Sociedade

Algarve Shopping foi reaberto após falsa ameaça de bomba

 
O Algarve Shopping, foi reaberto ao público, retomando a atividade normal, depois desta sexta-feira, ter sido evacuado devido a uma falsa ameaça de bomba, revelou fonte da GNR.

"Já terminaram as buscas por parte da secção de inativação [de explosivos], não foi encontrado nenhum engenho explosivo e cerca das 17:15 já foi reaberto o centro comercial", afirmou à agência Lusa o major Abel Adriano, das Relações Públicas do Comando Territorial de Faro da GNR.
 
No momento da evacuação estavam no centro comercial "cerca de 300 pessoas, a maioria trabalhadores do centro comercial".
 
A mesma fonte tinha previamente dito à Lusa que as equipas da secção de inativação de explosivos da GNR estavam a inspecionar o Algarve Shopping, depois de uma ameaça de bomba anónima feita por telefone ter obrigado as autoridades a evacuar o edifício.
 
O oficial do Comando de Faro indicou que o alerta foi recebido às 14:55 e, pelas 16:15, encontrava-se ainda em curso a operação das equipas de inativação de explosivos para confirmar ou não a ameaça.
 
A veracidade da ameaça de bomba acabaria por ser descartada pela inspeção que o destacamento de intervenção da GNR, nomeadamente a secção de inativação de explosivos, efetuou ao centro comercial, com o apoio de elementos do destacamento territorial de Albufeira, no distrito de Faro.
 
O major Abel Adriano disse ainda que a investigação à autoria da falsa ameaça de bomba ficou a cargo da Polícia Judiciária.
 
Lusa