Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Covid-19: Cumprimento de regras sanitárias essencial para confiança do turismo algarvio

 Covid-19: Cumprimento de regras sanitárias essencial para confiança do turismo algarvio
Foto|CM Albufeira
Imprimir Partilhar por email
03-06-2020 - 19:23
O cumprimento das regras sanitárias é considerado essencial para estabelecer a confiança dos turistas no Algarve e manter a imagem de um destino seguro para uma férias no contexto da pandemia de covid-19, defenderam hoje responsáveis do turismo.
 
“O pior que pode acontecer ao Algarve, que tem uma boa imagem de destino seguro na Europa, é que as regras não sejam cumpridas e desperdiçar o tempo que todos dedicaram ao confinamento para conter a pandemia” afirmou hoje a presidente da Câmara de Portimão numa conferência digital.
 
Durante a conferência “O Algarve no Horizonte – Como vai ser a próxima época balnear”, organizada pela revista Ambitur, Isilda Gomes defendeu que o Algarve “esforçou-se muito” para que o confinamento “fosse conseguido”, tendo todos trabalhado “de forma eficaz”, que se reflete nos atuais números, “algo que ajuda à confiança da pessoas”.
 
Já a diretora da Marina de Vilamoura, Isolete Correia, reforçou a ideia de que “o sucesso de todos vai depender do comportamento de cada um”, defendendo que é necessário “vencer o desafio” e classificando o selo ‘Clean & Safe’ como uma das formas de cativar a confiança de quem quer visitar o Algarve.
 
Aquela responsável realçou que poucas empresas “não estarão fragilizadas com esta pandemia”, mas que também “uniu as pessoas, as empresas e a região” que estão agora “com força para dinamizar o negócio, mas adaptado às novas regras”.
 
Defendeu ainda que seria importante alargar o período da época balnear “para além de setembro”, já que é uma “altura de férias escolhida por muitos turistas estrangeiros”.
 
O presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) realçou, por seu turno, que os primeiros passos são essenciais para incrementar a confiança e gerar um aumento da procura.
 
Para Pedro Costa Ferreira, há um grande desafio em manter uma estrutura de referência na oferta da hotelaria e animação do Algarve, que “tem que sobreviver à crise”.
 
Uma tarefa que pode não se revelar fácil já que “por muito que se fale de recuperação”, este ano o Algarve deverá estar “a 30%”, algo “bem otimista do que esperava em abril, mas, ainda assim “é uma quebra de 70%”, ressalvou.
 
A hotelaria e a restauração também têm um papel essencial nesta recuperação e que este ano se vai centrar no mercado nacional “que tem mostrado uma procura crescente”, revelou o diretor do hotel da Quinta do Lago, numa zona de turismo de luxo.
 
Daniel do Adro adiantou que as reservas anteriores à pandemia “não têm sido canceladas”, reflexo de “um desejo em viajar”, mas a procura por novas marcações “tem sido baixa”.
 
O empresário considerou que o setor enfrenta um desafio operacional para manter “a habitual proximidade e o acolhimento e manter a segurança” e passar a tornar visível o que durante anos se andou a ocultar.
 
 “A magia de criar uma unidade hoteleira imaculada, sem que o cliente percebesse como e agora é uma inversão, como o fazemos isso e o tornamos numa forma óbvia”, revelou.
 
Unânime foi o elogio ao trabalho da Região de Turismo do Algarve (RTA) na solução de alguns dos problemas do setor e no apoio aos empresários, nomeadamente, na elaboração de manuais de boas práticas.
 
O presidente da RTA revelou na conferência que está a ser preparada “uma campanha de promoção para o mercado interno” e que esta pode ser uma boa oportunidade para o regresso de turistas portugueses que habitualmente passam férias no exterior.
 
Para João Fernandes, “julho e em agosto será o período de maior procura” e que “servirá de barómetro para a capacidade e confiança” para se estabelecerem as viagens nacionais e internacionais.
 
O destaque que tem sido dado ao Algarve nas televisões britânicas deixam-no “otimista quanto a este verão”, assim como a gradual abertura das fronteiras aéreas e a terrestre com Espanha, para a qual revelou “um grande expectativa”.
 
A conferência digital juntou diversas entidades públicas e privadas com o objetivo de debater como o destino se está a preparar para a época balnear no contexto da pandemia de covid-19.
 
Lusa
 
PUB
 
MAIS LIDA AGORA
Covid.19:Algarve sobe aos 632 casos (saiba quantos por concelho)

Covid.19:Algarve sobe aos 632 casos (saiba quantos por concelho)

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Ombria Resort promove webinar “Porquê e onde investir em imobiliário residencial no pós Covid-19”

Ombria Resort promove webinar “Porquê e onde investir em imobiliário residencial no pós Covid-19”

ver mais
 
PAN recomenda à autarquia que transforme Praça de Touros de Albufeira num espaço "polivalente"

PAN recomenda à autarquia que transforme Praça de Touros de Albufeira num espaço "polivalente"

ver mais
 
"Sem Título (mas uma coisa diferente)" inaugura amanhã no IPDJ em Faro

"Sem Título (mas uma coisa diferente)" inaugura amanhã no IPDJ em Faro

ver mais
 
 
 
 
Alô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio