siga-nos | seja fã
PUB
 

Torquato da Luz

Torquato da Luz
Imprimir Partilhar por email
24-11-2013 - 21:59
Bebedeira Largo de Camões És tu que me embebedas, não o vinho que, embora bom, não chega a ter a graduação precisa, o odor certo do teu corpo sedento de carinho. És tu que me embebedas, no prazer de estar contigo, ter-te perto, e não me interessa achar maneira de me passar a bebedeira.
 
 
Autor: Torquato da Luz publicado no blog oficiodiario 
 
Um nome algarvio que muito tem contribuído para o desenvolvimento do país nas suas áreas de intervenção, Torquato da Luz nasceu em Alcantarilha, concelho de Silves, em 1943. 
 
Conhecido como jornalista e poeta português, Torquato da Luz formou-se em Ciências da Informação pela Universidade Católica Portuguesa e, ao longo do seu percurso acumulou funções emorgãos de comunicação tão diversos como o "Diário de Lisboa", onde assumiu funções de jornalista, foi colunista de "A Capital" e director do "Jornal Novo", de "A Tarde" e do Canal 2 da RTP. 
 
Passou pela vida académica enquanto docente da cadeira de Deontologia da Comunicação e integrou o Conselho de Imprensa e a Alta Autoridade para a Comunicação Social. 
 
Com uma profunda paixão pela poesia, Turquato da Luz publicou um vasto conjunto de livros que reflectem uma enorme sensibilidade e uma vocação sempre desperta para ser explorada. 
 
Deu o nome e o talento criativo a "Os Poemas da Verdade", ed. Jornal do Algarve, 1963; 
"O Homem na Cidade", Prelo Editora, 1968, Lisboa, col.; 
"Voz Suspensa", ed. autor, Lisboa, 1970; 
"Lucro Lírico", Plexo Editora, Lisboa, 1973; 
"Choque de Alegria", Edições Margem, Lisboa, 1975; 
"A Porta da Europa", ed. Golden Books, Lisboa, 1978; 
"Destino do Mar", Edições Margem, Lisboa, 1991; 
"Deserto Próprio", ed. M. B. Maia de Loureiro, Lisboa, 1994; 
"Ofício Diário", Papiro Editora, Porto, 2007; 
"Por Amor e outros poemas", Papiro Editora, Porto, 2008. 
"Espelho Íntimo", Editora O Cão Que Lê, Braga, 2010. 
 
Figura nas seguintes recolhas de poesia, entre outras: "Vietname", Editorial Nova Realidade, coordenação de Carlos Loures e Manuel Simões, Porto, 1970; "Poesia 70" e "Poesia 71", Editorial Inova, Porto, selecções, respectivamente, de Egito Gonçalves/Manuel Alberto Valente e Fiama Hasse Pais Brandão/Egito Gonçalves, 1971 e 1972; "Caliban 3/4", edição e coordenação de J. P. Grabato Dias e Rui Knopfli, Lourenço Marques (actual Maputo), 1972; "800 Anos de Poesia Portuguesa", Círculo de Leitores, organização de Orlando Neves e Serafim Ferreira, 1973; "Algarve todo o mar", colectânea organizada por Adosinda Providência Torgal e Madalena Torgal Ferreira, Publicações Dom Quixote, Lisboa, 2005; "De Luz e de Sombra", antologia poética, Papiro Editora, 2008; "Os Dias do Amor", antologia organizada por Inês Ramos, edição Ministério dos Livros, 2009, e "Divina Música - Antologia de Poesia sobre Música", organização de Amadeu Baptista, Viseu, 2009. 
 
Turquato da Luz é um exemplo de trabalho, de competência e de dedicação ao que acredita, razão pela qual merece esta distinção que certamente poderá desenvolver uma inspiração para novos talentos que se revejam num homem singular e um algarvio notável. 
 
(Actualização:25.05.11)
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Ricardo Camacho



-

Manuel Neto dos Santos (Alcantarilha)



-

André Sousa



-

José da Ponte



-

Corina Freire



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Bloco de Esquerda recomenda requalificação urgente do troço entre Silves e Portimão

Bloco de Esquerda recomenda requalificação urgente do troço entre Silves e Portimão

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Baja de Loulé 2018 terá "epicentro" em Almancil

Baja de Loulé 2018 terá "epicentro" em Almancil

ver mais
 
AHETA confirma 4,2 milhões de turistas em 2017

AHETA confirma 4,2 milhões de turistas em 2017

ver mais
 
2500 crianças no desfile de Carnaval em Faro

2500 crianças no desfile de Carnaval em Faro

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio