siga-nos | seja fã
PUB
 

Raúl Pires Ferreira Chaves

Raúl Pires Ferreira Chaves
Imprimir Partilhar por email
22-09-2013 - 00:09
Raúl Pires Ferreira Chaves, foi um Engenheiro Civil e Inventor português que viveu entre 1889 e 1967 cuja história e percurso de vida merece um destaque especial neste espaço de homenagem. Diplomado pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa, viveu e exerceu a sua actividade profissional em Portugal, mas também em Cabo Verde e na Guiné.
 
 
Foi um nome notável que se imortalizou pelas diversas invenções e concretizações que levou a cabo durante o seu percurso. 
 
De um modo resumido, porque não se pode jamais descrever totalmente uma obra singular e repleta de esforços, Raul Pires Ferreira Chaves foi director das obras públicas em Cabo Verde tendo aproveitado para realizar diversos trabalhos que melhoraram a habitabilidade e contribuíram para o desenvolvimento do arquipélago, como a descoberta e captação de água doce em nascentes submarinas na Ilha do Sal, entre outros pontos não menos relevantes. 
 
A sua acção estendeu-se também à Guiné Portuguesa (actual Guiné-Bissau), entre 1926 e 1932 onde foi Director das Obras Públicas e deu o nome a muitos trabalhos e projectos com vista à melhoria da qualidade de vida das populações. 
 
Raul Pires Ferreira Chaves foi também Presidente da Associação Industrial, Comercial e Agrícola na Guiné, sem esquecer que o seu nome está ainda associado a uma curiosa alcunha que, por si só, revela a dimensão do trabalho que prestou à comunidade, isto porque era designado como “Engenheiro Baga-baga”, em alusão a uma espécie autóctone de activas térmitas, que constrói os notáveis “morros baga-baga”, conhecidos pela sua quase indestrutibilidade. Durante a guerra, chegavam a servir de abrigo ao fogo dos morteiros, o que permite avaliar a imponência da sua obra. 
 
Raúl Pires Ferreira Chaves nasceu em Faro, a 27 de Maio de 1889, foi casado com Elvira da Conceição Ribeiro Ferreira Chaves, tendo o casal quatro filhos. 
 
O seu percurso mais marcante começou em 1915 quando se deslocou para Cabo Verde com a sua mulher tendo permanecido até 1926. 
 
Em 1936, após um período passado na Guiné e em Portugal, regressou aquele arquipélago como Director das Obras Públicas. Teve a seu cargo a construção de edifícios e infra-estruturas diversas, necessárias ao povoamento daquele território. 
 
De salientar que, Raul Pires Ferreira Chaves se confrontou com a enorme escassez de meios humanos e materiais, pelo que acumulou funções, foi professor no Liceu do Mindelo e mostrou sempre o seu empenho em saber mais e dar o seu melhor pelo progresso, lutando por fazer os recursos chegar onde eram necessários, pelo que, na Ilha do Sal localizou nascentes submarinas de água doce e conseguiu efectuar a sua captação. 
 
A maior abundância deste elemento, possibilitou o enorme aumento demográfico registado nas décadas seguintes naquela ilha, progresso que lhe ficou associado. 
 
Ao mesmo tempo e ainda em 1936, inventou e patenteou um revolucionário sistema de construção de alvenarias autoportantes com blocos modulares – o “Sistema e material MURUS”. Este invento foi desenvolvido durante um período de 4 anos em que permaneceu em Lisboa, onde viviam, a mulher e os filhos, bem como grande parte da sua família. 
 
Permitindo construir com grande qualidade e em muito menos tempo do que pelos processos até aí disponíveis, a invenção do “Sistema e material MURUS” ajudou a reduzir a enorme dependência do exterior que caracterizava a “indústria da construção” nas antigas colónias portuguesas. 
 
Também reduzia os custos de edificação, porque sendo local a produção dos blocos e a obtenção de parte da matéria-prima, o custo relativo ao transporte dos materiais de construção era substancialmente menor. 
 
Paralelamente a esta invenção, foi também arquitecto, uma vez que a escassez de técnicos assim o determinou fazendo com que Raul Pires Ferreira Chaves expressasse o seu singular sentido de estética na construção de monumentos, edifícios e urbanismo que acabaram por ficar com a sua marca pessoal. 
 
Raul Pires Ferreira Chaves ainda hoje é uma heróica fonte de inspiração para muitos novos talentos que procuram o sucesso a partir do trabalho, empenho e dedicação ao que sempre defendeu. É um ilustre algarvio que certamente não será esquecido pela sua obra e percurso exemplares. 
 
Não menos importante é o facto de Raul Pires Ferreira Chaves possuir grau de parentesco com várias figuras de raiz algarvia que se destacaram dentro e fora da região o que de todo enaltece o Algarve enquanto terra de talentos e de gente grande. 
 
(Actualização:20-04-11)
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Jorge Tavares



-

Russel M. Santos



-

Grupo de Charolas União Bordeirense



-

Anabela Afonso (Stª Bárbara de Nexe)



-

Francisco Rosado



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Loulé fez balanço de 2017

Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios de Loulé fez balanço de 2017

ver mais
 
Uber e Re-food convidam motoristas e utilizadores a juntar-se a causa solidária

Uber e Re-food convidam motoristas e utilizadores a juntar-se a causa solidária

ver mais
 
Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais de 800 mil euros

Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais de 800 mil euros

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio