Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
8 regras «de ouro» para cuidar diariamente da sua relação
Imprimir Partilhar por email
Manter uma relação interessante requer uma atenção e um cuidado diários, razão pela qual devemos colocar alguns hábitos de lado e promover aquilo que realmente mais importa na nossa qualidade de vida: amar e ser amado.
 
Num tempo em que as relações terminam quase ao mesmo tempo em que começam, faz sentido perceber o que pode estar a faltar no seu relacionamento para que ele seja mais duradouro e feliz, sendo que o primeiro ponto a ter sempre em conta é a disponibilidade para o outro; o tempo de qualidade para estar, para aconchegar, para compreender, para conversar.
 
Segundo a Revista LaFamilia, existem 8 regras que ajudam a manter uma relação, confira-as.
 
1-  Ter tempo para o outro
 
A nossa vida é exigente e agitada. Parece que temos de dar resposta a tudo ao mesmo tempo; temos exigências profissionais, a casa, os filhos, temos de ligar aos amigos, responder aos e-mails, publicar no facebook um comentário à foto da amiga e daí por diante. E o tempo para o amor onde fica? Muitas vezes não existe e, é por isso que as relações não resistem a tanta ausência e a tanta pressão. Homens e mulheres trabalham e dividem o seu tempo com atividades comuns, então também têm de ser os dois a alinhar esse tempo de qualidade para estarem juntos no final de cada dia. A relação precisa desse cuidado diário, por isso, inclua essa necessidade no seu quotidiano, mesmo que tenha de cortar algo da sua rotina diária.
 
2- Sem gritos
 
Desentendimentos e discussões são normais dentro do casamento, mas não deixe que a raiva lhe domine e não grite. «Gritar é uma agressão» e, mesmo que não deixe marcas físicas, magoa profundamente o outro. Aprenda a ter domínio de si e cultive a moderação, educação e respeito na hora das discussões.
 
3- Admitir os erros
 
Se errou, peça desculpa. Admitir erros não é sinal de fraqueza, mas reconhecer que somos humanos e temos debilidades e defeitos que precisam de ser trabalhados todos os dias para poderem ser superados. Ao tomar essa iniciativa, mais facilmente a sua cara-metade irá fazer o mesmo e isso passa a ser o vosso estilo de vida. Ser humildade é uma grande qualidade, não um defeito.
 
4- Sem rancor
 
Seja capaz de se perdoar a si mesmo e à sua cara-metade. O orgulho e a dificuldade de perdoar são «um veneno» para um casamento feliz. Ser humilde e aprender a deixar de lado ressentimentos e desconfianças com o outro são atitudes que precisam de ser cultivadas. Ficou magoado/a com alguma coisa? Espere até tudo se acalmar e depois converse sobre o sucedido. Evite ir para a cama com essa má sensação. Procure resolver calmamente o conflito no mesmo dia.
 
5- Alimente o amor
 
O amor entre o casal é algo vivo que deve crescer todos os dias, desde que alimentado com gestos de carinho e atenção. Um beijo antes de sair ou ao chegar a casa, um jantar especial num dia comum, uma flor deixada sobre a mesa, perguntar ao outro como foi o seu dia são pequenas coisas que podemos fazer para mostrar ao outro o quanto o amamos. A compreensão é também uma grande prova de amor, conversar com a pessoa amada, procurar saber o que a está a deixar inquieta ou triste, por exemplo, são gestos que marcam positivamente a vida do casal.
 
6- Críticas construtivas
 
Se um dos parceiros está insatisfeito com algo que o outro fez – um comportamento inapropriado, por exemplo –, fale. É um sinal de amor querer ajudar o outro a ver aspetos da própria personalidade ou comportamento que precisam de ser melhorados. Mas seja delicado e construtivo. Críticas ofensivas só levam a desentendimentos. Mostrar ao outro que queremos melhorar algo é sempre a melhor forma de abordagem para qualquer assunto e, acima de tudo, sentir mesmo assim.
 
7- Saber agradecer
 
Pode parecer muito óbvio, mas muitas vezes  esquecemo-nos de dizer “obrigado” aos nossos cônjuges. Agradecer é uma forma de reconhecer e valorizar as ações feitas pelo outro e, ao mesmo tempo, é uma forma de gentiliza que mostra a nossa satisfação perante essa atitude.
 
8- Dar o melhor de si
 
Querer o bem do outro e deixar o egoísmo de lado é muito benéfico ao casamento. Isso significa cuidar do outro, ajudá-lo, evitar aquilo que o desagrada, mas também significa desenvolver as nossas capacidades e virtudes da melhor forma possível. Quem ama quer fazer o melhor e ser melhor para o outro.
 
É importante ter ainda em conta que, as relações humanas são uma construção diária, que todos temos dias melhores do que outros e que, «o segredo» é mesmo estar liberto na relação. Estar com aquela pessoa por prazer, por opção, por amor, já que isso faz toda a diferença no cumprimento destes 8 requisitos elementares para cuidar de um relacionamento. Amar e ser amado é talvez o maior propósito de vida do ser humano, então porque perdemos tanto tempo com conflitos e desentendimentos quando podemos aproveitar esse tempo para nos divertirmos em conjunto? Temos de praticar mais e melhor a vida a dois e, o desafio está lançado: pensar antes de agir, ser humilde e estar disponível para o amor são, desde logo a base de tudo. O resto vai-se construindo no tempo.
 
Fátima Fernandes
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(87381)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(37134)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(19176)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(13980)

Não podemos viver sem amor

(11986)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(10986)

A mentira: um mal necessário

(9146)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(9041)

Idade não traduz maturidade

(8826)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(8328)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(8277)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(8006)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(6795)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5713)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5595)

É Demissexual?

(5342)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(5292)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(5141)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(5096)

A “ciência” do aperto de mão

(4711)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4705)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4664)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4647)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4522)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4471)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(4456)

O poder das ervas aromáticas

(4426)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(4337)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(4236)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(4222)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(4166)

A família é a base do sucesso escolar

(4122)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(4050)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(4044)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(4042)

Descubra “o poder curativo” da praia

(4017)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(4016)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(4007)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3989)

O que muda na mulher aos 40?

(3943)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3841)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3815)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3735)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3635)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3631)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3617)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3608)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3549)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3526)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3524)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Covid.19: 4º óbito no Algarve registado no Hospital de Portimão

Covid.19: 4º óbito no Algarve registado no Hospital de Portimão

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Há 16 profissionais de saúde infetados no Algarve

Há 16 profissionais de saúde infetados no Algarve

ver mais
 
Município de Silves prorroga encerramento dos serviços e suspensão de prazos processuais

Município de Silves prorroga encerramento dos serviços e suspensão de prazos processuais

ver mais
 
Comércio de Albufeira não vai pagar taxas de publicidade nos próximos três meses

Comércio de Albufeira não vai pagar taxas de publicidade nos próximos três meses

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio