Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Câmara de Loulé aprova proposta que salvaguarda "área central e estratégica" de Quarteira

Câmara de Loulé aprova proposta que salvaguarda "área central e estratégica" de Quarteira
Imprimir Partilhar por email
04-09-2019 - 20:19
Tal como já era esperado foi hoje aprovada por maioria (com os votos contra dos dois vereadores do PSD), em reunião da Câmara Municipal de Loulé, a proposta de estabelecimento de medidas preventivas para a freguesia de Quarteira, no âmbito do processo de revisão do Plano Diretor Municipal de Loulé.
 
A autarquia justifica esta proposta porque diz respeito a uma área que abrange 1,3 hectares, onde ocorre semanalmente o mercado da fruta de Quarteira, «e que se assume como um espaço nobre e estratégico na cidade até porque é das únicas áreas inseridas em solo urbano consolidado, com alguma dimensão, a sul da Av. Francisco Sá Carneiro, sem compromissos urbanísticos válidos e não ocupada por edificações».
 
Seundo o presidente da autarquia louletana, “a dimensão e localização central e estratégica da área em causa, no contexto da cidade de Quarteira, é fundamental para assegurar a existência de áreas de descompressão urbanística que possam ser integradas na estrutura ecológica municipal, com o objetivo de garantir o equilíbrio harmonioso entre o edificado consolidado e as áreas vocacionadas para o espaço público, traduza-se ele em espaços verdes, estacionamento, zonas de lazer, circuitos de mobilidade suave ou outros”.
 
Saliente-se que na área de intervenção das medidas preventivas são interditas as operações de loteamento e obras de urbanização, de construção, de ampliação, de alteração e de reconstrução, bem como trabalhos de remodelação de terrenos. As mesmas vigoram pelo prazo de dois anos, prorrogável por mais um ano, caducando com a entrada em vigor da revisão do PDM.
 
Esta decisão de adoção de medidas preventivas vem na linha do que o executivo de Loulé tem defendido ao longo dos anos para esta área de Quarteira, em particular o presidente Vítor Aleixo que, nos mandatos em que assumiu as funções de vereador da oposição, defendeu para que aqui fosse criada uma área de uso e interesse exclusivamente público. Refira-se que esta zona foi objeto de um procedimento de elaboração de um Plano de Pormenor cuja suspensão/extinção do procedimento ocorreu em 2015, por proposta do presidente.
 
COMENTÁRIOS
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Homem atacado por cão na Praia de Faro

Homem atacado por cão na Praia de Faro

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Portimonense/Vitória FC sem golos

Portimonense/Vitória FC sem golos

ver mais
 
Portimão acolhe encerramento nacional da Semana Europeia do Desporto

Portimão acolhe encerramento nacional da Semana Europeia do Desporto

ver mais
 
II Liga:Farense perde com o Académico de Viseu

II Liga:Farense perde com o Académico de Viseu

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio