siga-nos | seja fã
PUB
 

ALGARVE 2020 tem 3 milhões para apoiar empresas e associações empresariais

ALGARVE 2020 tem 3 milhões para apoiar empresas e associações empresariais
Imprimir Partilhar por email
10-08-2018 - 11:40
A CCDR Algarve informou que há 3 milhões de euros para apoiar associações empresariais e empresas para projetos de investimento nas áreas da Competitividade e da Internacionalização.
 
O Programa Operacional CRESC ALGARVE 2020 publicou mais cinco avisos de apoio às associações empresariais e empresas para projetos de investimento nas áreas da Competitividade e da Internacionalização.
 
Integrados no sistema de apoio a ações coletivas, os novos concursos visam a promoção do espírito empresarial; a internacionalização dos setores turismo, mar, agroalimentar, tecnologias de informação e comunicação (TIC) e indústrias culturais e criativas (ICC), domínios considerados prioritários na Estratégia Regional de Investigação e Inovação para a Especialização Inteligente (RIS 3 Algarve); qualificação; e, centros de incubação de base tecnológica.
 
Entre outras, até 30 de outubro, podem apresentar candidaturas e beneficiar destes apoios as entidades previstas no n.º 3 do artigo 130º do RECI - Regulamento Específico do Domínio da Competitividade e Internacionalização (última versão publicada através da Portaria n.º 217/2018, de 19 de julho), como associações empresariais, entidades não empresariais do sistema de I&I, agências e entidades públicas.
 
A CCDR esclarece que, “estes cinco avisos servem para apoiar projetos que potenciem o empreendedorismo, em pelo menos uma, das seguintes áreas: atividades inovadoras baseadas em resultados de I&D, atividades inovadoras no âmbito dos domínios emergentes da RIS 3 Algarve - Agroalimentar, TIC e ICC; energias renováveis e saúde; prospeção, conhecimento e acesso a novos mercados; processos colaborativos de internacionalização, de partilha de conhecimento e capacitação para a internacionalização; campanhas coletivas de promoção internacional, nomeadamente através da definição de campanhas, bem como de presenças institucionais em certames internacionais de referência”.
 
No domínio do turismo, “os projetos devem preferencialmente promover a valorização de produtos endógenos e/ou a relação entre esta atividade económica e os domínios Mar, Agroalimentar, TIC e ICC, no quadro de estratégias que potenciem, ainda que indiretamente, o sucesso da internacionalização das PME, através de uma, ou mais, das seguintes ações: prospeção, conhecimento e acesso a novos mercados; processos colaborativos de internacionalização, de partilha de conhecimento e capacitação para a internacionalização; campanhas coletivas de promoção internacional, nomeadamente através da definição de campanhas, bem como de presenças institucionais em certames internacionais de referência”.
 
No domínio da qualificação, o aviso tem como objetivo apoiar projetos que se enquadrem nos domínios da RIS 3 Algarve e que desenvolvam estratégias que respondam, a pelo menos uma, das seguintes prioridades: orientar as PME, dotando-as de conhecimento, informação e ferramentas para que desenvolvam atividades inovadoras que contribuam para a sua progressão na cadeia de valor; sensibilizar e capacitar as PME para a promoção e intensificação de atividades inovadoras e qualificadas; fomentar a inclusão das PME na economia digital, sensibilizando os empresários para a importância da presença digital e da incorporação tecnológica nos modelos de negócio, desmaterializando processos com clientes e fornecedores por via da utilização das TIC; promover práticas de cooperação entre empresas, fomentando a redução das importações no consumo do setor Turismo e incrementando o consumo interno de bens ou serviços produzidos localmente; promover práticas de eco inovação, eco design e eco construção, e/ou de utilização de resíduos na produção de novos produtos e serviços, através da promoção do conceito de economia circular; e, aumentar a visibilidade e a informação relativamente a bens e serviços produzidos localmente.
 
Com possibilidade de apresentação até 30 de novembro de 2018, o aviso dirigido aos centros de incubação de base tecnológica destina-se a entidades não empresariais do Sistema Científico e Tecnológico Nacional; incubadoras de empresas de base tecnológica e outras entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos focalizadas no apoio ao empreendedorismo e visa a requalificação e a criação de centros de incubação de base tecnológica.
 
Mais esclarecimentos através do correio eletrónico:algarve2020@ccdr-alg.pt
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

União de Freguesias de Faro lança Orçamento Participativo 2018



-

Algarve recebe 24 nomeações para os Publituris Portugal Travel Awards



-

Uvas algarvias resistiram à vaga de calor - Comissão Vitivinícola do Algarve



-

Dragagem da Doca de Faro avança 27 anos depois da última intervenção



-

Startup Portimão assinalou 1º aniversário com 99% de taxa de ocupação



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Câmara de Monchique lança projeto "único" para dar qualidade de vida a gatos

Câmara de Monchique lança projeto "único" para dar qualidade de vida a gatos

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Câmara homenageia Rancho Folclórico do Calvário com esculturas de Teresa Paulino

Câmara homenageia Rancho Folclórico do Calvário com esculturas de Teresa Paulino

ver mais
 
Festival de Curtas-Metragens de Faro recebeu 3 mil propostas de todo o mundo

Festival de Curtas-Metragens de Faro recebeu 3 mil propostas de todo o mundo

ver mais
 
Dois Ministros e dois Secretários de Estado em Monchique e Silves na segunda-feira

Dois Ministros e dois Secretários de Estado em Monchique e Silves na segunda-feira

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio