siga-nos | seja fã
PUB
 

ALGARVE 2020 tem 3 milhões para apoiar empresas e associações empresariais

ALGARVE 2020 tem 3 milhões para apoiar empresas e associações empresariais
Imprimir Partilhar por email
10-08-2018 - 11:40
A CCDR Algarve informou que há 3 milhões de euros para apoiar associações empresariais e empresas para projetos de investimento nas áreas da Competitividade e da Internacionalização.
 
O Programa Operacional CRESC ALGARVE 2020 publicou mais cinco avisos de apoio às associações empresariais e empresas para projetos de investimento nas áreas da Competitividade e da Internacionalização.
 
Integrados no sistema de apoio a ações coletivas, os novos concursos visam a promoção do espírito empresarial; a internacionalização dos setores turismo, mar, agroalimentar, tecnologias de informação e comunicação (TIC) e indústrias culturais e criativas (ICC), domínios considerados prioritários na Estratégia Regional de Investigação e Inovação para a Especialização Inteligente (RIS 3 Algarve); qualificação; e, centros de incubação de base tecnológica.
 
Entre outras, até 30 de outubro, podem apresentar candidaturas e beneficiar destes apoios as entidades previstas no n.º 3 do artigo 130º do RECI - Regulamento Específico do Domínio da Competitividade e Internacionalização (última versão publicada através da Portaria n.º 217/2018, de 19 de julho), como associações empresariais, entidades não empresariais do sistema de I&I, agências e entidades públicas.
 
A CCDR esclarece que, “estes cinco avisos servem para apoiar projetos que potenciem o empreendedorismo, em pelo menos uma, das seguintes áreas: atividades inovadoras baseadas em resultados de I&D, atividades inovadoras no âmbito dos domínios emergentes da RIS 3 Algarve - Agroalimentar, TIC e ICC; energias renováveis e saúde; prospeção, conhecimento e acesso a novos mercados; processos colaborativos de internacionalização, de partilha de conhecimento e capacitação para a internacionalização; campanhas coletivas de promoção internacional, nomeadamente através da definição de campanhas, bem como de presenças institucionais em certames internacionais de referência”.
 
No domínio do turismo, “os projetos devem preferencialmente promover a valorização de produtos endógenos e/ou a relação entre esta atividade económica e os domínios Mar, Agroalimentar, TIC e ICC, no quadro de estratégias que potenciem, ainda que indiretamente, o sucesso da internacionalização das PME, através de uma, ou mais, das seguintes ações: prospeção, conhecimento e acesso a novos mercados; processos colaborativos de internacionalização, de partilha de conhecimento e capacitação para a internacionalização; campanhas coletivas de promoção internacional, nomeadamente através da definição de campanhas, bem como de presenças institucionais em certames internacionais de referência”.
 
No domínio da qualificação, o aviso tem como objetivo apoiar projetos que se enquadrem nos domínios da RIS 3 Algarve e que desenvolvam estratégias que respondam, a pelo menos uma, das seguintes prioridades: orientar as PME, dotando-as de conhecimento, informação e ferramentas para que desenvolvam atividades inovadoras que contribuam para a sua progressão na cadeia de valor; sensibilizar e capacitar as PME para a promoção e intensificação de atividades inovadoras e qualificadas; fomentar a inclusão das PME na economia digital, sensibilizando os empresários para a importância da presença digital e da incorporação tecnológica nos modelos de negócio, desmaterializando processos com clientes e fornecedores por via da utilização das TIC; promover práticas de cooperação entre empresas, fomentando a redução das importações no consumo do setor Turismo e incrementando o consumo interno de bens ou serviços produzidos localmente; promover práticas de eco inovação, eco design e eco construção, e/ou de utilização de resíduos na produção de novos produtos e serviços, através da promoção do conceito de economia circular; e, aumentar a visibilidade e a informação relativamente a bens e serviços produzidos localmente.
 
Com possibilidade de apresentação até 30 de novembro de 2018, o aviso dirigido aos centros de incubação de base tecnológica destina-se a entidades não empresariais do Sistema Científico e Tecnológico Nacional; incubadoras de empresas de base tecnológica e outras entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos focalizadas no apoio ao empreendedorismo e visa a requalificação e a criação de centros de incubação de base tecnológica.
 
Mais esclarecimentos através do correio eletrónico:algarve2020@ccdr-alg.pt
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Município de São Brás de Alportel prossegue investimentos na rede viária municipal



-

IP:Variante de Olhão tem custo estimado de 5 milhões de euros e avança para Estudo de Impacte Ambiental



-

Alcoutim quer mais e melhores eventos em parceria com “vizinhos” espanhóis



-

Lagos adere à Associação de Municípios Portugueses do Vinho



-

Grupo Pestana inicia construção de Pousada de Portugal em Vila Real de Santo António



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Faro:Escola Secundária João de Deus recebe 1ª edição “Escola Amiga da Criança”

Faro:Escola Secundária João de Deus recebe 1ª edição “Escola Amiga da Criança”

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Taça de Portugal Placard:Das cinco equipas algarvias só uma passa na eliminatória

Taça de Portugal Placard:Das cinco equipas algarvias só uma passa na eliminatória

ver mais
 
Andrew Henriques do BTT Loulé/Elevis conquista Taça de XCM

Andrew Henriques do BTT Loulé/Elevis conquista Taça de XCM

ver mais
 
Faro:Escola Secundária João de Deus recebe 1ª edição “Escola Amiga da Criança”

Faro:Escola Secundária João de Deus recebe 1ª edição “Escola Amiga da Criança”

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio