Sociedade

Baixa de Faro apresenta exposição das "Árvores Nativas de Portugal"

A União das Freguesias de Faro, em parceria com a associação de Comerciantes da Baixa e com a ABAE – Associação Bandeira Azul, vai promover de 2 a 11 de julho, uma exposição alusiva às "Árvores Nativas de Portugal", que vai decorrer na Rua de Santo António e Rua Vasco da Gama.

 
A iniciativa tem como objetivo dar a conhecer as árvores nativas de Portugal à população em geral e o seu papel no sistema climático, focando-se no tema de valorização do território, do ponto de vista biológico e ecológico, histórico e cultural e ainda ponto de vista económico, adianta nota enviada à comunicação social.
 
A autarquia informa que, esta exposição, composta por gravuras em formato A1, refere as principais características, curiosidades e suas utilizações e faz alusão às 20 principais espécies de árvores originárias do território português, nomeadamente o Amieiro, Azevinho, Azinheira, Carvalho-alvarinho, Carvalho-cerquinho, Carvalho-negral, Castanheiro, Choupo-branco, Dragoeiro, Freixo, Lodão-bastardo, Loureiro, Medronheiro, Oliveira, Pilriteiro, Pinheiro-manso, Salgueiro-branco, Sobreiro, Teixo e o Ulmeiro.
 
A área de distribuição geográfica destas espécies, no seu conjunto, abrange não só todo o território continental, mas também os arquipélagos dos Açores e da Madeira, "mostrando a riqueza da vegetação do território português, a biodiversidade da nossa floresta e a importância para a sua preservação", frisa o mesmo documento.