Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

AHETA faz balanço do ano turístico e apresenta perspetivas para 2019

AHETA faz balanço do ano turístico e apresenta perspetivas para 2019
Imprimir Partilhar por email
07-02-2019 - 16:05
A Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve revela que, a taxa de ocupação dos hotéis e empreendimentos turísticos do Algarve foi de 63,4 por cento em 2018.
 
Esse número representa menos 1,1 por cento do que no ano anterior, tendo o volume de negócios subido 3,8 por cento no mesmo período.
 
De acordo com a mesma entidade, em 2018, os estabelecimentos hoteleiros e turísticos do Algarve registados oficialmente, receberam 4,126 milhões de hóspedes, dos quais mais de 3 milhões estrangeiros e 1,1 milhões nacionais, correspondendo a 20,3 milhões de dormidas.
 
O Algarve recebeu ainda 1,26 milhões de estrangeiros que não pernoitaram em empreendimentos classificados oficialmente.
 
O RevPar (rendimento por quarto disponível) subiu 3,3 por cento, situando-se nos 55,1 Euros, tendo o alojamento sido responsável por cerca de 790 milhões de euros e a facturação bruta total ascendido a 1,080 milhões de euros.
 
Para 2019, as previsões apontam para um aumento do volume de negócios na ordem dos 2 por cento, tendo os preços subido 1,5 por cento em média.
 
A situação financeira das empresas deverá manter-se nos níveis de 2018, enquanto os resultados líquidos deverão melhorar ligeiramente.
 
Realce para as quedas de 6 por cento do principal mercado fornecedor de turistas, o Reino Unido, assim como dos mercados Irlandês (-8,5%) e holandês (-3,5%). O mercado francês assumiu-se, definitivamente, como o 6º mais importante da região com um share de 4,9% das dormidas totais.
 
O aumento da procura dos mercados com fraca expressão individual contribuiu para esbater as quebras verificadas nos mercados emissores mais importantes, incluindo o aumento da procura dos nacionais que atingiram 22,2% das dormidas registadas durante o ano.
 
O Reino Unido, voltou a descer 6 por cento, depois de em 2017 já ter registado uma quebra de 8,5%, uma consequência directa do Brexit e da desvalorização da libra esterlina face ao euro.
 
O golfe turístico acompanhou a tendência verificada no alojamento, baixando 1,1 por cento no número de voltas comercializadas.
 
Em 2018, os campos de golfe do Algarve comercializaram 1,347 milhões de voltas, tendo a média de voltas por campo sido de 35,447 mil, o segundo melhor registo desde 2010.
 
 
COMENTÁRIOS
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Nadadora de Faro sagra-se campeã e vice-campeã do Mundo na Coreia do Sul

Nadadora de Faro sagra-se campeã e vice-campeã do Mundo na Coreia do Sul

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Partido Aliança Algarve defende abolição das portagens na A22 e melhoria da rede de transportes públicos

Partido Aliança Algarve defende abolição das portagens na A22 e melhoria da rede de transportes públicos

ver mais
 
AIA espera pelos melhores pilotos do mundo já este fim de semana

AIA espera pelos melhores pilotos do mundo já este fim de semana

ver mais
 
 Liga NOS:Portimonense bate Tondela na segunda jornada

Liga NOS:Portimonense bate Tondela na segunda jornada

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio