Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
6 “Poderosas” técnicas de autocontrole
Imprimir Partilhar por email
O autocontrole é uma habilidade que se aprende através do treino diário. Tal como exercitamos os nossos músculos para que apresentem os resultados pretendidos, o nosso cérebro também precisa desse treino diário para que produza melhores resultados e, no que se refere ao autocontrole, vale mesmo a pena aprender a lidar melhor com as nossas emoções negativas para tirarmos mais partido da vida com qualidade.
 
Neste apontamento baseado numa publicação da Mente Saudável, pretendemos ajudar os nossos leitores a tirarem mais partido das suas vivências sob várias perspetivas, pelo que apresentaremos seis poderosas técnicas de autocontrole que podem melhorar a qualidade de vida e impedir muitos atos irrefletidos.
 
O autocontrole aplica-se a tudo na nossa vida, já que é uma forma de nos impedirmos de fazer algo que não queremos e de que não gostamos. Por exemplo, quando queremos seguir uma dieta, torna-se fundamental que tenhamos consciência do quanto isso é importante para a nossa saúde e que aprendamos a controlar o impulso de comer fora das regras estabelecidas, o mesmo se passa com outros consumos como é o caso do álcool e do tabaco, dos doces e daí por diante.
 
A base do autocontrole é o autoconhecimento, na medida em que, quanto mais nos conhecermos a nós próprios, mais facilmente seremos capazes de controlar aquilo de que não gostamos e que não queremos. Se a pessoa souber que tem dificuldade em resistir por exemplo à compra de um artigo para a casa ou para si mesma, terá de pensar muito bem antes de agir automaticamente. Aprender a pensar, a analisar se tem dinheiro para fazer face a essa despesa é, desde logo, o primeiro passo para evitar fazer algo de que se possa vir a arrepender. 
 
Se assume a importância do exercício físico na sua vida, terá de se esforçar diariamente por cumprir essa imposição que colocou em si mesmo. Está mais cansado, mas sabe que é fundamental reservar esses 15 minutos em prol da sua saúde, então terá de fazer um esforço e pensar nos benefícios que o mesmo acarreta.
 
Na posição dos especialistas, é o maior conhecimento que temos de nós mesmos que nos vai ajudar a modificar aquilo que precisamos e que queremos, mas é preciso regras, é preciso força de vontade e determinação para contrariar aquilo que está instituído em nós.
 
De acordo com a Mente Saudável, «o controle das emoções, das tentações e dos instintos básicos é imprescindível para ter uma vida mais plena e gratificante».
 
O autocontrole é uma habilidade que deve ser aprendida e treinada diariamente para evitar emoções negativas como a raiva, a gula ou a inveja. Neste sentido, temos de nos suportar da autodisciplina para podermos cortar com aquilo que não queremos.
 
É importante estar sempre atento e recordar-se de quais são as situações nas quais o autocontrole é fundamental para evitar fazer aquilo que não quer. É igualmente essencial assumir que, após um ato irrefletido surge o arrependimento e a frustração, pelo que, para os evitar, é imperioso que se pense antes de agir. As melhores técnicas para relaxar as emoções são as que mais e melhores resultados têm produzido, por isso, deixamo-las aqui:
 
1. Analise o seu comportamento
 
Quando a pessoa é consciente dos seus hábitos e rotinas, é muito difícil controlar as suas decisões e atitudes, porque as executa automaticamente. Neste sentido, é preciso fazer um plano alternativo para que tome consciência da necessidade de alterar aquilo que não está a produzir os melhores resultados.
 
Se quer perder peso, defina quais são as coisas que precisa de comer diariamente
Se precisa de uma conta bancária positiva, compreenda quais são os seus hábitos de consumo. Se quer abandonar um vício, assuma os seus comportamentos e procure criar alternativas a esses hábitos.
 
2. Não pense no que lhe preocupa
 
Apesar de ser preciso manter a racionalidade nos seus atos, também não é bom ficar obsessivo/a.
 
A mente costuma ser bastante “teimosa” nestes casos e, quanto mais a pessoa se empenha em evitar um pensamento, mais o mesmo aparecerá na sua imaginação.
 
Procure descontrair e aplicar as técnicas nos momentos em que se torna mesmo necessário, ou seja quando está perante a situação ou a “tentação”. No restante tempo, dedique-se a outras atividades, procure distrair-se com algo diferente.
 
3. Tenha hábitos saudáveis
 
Todas as nossas mudanças de atitude ou de hábitos requerem autocontrole e compromisso. 
 
Desde ir ao ginásio, fazer dieta, passando por deixar de fumar ou adquirir novos hábitos de poupança, todos traduzem alguma instabilidade natural em qualquer mudança. É importante estar preparado para isso e colocar o seu objetivo acima de tudo. Quer mesmo ter hábitos de vida mais saudáveis, não é verdade? Então terá de passar por algumas fases menos agradáveis, mas tenha em mente os benefícios que daí vão resultar em breve.
 
É preciso ter em conta que, o cérebro precisa de 21 dias para integrar um comportamento. Esse é o tempo que deverá “suportar” para alcançar os seus objetivos.
 
Desde a terceira semana estes hábitos saudáveis já não serão impostos e, passam a transformar-se em algo automático. Sabendo disto, basta que se esforce durante esse período de tempo.
 
4. Relaxe
 
Respirar fundo, contar até 10 (ou até o número que for) e fechar os olhos pode ser uma excelente técnica para acalmar e aumentar o seu autocontrole.
 
Quando estiver ansioso, com raiva ou a ponto de cometer um erro, relaxe! Beber um chá, parar alguns minutos, meditar, são excelentes opções para descontrair e evitar aquilo que não se quer fazer num determinado momento.
 
5. Analise o ambiente em seu redor
 
Muitas pessoas queixam-se que têm mais dificuldade em controlar alguns hábitos porque as pessoas em seu redor os mantêm. Não podemos mudar os outros, mas podemos afastar-nos de quem não nos ajuda a manter aquilo que queremos. Se quer deixar de fumar, torna-se mais difícil se está ao lado de quem fuma. O mesmo se passa com uma dieta que é mais eficaz com companhia. Deixar de comer doces em casa é mais fácil do que ter de fazer esse trabalho a sós. O ambiente determina muito do que somos e do que fazemos, por isso, melhore o seu ambiente para se poder sentir melhor.
 
6. Liberte as tensões
 
Há muitas atividades que podem servir para canalizar as emoções perturbadoras. Fazer exercício físico, praticar boxe, caminhar ou inclusive tomar um banho de espuma, podem ser boas opções para libertar as tensões e evitar comportamentos negativos. Uma leitura descontraída também surte efeitos muito positivos no que se refere ao relaxamento e à libertação de tensões. Uma boa conversa com o cônjuge ou um amigo também ajudam a aliviar e a ultrapassar um momento delicado.
 
Tenha em mente que, o erro é um direito de quem aprende e que, se tem de levar as regras a sério, também é importante desculpabilizar-se por uma situação em que não conseguiu atingir aquilo que pretendia. O excesso de rigor desencadeia muita pressão, o que não se pretende. Se falhou uma vez, procure melhorar na próxima, mas sempre acreditando que é possível e revendo aquilo em que já progrediu.
 
Fátima Fernandes
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(87381)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(37134)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(19176)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(13980)

Não podemos viver sem amor

(11986)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(10983)

A mentira: um mal necessário

(9146)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(9041)

Idade não traduz maturidade

(8825)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(8328)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(8277)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(8005)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(6795)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5713)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5595)

É Demissexual?

(5342)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(5292)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(5141)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(5096)

A “ciência” do aperto de mão

(4711)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4705)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4664)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4647)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4522)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4471)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(4456)

O poder das ervas aromáticas

(4426)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(4337)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(4236)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(4222)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(4166)

A família é a base do sucesso escolar

(4122)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(4050)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(4044)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(4042)

Descubra “o poder curativo” da praia

(4017)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(4016)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(4006)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3989)

O que muda na mulher aos 40?

(3942)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3841)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3815)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3735)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3635)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3631)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3617)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3608)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3549)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3526)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3524)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Covid.19: 4º óbito no Algarve registado no Hospital de Portimão

Covid.19: 4º óbito no Algarve registado no Hospital de Portimão

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 16 profissionais de saúde infetados no Algarve

Há 16 profissionais de saúde infetados no Algarve

ver mais
 
Município de Silves prorroga encerramento dos serviços e suspensão de prazos processuais

Município de Silves prorroga encerramento dos serviços e suspensão de prazos processuais

ver mais
 
Comércio de Albufeira não vai pagar taxas de publicidade nos próximos três meses

Comércio de Albufeira não vai pagar taxas de publicidade nos próximos três meses

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio