Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Campanha Eleitoral do PAN alerta para problemas ambientais no Algarve

Imprimir Partilhar por email
20-05-2019 - 18:33
O cabeça de lista do PAN às Europeias, Francisco Guerreiro, e o Deputado André Silva, estiveram com o PAN Algarve este domingo, 19 de maio, em Portimão, Lagoa, Albufeira, Faro e Olhão.
 
Segundo comunicado do partido, a visita ao distrito iniciou-se em Portimão, no Mercado de Alvor, onde Francisco Guerreiro alertou para a importância de se promover a agricultura tradicional, familiar e biológica, redirecionando os fundos comunitários atualmente alocados à agropecuária "altamente" poluente praticada no nosso país. 
 
Também aqui, o cabeça de lista do PAN às Europeias de 26 de maio apresentou como uma das grandes bandeiras do partido terminar com a sobrepesca no espaço europeu, problema que afeta também as vilas piscatórias algarvias, "já que os stocks piscícolas estão altamente afetados e em risco".
 
Em Lagoa, a comitiva do PAN visitou a zona húmida das Alagoas Brancas em conjunto com uma dezena cidadãos que reivindicam o fim da destruição de uma das poucas zonas húmidas que restam neste município, e no Algarve, aquela que apresenta maior número de espécies. O PAN quer travar a construção de novos espaços comerciais naquela zona, que ameaçam 120 espécie de aves, segundo um estudo da Associação Almargem, algumas em risco de extinção, como o íbis-preto. Em diálogo com a comunidade local, Francisco Guerreiro e André Silva rejeitaram os princípios "que atualmente moldam as políticas locais e nacionais e que colocam continuadamente a economia acima da proteção do ambiente".
 
Já no concelho de Faro, o PAN visitou o Jardim da Alameda, que critica "a zona afetada pelas podas radicais, denominadas podas de rolagem". 
 
Os vários elementos do PAN assinaram uma petição cidadã que manifesta o repúdio pelas podas de árvores efetuadas em várias zonas da cidade, ordenadas pela Câmara Municipal de Faro que diz "não haver qualquer fundamento urbanístico, ambiental ou científico, ação preocupante dado a região do Algarve ser uma das mais afetadas com a crise da desertificação provocada pelas Alterações Climáticas".
 
Paulo Baptista, deputado na Assembleia Municipal de Faro, reconhece que «há cada vez mais um discurso político transversal que reconhece a importância da preservação da Natureza e do património natural de cada local, no entanto a prática, muitas vezes acaba por ainda não acompanhar as intenções verbais». 
 
A ação de campanha no Algarve terminou com uma visita ao Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa que para o PAN, "apesar de ser um projeto imprescindível para a valorização ambiental desta região e para a proteção da vida selvagem e seus ecossistemas, está neste momento em risco de perder a sua principal fonte de financiamento com o fim das medidas ambientais compensatórias pela ampliação do aeroporto de Faro, que até agora garantiam a subsistência desta Organização Não Governamental". 
 
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Violência:Homem deixa namorada inconsciente na via pública

Violência:Homem deixa namorada inconsciente na via pública

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
DGS:Algarve mantém 366 infetados

DGS:Algarve mantém 366 infetados

ver mais
 
Detidos 4 homens por roubos com arma de fogo em Olhão

Detidos 4 homens por roubos com arma de fogo em Olhão

ver mais
 
Polícia Marítima apreende cerca de 140Kg de berbigão na Ria Formosa

Polícia Marítima apreende cerca de 140Kg de berbigão na Ria Formosa

ver mais
 
 
 
 
Alô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio