A

Alho:4 segredos para combater o mau hálito

O alho é um poderoso aliado da culinária e da saúde, no entanto, é muitas vezes evitado devido ao mau hálito que provoca a sua ingestão.

 
Na culinária, pode confecionar-se ou utilizar-se cru, ainda assim, torna-se menos indegesto quando usado como tempero, como é o caso dos molhos em que se refoga o alho no azeite e quase que nem se dá pela sua presença.
 
Quando utilizado em cru, o alho é rejeitado por todos quantos não toleram o seu sabor mais forte ou por quem altera a digestão devido à utilização deste alimento.
 
Conhecido como anti-inflamatório, é excelente no combate de gripes e constipações, sendo utilizado numa infusão de leite com um dente de alho ligeiramente esmagado durante alguns minutos. A “poção” alivia os sintomas da gripe, enquanto que é benéfico para combater a tosse, em especial nas crianças.
 
Para evitar o sabor intenso, há quem recomende que se lamine a parte verde do interior do dente de alho, já que, segundo os entendidos, é esse véu escuro que contém o cheiro e o sabor do alho. Sem essa parte, o alho assume-se com todas as suas propriedades, mas sem o aspeto negativo do intenso sabor e odor.
 
Mastigar uma folha de hortelã fresca depois de comer alho também ajuda a combater o hálito provocado por este alimento, tal como comer salsa ou coentros ao mesmo tempo que se ingere alho.
 
A opção fica a cargo dos apreciadores, as dicas são eficazes para quem as queira experimentar, sabendo que resulta a sua aposta!