Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Amor:Qual a melhor forma de saber se alguém gosta de si?
Imprimir Partilhar por email
Um dos maiores desafios que o ser humano enfrenta nos tempos atuais é amar e ser amado.
 
O mais simples em nós Humanos, parece tornar-se num dos maiores desafios que enfrentamos porque estamos sujeitos a muitas solicitações e exigências sociais, o que faz com que a nossa privacidade, qualidade de vida e satisfação pessoal fique, muitas vezes, para segundo plano quando deveria ser ao contrário.
 
Depois de se perceber a importância de nos conhecermos melhor a nós mesmos, aquilo que somos capazes e o nosso real valor, é crucial para qualquer ser humano a sensação de amar e de ser amado, pelo que, temos de entrar dentro de nós, recuperar as nossas emoções e colocar os sentidos a funcionar, já que a melhor forma de aferirmos se alguém nos ama, é assumirmos quando amamos realmente alguém e sentimos a devolução desse sentimento.
 
Qualquer pessoa tem dentro de si “um radar” que lhe permite decifrar os sentimentos dos outros, mas para isso, precisa de o ter bem alinhado “límpido” e capaz de reconhecer esses sentimentos noutra pessoa.
 
Desde que começamos o nosso processo no mundo que nos deparamos com as sensações pessoais e as dos outros, pelo que, quanto melhor soubermos definir o que sentimos por cada pessoa, mais à altura estaremos de perceber se o sentimento corresponde ao que o outro nos devolve.
 
As palavras são importantes, mas acima de tudo, é o contacto presencial que nos ajuda a fazer “essa leitura”. Precisamos de estar uns com os outros para afinarmos as nossas emoções, para ir dando sentido ao que os nossos sentimentos nos mostram e depois, temos de fazer a leitura consciente disso tudo.
 
Fazemos essa leitura na presença do outro e quando não estamos com ele. Dessa forma percebemos se os sentimentos vão ao encontro do que desejamos e estamos a sentir também, é a tal empatia e sintonia de que tanto se fala.
 
O processo demora o tempo necessário até que consigamos ficar preenchidos, mas requer dedicação, investimento pessoal e capacidade de descodificar o que sentimos. Depois é confiar no que sentimos e permitir que a relação evolua. O pleno conquista-se na intimidade: quando há amor de parte a parte, a sexualidade é um prazer acrescido para ambos e o quotidiano de duas pessoas é fantástico.
 
Para ser amado é preciso amar. Para amar é preciso conhecermo-nos muito bem em termos emocionais. Sabendo o que sentimos, percebemos o que os outros sentem quando estamos numa qualquer relação, seja ela de amizade, amor ou de mero conhecimento. Dessa forma, ganhamos mais confiança em nós mesmos e somos menos enganados por quem usa a arte do fingimento para conquistar o outro! É fácil perceber se alguém nos engana, mas é preciso que não nos enganemos a nós mesmos.
 
Fátima Fernandes
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Somos melhores pessoas quando gostamos mais de nós do que do dinheiro



-

Por que sorrimos quando vemos alguém sorrir?



-

Expressar gratidão pode alterar o funcionamento do cérebro



-

Autoconhecimento é a base para a melhoria da qualidade de vida



-

Descubra os 3 benefícios de conversar



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Olhão abre época alta com mais 590 lugares de estacionamento

Olhão abre época alta com mais 590 lugares de estacionamento

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Antigo edifício dos CTT de Alcoutim dá lugar a cinco fogos de habitação

Antigo edifício dos CTT de Alcoutim dá lugar a cinco fogos de habitação

ver mais
 
Praias algarvias interditas a banhos por algas “potencialmente perigosas”

Praias algarvias interditas a banhos por algas “potencialmente perigosas”

ver mais
 
Programa DiVaM apresenta “A Viagem em Píndaro” em Milreu e André Júlio Turquesa na Fortaleza de Sagres

Programa DiVaM apresenta “A Viagem em Píndaro” em Milreu e André Júlio Turquesa na Fortaleza de Sagres

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio