Sociedade

Campanha para ajudar Constança está online

Foto|D.R
Foto|D.R
Segundo partilhou a mãe da criança, o objetivo é recolher o maior número de tampinhas e donativos para um tratamento de fisioterapia intensiva.

 
A Constança nasceu a 30 de abril de 2018, no Hospital de Portimão, e na altura do seu nascimento, os médicos detetaram aquilo que parecia ser uma doença genética.
 
Depois de uma operação efetuada ao coração aos 6 meses de idade, foi-lhe diagnosticada microcefalia, síndrome rara relacionada com a mutação do gene KAT6A. Estima-se que no mundo sejam portadoras desta doença, apenas 250 pessoas.
 
As características da doença são várias como atrasos severos na fala, atrasos gerais no desenvolvimento da criança, problemas de alimentação, problemas de visão e sensoriais, anomalias cardíacas, graves problemas gastrointestinais e até convulsões.
 
A Constança precisa de fazer um primeiro tratamento de fisioterapia intensiva, no CHS - Centro de Estimulação Intensiva em Braga, onde diariamente se aplica o protocolo terapêutico MIIP - Multi-fatorial, Integral, Intensivo e Personalizado.
 
Para que possa ser estimulada, com a ajuda destes médicos, «quem sabe um dia poder andar e falar, a ajuda de todos é importante», diz a mãe, Anadá Filipitsch.
 
A criança agora com 2 anos, tem sido acompanhada em Lagos, pela Drª Tânia Camilo, na Técnifisio e na NECI - Núcleo de Educação da Criança Inadaptada, onde tem feito fisioterapia e terapia da fala.
 
A autarquia de Lagos também foi contactada, para apoiar nas sessões de Hidroterapia.
 
Para ajudar poderá obter mais informações na página de Facebook "Morning Smile with Constança".