Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
“Alimentação e afectividade: segredos para envelhecer com qualidade”
Imprimir Partilhar por email
Com o aumento da esperança média de vida, são cada vez mais as perguntas que se colocam aos cientistas, na tentativa de compreender os aspectos que melhoram os efeitos do envelhecimento.
 
Nesse sentido, a ciência é unânime em afirmar que, “muito mais que qualquer outro segredo, a qualidade do envelhecimento se deve à prática de uma alimentação saudável e à capacidade de amar e de ser amado.”
 
Em poucas linhas, os especialistas acreditam que, “o estilo de vida contribui directamente para o maior ou menor sucesso de cada etapa, pelo que, uma pessoa activa, com o peso equilibrado e que se relacione bem com os outros, tendencialmente viverá mais; com saúde e bem-estar.”
 
Neste sentido, passou-se da ideia fatalista de envelhecimento, para a importância de ‘configurar’ a velhice, ou seja, a cada um está atribuída a responsabilidade de escolher como quer encarar o processo e desenvolvê-lo.”
 
Em entrevista à DW, Bernd Kleine-Gung sublinhou a importância da alimentação, boas companhias e vida ao ar livre como requisitos para um envelhecimento saudável.
 
O mesmo especialista na matéria acredita que, “apesar de não existir uma fórmula secreta de rejuvenescimento, há muito bons conselhos para aumentar a longevidade com qualidade.”
 
Bernd Kleine-Gunk adianta que, “os cuidados médicos estão em constante progresso e, com esse conhecimento se está a contribuir para o aumento da esperança média de vida.” No entanto, “sabemos que isso não é o mais importante. O factor decisivo é que hoje temos melhores condições de vida, mais acesso à alimentação e melhor higiene.” 
 
O especialista alemão recorda que, “em cada região, a população tem um estilo de vida diferente. Na Sardenha, acredita-se que o vinho tinto é o segredo da longevidade, enquanto que, na ilha japonesa de Okinawa, o segredo seria a alimentação à base de algas.”
 
Gunk sublinha que, “ninguém chegou aos 100 em qualquer parte do mundo com peso acima da média. Não terá sido intencional a descoberta, mas a restrição calórica que está na base dessas culturas por falta de alternativas, acaba por ser hoje uma importante lição para o mundo.” Os cuidados com a alimentação, a introdução de frutas e verduras ás refeições em detrimento do excesso de proteínas, fez dessa ‘dieta espontânea” a receita para envelhecer com mais qualidade e saúde, reforça Gunk.
 
Ao mesmo tempo, “a maior parte dos centenários são activos. São agricultores que cultivam os seus alimentos pela vida fora. Contactam com o ar livre e praticam exercício nessa actividade diária.” E, o mais importante, “estes homens e mulheres que trabalham até ao limite das suas forças, mantêm relações familiares estáveis, bem como amizades e uma boa convivência social.”
 
Estas pessoas nascem com a sensação de que, Eu sou útil e tenho um papel a desempenhar na vida" , o que é crucial e lhes dá forças para que continuem  a lutar e a fazer parte deste mundo.
 
Gunk acredita que, “gente optimista e afectuosa tem mais amigos durante a velhice. Quem é amável também é digno de ser amado e terá mais tendência para se rodear de pessoas do que um rabujento de quem todos querem fugir”!
 
 O cérebro é um órgão social que se alimenta com as trocas, com os desafios, com os afectos e emoções partilhadas. “Uma pessoa que se isola, que não convive, naturalmente envelhece mais depressa e de forma negativa. Pelo contrário, quem cultiva amigos e enaltece as relações familiares, acaba por ter um percurso mais alegre e por nem se aperceber da idade.”
 
O especialista alemão não hesita em apresentar os seus conselhos: “não deixe de fazer as coisas de que gosta. Nenhum artista deixa de pintar aos 65 anos, ou de escrever, ou de tocar música. Outro conselho: evite tudo aquilo o que faz envelhecer e morrer prematuramente, sobretudo fumar.”
 
 Mais uma dica: “cuide do seu peso, siga uma dieta equilibrada e nunca perca a curiosidade pela vida. Descobrir coisas novas e ser capaz de apreciá-las, traduz interesse pela vida e motivação para ter mais saúde e bem-estar.”
 
Nunca é demais recordar que, todos envelhecemos, podemos ter mais ou menos qualidade de vida e longevidade, mas o processo começa desde que nascemos.
 
Gunk acredita que, “estamos neste planeta com um objectivo biológico básico, que consiste em transmitir os nossos genes às gerações seguintes. Cumprida a missão, passamos a ser prescindíveis.”
 
Nesta teoria, “após cumprida a função reprodutiva, passamos a envelhecer de maneira significativa e mensurável. Até aos 30 anos, quando a missão de reproduzir normalmente é cumprida, permanecemos jovens. A partir daí, a mãe natureza perde o interesse pelo nosso percurso, ficando sob a nossa responsabilidade.”
 
Perante esta interpretação publicada na DW, faz sentido preparar o envelhecimento ao longo da vida, seja através da alimentação saudável, da prática de exercício físico, do contacto com a natureza e, não esquecer o ‘segredo’: manter relações estáveis e felizes com a família, pois não é numa idade avançada que se despertam emoções, que se vivenciam carinhos e sorrisos e se transforma num ‘lobo solitário’ numa pessoa afável e com quem se gosta de estar.
 
Fátima Fernandes
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86613)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36453)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(16600)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(12990)

Não podemos viver sem amor

(11553)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(10002)

A mentira: um mal necessário

(8677)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8478)

Idade não traduz maturidade

(8094)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7772)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7738)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(6838)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5238)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5168)

É Demissexual?

(4950)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4927)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4724)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4334)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4250)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4230)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(4154)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(4072)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4071)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4047)

O poder das ervas aromáticas

(3988)

A “ciência” do aperto de mão

(3929)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3835)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3807)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3744)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3719)

A família é a base do sucesso escolar

(3690)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3689)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3676)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3662)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3644)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3640)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3632)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3601)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3541)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3495)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3449)

O que muda na mulher aos 40?

(3446)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3361)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3280)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3247)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3211)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3181)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3164)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3142)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3140)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Frio e chuva chegam ao Algarve a partir de quinta-feira

Frio e chuva chegam ao Algarve a partir de quinta-feira

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Novo clube de andebol em Olhão quer mais meninas a praticar a modalidade

Novo clube de andebol em Olhão quer mais meninas a praticar a modalidade

ver mais
 
Projeto "Ler na Freguesia" vai ser lançado em Montenegro

Projeto "Ler na Freguesia" vai ser lançado em Montenegro

ver mais
 
Município de Loulé pioneiro com iniciativa amiga do ambiente e dos seus colaboradores

Município de Loulé pioneiro com iniciativa amiga do ambiente e dos seus colaboradores

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio