Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

CDU propõe que Assembleia Municipal de Olhão discuta a não aceitação da transferência de competências

CDU propõe que Assembleia Municipal de Olhão discuta a não aceitação da transferência de competências
Imprimir Partilhar por email
22-01-2019 - 18:37
Os eleitos da CDU apresentaram um requerimento dirigido ao Presidente da Assembleia Municipal de Olhão, visando o agendamento de uma Assembleia Municipal Extraordinária para a discussão da não aceitação da transferência de competências da Administração Central, por parte da autarquia.
 
Para a CDU esta iniciativa, que aguarda agora o posicionamento das restantes forças políticas com representação no órgão, visa permitir a discussão sobre a transferência de um conjunto de competências e encargos da administração central para as autarquias locais.
 
A CDU recorda em comunicado que em Agosto propôs o agendamento de uma reunião da Assembleia Municipal de Olhão para, de acordo com a lei, discutir a transferência de competências. "A decisão do município de não discutir esta matéria publicamente, no órgão com a legitimidade legal para o fazer, expôs a autarquia a decisões que podem lesar os interesses do município e das populações", temem os representantes da Coligação Democrática Unitária. 
 
E relembram que o processo de transferência de competências resulta não de um amplo debate na sociedade portuguesa, mas de um acordo firmado entre PS e PSD em Abril de 2018 e que mais não visa do que a desresponsabilização do Estado do seu papel no Serviço Nacional de Saúde, na Escola Pública, na Segurança dos cidadãos, na Justiça, na Cultura, nos edifícios e equipamentos públicos. "Um processo que, a ir por diante em toda a sua extensão, agravaria os desequilíbrios e injustiças no território, estrangularia financeiramente as autarquias, degradaria os serviços públicos, empurraria vários serviços para as mãos dos grupos económicos, ameaçaria os direitos dos trabalhadores", acrescenta o mesmo comunicado. 
 
Para a CDU, o caminho que precisa de ser percorrido "é o inverso daquele que PS, PSD e CDS têm vindo a impor ao Poder Local e à vida das populações, isto é, dar início a um processo sério de descentralização inseparável da consideração da criação das regiões administrativas e da reposição das freguesias liquidadas contra a vontade das populações, encetar um processo de recuperação da capacidade financeira dos municípios e da sua plena autonomia, requisitos indispensáveis para o exercício pleno daquelas que são hoje as atribuições do poder local e as competências dos seus órgãos, ao mesmo tempo que seja feita a identificação no domínio da transferência de novas competências, das que se adequem ao nível municipal, não comprometendo direitos e funções sociais do Estado (designadamente a sua universalidade) e que sejam acompanhadas dos meios financeiros adequados".
 
Recorde-se que o Município de Olhão responsabiliza-se por novas competências já em 2019.
 
Em nota de imprensa enviada à comunicação social no passado dia 2 de janeiro, o Município de Olhão disse "estar preparado para assumir em pleno já este ano as novas atribuições previstas na Lei-quadro da transferência de competências para as autarquias locais e para as entidades intermunicipais".
 
Garantia deixada pelo líder da autarquia, António Miguel Pina, para quem esta nova realidade “representa uma salto positivo na eficácia da gestão do território e dos serviços”.
 
As principais áreas e competências dos órgãos municipais previstas na nova lei serão a Educação, Saúde, Praias marítimas, fluviais e lacustres, Bombeiros voluntários, Estruturas de atendimento ao cidadão, Habitação e Estacionamento público.
 
 
COMENTÁRIOS
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Nova campanha da CP lança viagens Faro-Lisboa por 4,50 euros

Nova campanha da CP lança viagens Faro-Lisboa por 4,50 euros

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Secretário de Estado da Economia na cerimónia que distingue empresas do concelho de Loulé

Secretário de Estado da Economia na cerimónia que distingue empresas do concelho de Loulé

ver mais
 
PJ de Portimão detém homem por manter relações sexuais com filha menor de companheira

PJ de Portimão detém homem por manter relações sexuais com filha menor de companheira

ver mais
 
Obra que requalifica frente ribeirinha de Olhão adjudicada por 1,75 milhões de euros

Obra que requalifica frente ribeirinha de Olhão adjudicada por 1,75 milhões de euros

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio