Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Autarquia de Lagos recomenda ao Governo “rápida resolução dos problemas da barra”

 Autarquia de Lagos recomenda ao Governo “rápida resolução dos problemas da barra”
Imprimir Partilhar por email
12-06-2019 - 11:08
No passado dia 5 de junho, o Executivo Lacobrigense aprovou por unanimidade, uma moção que tem como objetivo manifestar o desagrado pela persistência da deficiente situação da barra de Lagos e “recomendar ao Governo a rápida resolução da mesma”.
 
A proposta foi apresentada pela presidente da autarquia, mercendo o apoio de toda a vereação. Em causa está o assoreamento da barra, causa de graves transtornos quer aos pescadores residentes, quer também aos diversos operadores das denominadas marítimo-turísticas e entidades com interesses neste domínio, nomeadamente a Marina de Lagos, o estaleiro naval Sopromar e o Clube de Vela de Lagos.
 
Segundo a autarquia, a situação tem vindo a agudizar-se uma vez que, a zona da barra /canal deveria ter cerca de quatro metros de profundidade, em baixa-mar, e atualmente tem cerca de metro e meio, impossibilitando a regular navegação em condições de segurança.
 
A confirmar esta situação, está a informação disponibilizada no site da Autoridade Marítima Nacional, relativa às barras marítimas do país, que, sobre a barra de Lagos, apresenta, em permanência, a informação “Estado da Barra de Lagos-condicionada a embarcações com calado superior a 2 metros, estas devem praticar a barra com uma profundidade de água superior a meia maré”.
 
O acesso condicionado da barra de Lagos, face à informação de abertura a toda a navegação de todas as outras barras da zona sul, no entender dos autarcas, “condiciona e prejudica a economia local e a própria imagem de Lagos enquanto destino de excelência”.
 
Maria Joaquina Matos recordou ainda que, na sequência de anterior apelo dirigido ao Secretário de Estado das Pescas, este comunicou que o início dos trabalhos de dragagem da barra de Lagos estaria previstos para o 1º semestre de 2019, embora condicionados à devida autorização de dragagem e depósito de materiais dragados a emitir pela APA – Agência Portuguesa do Ambiente.
 
A autarca realça que, “estamos em junho, no início da época de maior fluxo turístico, sem qualquer indício de que os trabalhos tenham início, afigurando-se da máxima urgência a resolução de toda esta situação”.
 
A autarquia deliberou manifestar ao Governo o seu desagrado pela persistência da deficiente situação da barra de Lagos e recomendar a rápida resolução da mesma, bem como dar conhecimento desta sua posição “a todas as entidades competentes”.
 
 
COMENTÁRIOS
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Nadadora de Faro sagra-se campeã e vice-campeã do Mundo na Coreia do Sul

Nadadora de Faro sagra-se campeã e vice-campeã do Mundo na Coreia do Sul

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 Liga NOS:Portimonense bate Tondela na segunda jornada

Liga NOS:Portimonense bate Tondela na segunda jornada

ver mais
 
Legislativas:CDU entregou no tribunal lista de candidatos ao círculo eleitoral de Faro

Legislativas:CDU entregou no tribunal lista de candidatos ao círculo eleitoral de Faro

ver mais
 
Nadadora de Faro sagra-se campeã e vice-campeã do Mundo na Coreia do Sul

Nadadora de Faro sagra-se campeã e vice-campeã do Mundo na Coreia do Sul

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio