Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Câmara de Vila Real de St. António recebe última tranche de 2,5 milhões do Fundo de Apoio Municipal

Câmara de Vila Real de St. António recebe última tranche de 2,5 milhões do Fundo de Apoio Municipal
Imprimir Partilhar por email
14-05-2019 - 13:03
Redução da despesa em cerca de 20% permitiu ao município receber a terceira e última prestação do Fundo de Apoio Municipal, no montante de 2,5 milhões de euros, verba que permitirá saldar dívida e consolidar o caminho de equilíbrio financeiro exigido à Câmara Municipal, destaca comunicado da autarqua.
 
Segundo o mesmo documento enviado à imprensa, "na sequência do cumprimento e da aplicação correta das medidas de controlo e contenção orçamental, o município de Vila Real de Santo António já recebeu a terceira tranche financeira do Fundo de Apoio Municipal (FAM), medida que vai contribuir ainda mais para estabilizar as contas do município, saldar as dívidas a fornecedores e regularizar os passivos contingentes".
 
A autarquia avança mesmo que "pela primeira vez, em vários anos, deixa de acumular dívida, tendo algumas das principais mudanças, atestadas pelo FAM, incidido na redução do fornecimento de bens e serviços, na reorganização da estrutura camarária e na racionalização de gastos com pessoal".
 
«Em apenas um ano, a autarquia de Vila Real de Santo António reduziu a sua despesa em cerca de cinco milhões de euros. Estes resultados são claramente positivos e demonstram que os resultados da aplicação do Programa de Equilíbrio Orçamental, que tem como missão recuperar as contas municipais, está a produzir resultados muito satisfatórios», afirma Conceição Cabrita, presidente da Câmara Municipal de VRSA.
 
«O recebimento da terceira tranche do FAM é, aliás, um voto de confiança relativo ao esforço que tem sido desenvolvido por este executivo para dar a volta a uma autarquia que se encontrava em situação de ruptura e que começa agora a equilibrar-se de forma inequívoca», prossegue a autarca.
 
De acordo com o Fundo de Apoio Municipal, e tendo em consideração a análise da execução orçamental até ao terceiro trimestre de 2018, a despesa total do município registou um decréscimo de 18,1% face às previsões, «espelhando um esforço de consolidação orçamental» e uma «evolução positiva dos saldos orçamentais».
 
Para a obtenção destes resultados está também a contribuir o plano de racionalização da despesa, através de "uma gestão criteriosa" nos dos apoios sociais e prestações pagas às instituições, na "profunda" revisão da política de eventos e na diminuição efetiva dos custos e perdas financeiras.
 
«Estes são apenas os primeiros números que comprovam que o caminho de rigor orçamental deste executivo está a dar resultados e consolida uma nova forma de governação que tem sabido encontrar novas soluções para renegociar a dívida contraída e herdada», afirma Conceição Cabrita.
 
«Estamos seguros de que este é o único caminho possível e só com este conjunto de medidas rigorosas está a ser possível arrumar a casa, recuperando a credibilidade da nossa autarquia e preparando os desafios cada vez mais exigentes do futuro», conclui a autarca.
 
 
COMENTÁRIOS
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Vítor Neto responsabiliza algarvios pelo estado a que chegou o SNS na região

Vítor Neto responsabiliza algarvios pelo estado a que chegou o SNS na região

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Aldeia do Azinhal vai ser "palco" do XXV Festival de Folclore

Aldeia do Azinhal vai ser "palco" do XXV Festival de Folclore

ver mais
 
Câmara de Lagos apoia entidades desportivas ligadas à Vela e ao Desporto Adaptado

Câmara de Lagos apoia entidades desportivas ligadas à Vela e ao Desporto Adaptado

ver mais
 
Câmara Municipal de Loulé e In Loco unidas na campanha "Produção e Consumo Local"

Câmara Municipal de Loulé e In Loco unidas na campanha "Produção e Consumo Local"

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio