Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Albufeira:Famílias e empresas poupam 3 milhões em impostos

Albufeira:Famílias e empresas poupam 3 milhões em impostos
Imprimir Partilhar por email
07-11-2018 - 14:40
No próximo ano, a Câmara Municipal de Albufeira diz que vai continuar a sua aposta numa política de desagravamento fiscal.
 
Desta forma, foi aprovado manter a taxa de participação variável no IRS em 0% para os sujeitos passivos com domicílio fiscal no concelho de Albufeira. 
 
Em nota de imprensa a autarquia recorda que em 2015 esta taxa estava fixada nos 5%, mas que a partir de 2016 passou a 0%. Em termos práticos, esses 5% de todo o IRS cobrado no concelho representam uma poupança de 1,5 milhões de euros junto das famílias residentes no concelho.
 
No que diz respeito ao Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), Albufeira volta a optar por cobrar a taxa mínima estabelecida por lei aos proprietários de imóveis, que está fixada nos 0,3%. 
 
O executivo teve ainda em conta o número de dependentes que compõem o agregado familiar, diminuindo as taxas de IMI para casais com 1, 2, 3 ou mais filhos.
 
A autarquia mantém também a isenção da Taxa Municipal de Direitos de Passagem, imposto aplicado a empresas que oferecem redes e serviços de comunicações eletrónicas, dando continuidade à medida iniciada em 2016 que veio aliviar a fatura de comunicações dos munícipes de Albufeira.
 
A novidade para 2019 incide na isenção da taxa de Derrama para todos os sujeitos passivos. As empresas com um volume de negócios superior a 150 mil euros estavam sujeitas ao pagamento de uma taxa de 1,5%. Em 2017 a taxa de Derrama representou para os cofres do Município uma receita de cerca de 1,5 milhões de euros que, este ano, não será cobrado às empresas.
 
Para o presidente da autarquia, José Carlos Rolo, estas medidas cumprem “os nossos objetivos que passam pela reposição de rendimentos e pelo estímulo à atividade económica”. 
 
O autarca sublinha que “este pacote fiscal segue na linha daquilo que temos vindo a implementar em função do atual quadro económico-financeiro, tendo sempre em conta o objetivo de irmos ao encontro dos interesses de quem aqui reside e de quem aqui investe”. José Carlos Rolo defende que “Albufeira pretende ser um território cada vez mais atrativo, tendo a política fiscal um importante papel” e recorda que “nos últimos anos, o Município fez um esforço imenso ao nível da gestão municipal para alcançar o atual equilíbrio orçamental das contas públicas e, consequentemente, poder desagravar a carga fiscal não só das famílias, mas também das empresas”.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Município de Albufeira anuncia novos investimentos na repavimentação de estradas e caminhos



-

Olhão vê "nascer" novo hotel no centro da cidade



-

Sindicato da Hotelaria do Algarve envia queixa à Inspetora-Geral da Autoridade para as Condições no Trabalho



-

Saiba onde é mais caro comprar casa no Algarve



-

Já está em curso a 1ª edição do "Prémio Melhor Dissertação de Mestrado" da Ordem dos Economistas do Algarve



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Olhão vê "nascer" novo hotel no centro da cidade

Olhão vê "nascer" novo hotel no centro da cidade

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Páscoa com folar gigante na Feirinha de Altura

Páscoa com folar gigante na Feirinha de Altura

ver mais
 
Silves:"Por Terras do Zeca" decorre no Teatro Mascarenhas Gregório devido à previsão de chuva

Silves:"Por Terras do Zeca" decorre no Teatro Mascarenhas Gregório devido à previsão de chuva

ver mais
 
Portimão apostou em projeto pioneiro nas Férias da Páscoa dos mais novos

Portimão apostou em projeto pioneiro nas Férias da Páscoa dos mais novos

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio