siga-nos | seja fã
PUB
 

Hipnose clínica

Hipnose clínica
Imprimir Partilhar por email
02-05-2018 - 10:34
Cada vez mais conhecida, mas nem sempre entendida como uma terapia, a hipnose clínica constitui uma importante ferramenta no auxílio de muitas patologias, assim como pode ser útil em fobias e estados de pânico e de ansiedade.
 
A hipnoterapia realiza-se num consultório e é levada a cabo por um terapeuta que conduz a sessão, sem que o paciente perca o controle da situação. O especialista pode recorrer a diversas técnicas para atingir o objetivo que é pré estabelecido com o paciente.
 
A hipnose refere-se a um estado alterado de consciência, que se atinge geralmente através da combinação da imaginação e da concentração da atenção e do desejo de envolvimento, disponibilizando-nos para imaginar determinadas situações e reagir-lhes emocionalmente, mesmo sabendo que não são reais (tal como nos emocionamos com um filme, representado num ecrã, se nos deixarmos envolver na sua história).
 
Trata-se de um fenómeno natural, mas pode ser procurado, induzido, deixando-nos de facto susceptíveis à sugestão do indutor, se tivermos essa disponibilidade.
 
Em hipnoterapia este estado é induzido com uma finalidade terapêutica, de especial utilidade em modificações comportamentais desejadas, como deixar de fumar, para o controlo de peso, para gestão emocional e controlo da ansiedade, como no caso das fobias e pânico, em situações físicas de mal-estar e doença e controle de sintomas como a dor crónica ou ainda numa perspectiva de desenvolvimento pessoal e de fortalecimento do ego e autoconfiança.
 
A hipnose clínica realiza-se num consultório, e deve assumir um contexto de confiança e confidencialidade.
 
O transe hipnótico é induzido pelo terapeuta, levando a pessoa a uma concentração profunda no que está a ser dito, tornando-a assim recetiva às sugestões, desejadas e previamente acordadas em função do objetivo pretendido, sem no entanto perder o controlo da situação.
 
Isto pode ser feito com recurso a um conjunto de técnicas disponíveis, que incluem por exemplo a regressão de memória - recordação/revivência de experiências passadas - e a dissociação - que favorece a utilização do consciente enquanto observador objetivo da mente subconsciente.
 
Existem diversas terapias em torno da hipnose, sendo que, em termos científicos, esta deve ser realizada por uma pessoa especializada e em ambiente formal. Por norma, os psicoterapeutas reúnem esta formação e estão aptos a pratica-la nas suas consultas em acordo com o cliente.
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Tem “a mania das doenças”? Saiba que pode mesmo ficar doente!



-

Cuidado com o sal! Um terço dos portugueses sofre de hipertensão



-

Herpes



-

Hipercolesterolemia Familar (colesterol elevado hereditário)



-

Hipnose



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Portimão:Bancária acusada de desviar dinheiro de clientes

Portimão:Bancária acusada de desviar dinheiro de clientes

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Polis Litoral Ria Formosa requalifica Culatra e reforça cordões dunares na Armona, Fuseta e Tavira

Polis Litoral Ria Formosa requalifica Culatra e reforça cordões dunares na Armona, Fuseta e Tavira

ver mais
 
Olhão:Conserveira do Sul “marca de perseverança e de resistência aos tempos”

Olhão:Conserveira do Sul “marca de perseverança e de resistência aos tempos”

ver mais
 
Ministro da Economia inaugura Espaço Empresa em Lagos

Ministro da Economia inaugura Espaço Empresa em Lagos

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio