siga-nos | seja fã
PUB
 

As crianças e jovens continuam a ingerir sal em excesso

As crianças e jovens continuam a ingerir sal em excesso
Imprimir Partilhar por email
20-04-2016 - 22:22
Muitas vezes não se sabe de onde vem o sal que as crianças e jovens ingerem em excesso, razão pela qual um estudo realizado pela Universidade do Porto apresenta os alimentos com alto teor de sódio.
 
Note-se que a Direção-geral de Saúde vem alertando a população para o consumo excessivo de sal que começa logo nas crianças.
 
Para que se perceba a origem desse consumo excessivo de sódio, uma equipa de investigadores da Universidade do Porto apresentou as conclusões de um estudo levado a cabo durante o ano de 2015.
 
Os resultados do trabalho de investigação dão conta de excesso de sal nos cereais, no pão e também na sopa.
 
O estudo foi desenvolvido pela Faculdade de Ciências da Nutrição da Universidade de Porto e revela que, quase metade do sal consumido pelos adolescentes vem do grupo alimentar dos cereais e derivados, onde se inclui o pão.
 
Segundo a mesma investigação feita no Porto e em Braga, 41% do sal consumido vinha do grupo alimentar dos cereais, onde o pão “continua a ser um forte contribuidor”, como adiantou a investigadora Carla Gonçalves.
 
A equipa de trabalho da Faculdade de Ciências da Nutrição da Universidade de Porto, analisou o teor de sódio na urina de adolescentes e inquiriram-nos sobre os consumos alimentares das últimas 24 horas.
 
Os resultados deste estudo vão ser apresentadas pela equipa portuguesa na reunião que decorre esta quarta e quinta-feira em Lisboa do grupo para a redução do consumo de sal da Região Europeia da Organização Mundial da Saúde.
 
O estudo sobre o consumo de sal em adolescentes colocou em segundo lugar os produtos de carne e derivados, contribuindo em 16% para o total de sal ingerido. Seguia-se o leite e derivados (11%) e os molhos e sopas (também com 11%).
 
Atendendo a estes resultados, torna-se urgente reduzir significativamente a forma de tempero dos alimentos.
 
A sopa é um prato muito rico em termos nutricionais que acaba por ficar prejudicado pelo excesso de sal que lhe é adicionado, sublinha a investigadora Carla Gonçalves.
 
De acordo com dados apresentados há um mês pela Direção-geral da Saúde (DGS), mais de 70% das crianças portuguesas, de oito e nove anos, e mais de 80% dos adolescentes, dos 13 aos 17 anos, consomem sal acima dos valores recomendados.
 
O relatório “Portugal – Alimentação Saudável em Números 2015” mostra que, na faixa etária dos sete aos oito anos, 74% dos meninos e 70% das meninas têm um consumo de sal inadequado. Dos 13 aos 17 anos, o nível de consumo excessivo de sal aumenta para 84%, nos rapazes, e para 72%, nas raparigas.
 
O consumo de sal é uma guerra que temos de continuar a travar”, considera Pedro Graça, coordenador do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável.
 
As estratégias de redução do consumo de sal na região europeia têm sido dirigidas para a educação da população e pela tentativa de reformulação da oferta alimentar, trabalhando em pareceria com a indústria.
 
Em Portugal, a DGS está a trabalhar com a indústria e com a restauração de forma a reduzir 4% ao ano o sal que é oferecido nos produtos alimentares.
 
Também em casa é fundamental alterar a quantidade de sal utilizada para temperar os alimentos. A confeção deve incluir ervas aromáticas que conferem um agradável sabor aos alimentos e permitem reduzir o sal nos pratos.
 
A sopa confecionada em casa, deve ter em conta também esse aspeto, não sendo demais começar já a reduzir o sal como forma de tempero. De acordo com os especialistas, é tudo uma questão de hábito e de experimentar novos sabores com mais qualidade e saúde.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Saúde mental e a importância das carícias emocionais



-

Psicólogos comprovam:cozinhar faz bem à saúde mental



-

O stress “faz” engordar



-

Vamos cuidar da saúde oral!



-

Septoplastia – Cirurgia de Desvio do Septo



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
PCP preocupado relativamente à atribuição de recursos para as Casas de Acolhimento de Crianças e Jovens em Perigo na região

PCP preocupado relativamente à atribuição de recursos para as Casas de Acolhimento de Crianças e Jovens em Perigo na região

ver mais
 
Câmara Municipal de Albufeira assinalou Dia Internacional do Voluntariado

Câmara Municipal de Albufeira assinalou Dia Internacional do Voluntariado

ver mais
 
José Mendes Bota recebeu Prémio "Maria Veleda" com promessa de mudar mentalidades

José Mendes Bota recebeu Prémio "Maria Veleda" com promessa de mudar mentalidades

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio