcelo D2, Gisela João, Dino d'Santiago (que esteve presente na apresentação), Dead Combo, entre muitos outros, fazem o cartaz deste ano, com 10 palcos, 60 bandas, 22 nacionalidades, 90 expositores de Artesanato e Agro-Alimentar, 4 exposições em vários pontos do recinto, 12 grupos diários de animação de rua, gastronomia de diversos países, poesia, conferências entre outras propostas que de certo não vão deixar os visitantes indiferentes.
 
Recorde-se que o MED, é um festival de World Music que se afirma como uma referência europeia, com um conceito diferenciador e uma forte identidade que lhe permitiu alcançar elevados níveis de notoriedade.
 
No final da apresentação Carlos Carmo falou para o Algarve Primeiro, evidenciando que, «os prémios são um reconhecimento pelo trabalho que fazemos. Alguém externo vê esse trabalho e atribui-nos um prémio, o que para nós é um motivo de enaltecimento e grandiosidade. Encaramos os prémios como um aumento de responsabilidade. Neste caso concreto do Ambiente, temos agora uma responsabilidade acrescida porque sabemos que, a equipa municipal já estava apostada nessa dimensão e que a mesma foi evidenciada num prémio».
 
Acrescentando que, «ficamos orgulhosos com essas distinções, mas não trabalhamos para os prémios, trabalhamos para todos os anos aumentarmos a qualidade daquilo que realizamos e conquistarmos cada vez mais público».
 
Com o intuito de «estarmos sempre a melhorar de uma edição para outra, naturalmente que este ano temos a fasquia mais elevada para a edição de 2019 e queremos estar à altura desse desafio».
 
Carlos Carmo sublinhou que, «o Festival Med já é uma referência a nível nacional e caminha, a passos cada vez mais largos para ser um festival de referência a nível Ibérico e Europeu».
 
Com o mote de «em cada ano criarmos novidades», Carlos Carmo evidenciou  que «este ano não vamos trazer os mesmos nomes que trouxemos no ano anterior. Queremos novidade também a nível ambiental, pelo que já estamos a trabalhar num novo projeto que anunciaremos mais tarde, ao nível do recinto. Vão haver algumas novidades, o Palco do Castelo vai ter uma nova fisionomia, um novo contexto musical e, a criação de um novo espaço que será atribuído num outro palco e que vai trazer outro tipo de música que já vinha ao Festival, mas que, vai ser relocalizado».
 
O mesmo representante da autarquia explica as alterações com a necessidade de ajustar o espaço ao «número crescente de pessoas que se desloca ao MED, sendo essencial melhorar a mobilidade» sublinhando que, «estamos em constante adequação, sempre na tentativa de redefinir os espaços com esse objetivo».
 
O Festival Med tem «sido exemplar em termos de segurança, tal como todos os eventos que a autarquia tem desenvolvido, pelo que estamos sempre a pensar na melhor forma das pessoas se poderem deslocar no espaço, tendo em conta que, de ano para ano, tem sido maior a afluência ao local».
 
A forma como os restantes nomes serão divulgados também será inovadora, isto porque «vamos criar pequenos momentos musicais para o fazer, o que é muito para além das notas de imprensa que normalmente se enviam para a comunicação social».
 
Com o objetivo de sair do Algarve, «aproveitamos esta vinda à BTL para apresentarmos alguns nomes do Festival e, mais para a frente, regressaremos à capital do país para divulgar outras apostas musicais para a edição deste ano, isto para além de outros momentos que decorrerão em Loulé e no Algarve. O objetivo é dar mais expressão e dimensão ao evento, pelo que estamos a criar outras formas de divulgação que vão todas nesse sentido».
 
Veja o vídeo de promoção ao MED19
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Incêndios:Fuzileiros patrulham zonas rurais do Algarve



-

VRSA:Novo trabalho de Fernando Pessanha apresentado no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes



-

Exposição em Loulé com “O Homem que só queria ser Tóssan”



-

Alcoutim:Casal que agrediu idoso de 98 anos em assalto foi identificado



-

Proteção Civil de Loulé passou a mensagem a cerca de 2700 estudantes sobre riscos a ter em conta



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Golfinhos encurralados na Ria Formosa salvos a tempo

Golfinhos encurralados na Ria Formosa salvos a tempo

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Incêndios:Fuzileiros patrulham zonas rurais do Algarve

Incêndios:Fuzileiros patrulham zonas rurais do Algarve

ver mais
 
VRSA:Novo trabalho de Fernando Pessanha apresentado no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes

VRSA:Novo trabalho de Fernando Pessanha apresentado no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes

ver mais
 
Exposição em Loulé com “O Homem que só queria ser Tóssan”

Exposição em Loulé com “O Homem que só queria ser Tóssan”

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio