Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Anabela Afonso (Stª Bárbara de Nexe)

Anabela Afonso (Stª Bárbara de Nexe)
Imprimir Partilhar por email
15-10-2015 - 19:32
O Algarve Primeiro teve curiosidade em conhecer mais de perto, Anabela Afonso que, nas últimas legislativas se assumiu como cabeça de lista da candidatura cidadã Livre/Tempo de Avançar, pelo círculo de Faro.
 
Uma incansável defensora de causas, Anabela Afonso confessa que “desde muito cedo me interessei por Política, interesse que me levou a duas tentativas de aproximação ao PS (uma ainda aos 17/18 anos) e uma mais tarde, já nos 20 e muitos, altura em que cheguei a filiar-me. Participei numa ou duas reuniões e nunca mais voltei, por sentir que não passava por ali a noção que eu tinha de participação política.”
 
Aos 43 anos assumiu uma posição pública como cabeça de lista da candidatura cidadã Livre/Tempo de Avançar, pelo círculo de Faro porque “no meu percurso profissional tenho presenciado como em particular o acesso à cultura pode ser um instrumento fundamental no combate à exclusão social e na capacitação, sobretudo dos mais jovens, de formas de interpretar o mundo e de enfrentar os desafios que a sociedade contemporânea lhes coloca.”
 
Natural da Bordeira, “na freguesia de Sta. Bárbara de Nexe, no concelho de Faro”, Anabela Afonso é licenciada em relações internacionais, com uma especialização pós licenciatura em gestão cultural e um mestrado em comunicação, cultura e artes, variante Teatro e intervenção social e cultural.
 
Presentemente é Chefe de Gabinete do Reitor da Universidade do Algarve.
 
Ao longo do seu percurso profissional, “passei pela Associação de Municípios do Algarve e pelo Município de Faro, a cujos quadros pertenço como técnica superior.”
 
Passou pelo Museu de Faro e teve a seu cargo a coordenação da divisão de cultura.
Acompanhou, desde o seu início, o projeto do Teatro Municipal de Faro (Teatro das Figuras), “onde passei pela produção, programação e por fim direção, até ao final de 2013, altura em que fui convidada pelo novo reitor da Universidade do Algarve, para sua chefe de gabinete, cargo que continuo a exercer.”
 
Do seu vasto currículo é também de realçar a experiência na criação e direção de associações ligadas ao setor cultural. Foi Sócia fundadora da AGECAL – Associação dos Gestores Culturais do Algarve, fez o acompanhamento do projeto de arquitectura, da construção e programação do Teatro Municipal de Faro entre 2001 e 2005.
 
Em 1998 foi representante da AMAL na Comissão Organizadora da Presença do Algarve na Expo’98 e, ainda no mesmo ano, integrou a organização da passagem pelo Algarve da digressão da orquestra Chinesa de Macau.
 
Entre muitos outros marcos importantes do seu percurso profissional, Anabela Afonso fez parte da organização da participação da AMAL nas Comemorações dos 500 anos da Descoberta do Brasil, no Município de Niterói em Abril de 1998.
 
Entre Novembro de 96 e Abril de 1997, integrou a organização da Missão Empresarial “O Algarve em Macau” promovida pela AMAL.
 
Participou nas I Jornadas de Investigação em Artes e Comunicação do CIAC – Centro de Investigação em Artes e Comunicação da Universidade do Algarve, bem como no Seminário Internacional Cultura, factor de criação de riqueza, promovido pela Fundação Oriente.
 
A participação no encontro Museus e Educação, no Centro Cultural de Belém e no Seminário “Marketing para as Artes e Cultura – Identificação de Mercados para empreendimentos artísticos e culturais, é também alvo de destaque.
 
Com um vasto percurso ligado à educação e à cultura, Anabela Afonso realça: “recuso-me a aceitar que o acesso à literatura, ao teatro, à dança, à música, às artes visuais se torne um privilégio apenas daqueles que podem pagar.
 
Recuso-me a aceitar que o Algarve (tal como outras regiões do país) continue a pagar o preço da invisibilidade política, por não sermos mais de 500.000 almas. Cabe ao estado assegurar que através da educação e da cultura, a mobilidade social e a coesão social do território se torne uma realidade.”
 
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Federação Internacional de Motociclismo elege um farense para a presidência (2018)



-

Luís Barriga é já um nome firmado na literatura algarvia



-

Jorge Tavares



-

Russel M. Santos



-

Grupo de Charolas União Bordeirense



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Castro Marim:Francisco Amaral prevê eleições antecipadas já em 2019

Castro Marim:Francisco Amaral prevê eleições antecipadas já em 2019

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Albufeira 10 anos a somar galardões ECOXXI

Albufeira 10 anos a somar galardões ECOXXI

ver mais
 
Lagos apresentou plano para ser cidade de referência no desporto federado e lazer

Lagos apresentou plano para ser cidade de referência no desporto federado e lazer

ver mais
 
PCP quer respostas do Governo sobre as carreiras dos enfermeiros do CHUA

PCP quer respostas do Governo sobre as carreiras dos enfermeiros do CHUA

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio