Ambiente

Bicicletas elétricas partilhadas já chegaram a Olhão

 
A partir desta semana, Olhão passa a dispor de bicicletas elétricas partilhadas, que se juntam a outra solução de mobilidade, as trotinetes.

Segundo o município, o sistema de utilização é idêntico ao das trotinetes: os utilizadores apenas terão de abrir a aplicação da Bird e seguir os passos indicados.
 
Para o vereador com o pelouro da Mobilidade, Ricardo Calé, “Olhão, por ser uma cidade com um relevo maioritariamente plano, dispõe de condições ótimas para o sucesso destas novas soluções de transporte alternativas ao automóvel e amigas do ambiente”.
 
À semelhança do que já acontece com as trotinetes, o casco urbano foi dividido em três zonas diferenciadas de circulação, que levam em conta as especificidades de cada zona da cidade.
 
Para facilitar todo o processo, existem pontos de estacionamento em toda a cidade, "que conferem uma maior agilidade ao aluguer, uso e devolução das bicicletas", acrescenta a autarquia em nota divulgada.
 
O Município apela ao cumprimento das regras de segurança por parte dos utentes: Uso de capacete; cumprimento das regras de trânsito e do código da estrada; concessão, sempre, de prioridade aos peões; estacionamento com civismo; circulação nas ciclovias, sempre que possível.
 
A chegada das bicicletas elétricas partilhadas a Olhão surge em plena Semana Europeia da Mobilidade, ao longo da qual o Município está a levar a cabo um conjunto de atividades subordinadas ao tema, com vista à mudança de comportamentos relativamente à mobilidade, em particular no que toca à utilização do automóvel particular.