Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Como atrair sorte enquanto dorme
Imprimir Partilhar por email
Na sua obra Fator Atracão, Joe Vitale já tinha demonstrado o poder da mente na captação de sensações positivas e na capacidade de atrair aquilo que se pretende para a nossa vida.
 
Para este professor, o importante é sabermos muito bem o que queremos e assumir que não existem impossíveis. O autor diz na sua obra que, há muitos anos atrás, ninguém acreditava que uma pessoa em cadeira de rodas fosse capaz de praticar desporto, na realidade, o desporto adaptado vem provar exatamente o contrário. Nesta perspetiva e, atendendo ao muito sucesso dos atletas paralímpicos, temos um grande exemplo do quanto é possível superar obstáculos e conseguir alcançar um nível acima na nossa existência. 
 
O mesmo se passa com as grandes invenções a que o mundo tem assistido e que eram impensáveis nos séculos anteriores. Quer isto dizer que, o ser humano tem capacidade de concretizar o que for capaz de idealizar e de dar uma forma concreta.
 
Nesta dimensão, é fácil ter sorte, basta visualizar aquilo que se pretende e o nosso cérebro se encarregará de, mais cedo ou mais tarde, nos concretizar esse desejo porque fará de tudo para nos ajudar a chegar a esse objetivo.
 
Isto não quer dizer que não tenhamos de trabalhar, muito pelo contrário, quer dizer é que passamos a trabalhar de uma forma orientada para o que queremos; temos um foco, uma direção e acabamos por construir o nosso percurso em sintonia com essa linha de orientação.
 
Para Joe Vitale é muito importante tirar uma foto do que se pretende, escrever os nossos objetivos de forma clara e concreta, bem como ser capaz de nos imaginarmos já a possuir aquilo que queremos. Para este especialista, ao termos a representação concreta do que queremos, conseguimos fazer de tudo para lá chegarmos passo a passo. É como que ter o objetivo de comprar um carro daquela marca e numa determinada cor e trabalhar nesse sentido. Neste caso, ter presente a foto do carro ou da casa dos nossos sonhos, ajuda o nosso cérebro a visualizar o que nós pretendemos. É como se tivéssemos de mostrar ao nosso “Eu interior” aquilo que realmente desejamos para que ele nos ajude a concretizar dando as suas pistas e soluções para lá chegarmos.
 
Partindo desta base, são muitos os interessados que acrescentam a esta teoria a ideia de que podemos fazer isso tudo a dormir, ou seja, antes de irmos para a cama pensamos naquilo que queremos. Depois, construímos essa ideia e, dia após dia, estamos a aproximar-nos daquilo que queremos devido ao trabalho natural do nosso inconsciente.
 
Está provado que, quando vamos para a cama com uma pergunta, em muitos casos, acordamos a meio da noite com a resposta. Foi também assim que se construíram muitas músicas, muitos poemas, muitos planos. Ao adormecer com uma determinada ideia, durante o sono “faz-se luz” e conseguimos visualizá-la e encontrar as soluções que pretendemos.
 
Partindo desta base que muitos já experimentaram e podem comprovar, jamais podemos abdicar do nosso tempo de sono e de descanso, pois para além de todos os benefícios que encerra para a saúde física e mental, ainda nos ajuda a concretizar os nossos sonhos e planos realistas. No fundo, é tirar cada vez mais partido do que somos e temos, pois o ato de meditar antes de dormir, de pensarmos no que queremos e de visualizarmos claramente o que pretendemos, faz com que o nosso inconsciente “trabalhe” nesse sentido enquanto estamos a descansar.
 
Um dos segredos de Joe Vitale no seu livro Fator Atracão é reunir o máximo de informação concreta sobre aquilo que queremos e permitir que o nosso pensamento construa essa ideia.
 
Escrevemos num papel que já temos o carro dos nossos sonhos, que vivemos na casa dos nossos sonhos, que somos muito felizes com a nossa relação amorosa, que temos o melhor filho do mundo. No verso desse papel, escrevemos aquilo que queremos melhorar, utilizando sempre frases positivas. “Eu quero ter mais dinheiro”, “eu quero ir para a empresa X e sair da Y”. O autor aventa que não devemos utilizar frases na negativa, uma vez que o nosso cérebro lida muito melhor e mais facilmente com a ordem positiva. Depois, na nossa meditação procuramos visualizar exatamente o que queremos e nós a triunfar com essa conquista. Vamos dormir. No dia seguinte, o nosso cérebro fornece-nos pistas acerca de como nos podemos aproximar desses objetivos e, aos poucos, vamo-nos aproximando mais e mais daquilo que queremos.
 
O essencial é acreditar que tudo é possível, é ter coragem para ascender um nível de existência. Temos de sair do nível da maior parte das pessoas que se situa nos media, nas noticias sensacionalistas que nos retiram a esperança e a força para lutar e para acreditar. Temos de passar pelas noticias e acreditar que é sempre possível construir um mundo melhor, ter uma vida melhor, basta que nos concentremos nesse sentido, que tenhamos essa convicção e que façamos o mesmo exercício diariamente. Podemos e devemos ir acrescentando planos à nossa ideia inicial, desde que a base seja a mesma. Visualizar aquilo para o qual estamos a trabalhar e a lutar. Joe Vitale acredita no magnetismo pessoal que atrai o melhor que existe no universo, para tal, é preciso que nos tornemos disponíveis para receber o que pretendemos. O primeiro passo é saber exatamente o que queremos, depois vamos encontrando as respostas para lá podermos chegar. É importante “ler os sinais”. Saber quando devemos avançar ou recuar. Estar atentos ás pessoas à nossa volta, pois muitas vezes, as respostas estão ali mesmo ao lado, é só ir buscá-las.
 
Mesmo que não acredite nesta técnica, nada custa tentar! Não tem de acreditar em nada de novo, mas sim nas suas potencialidades e que o universo, Deus, ou a fonte em que deposita as suas crenças o vai ajudar. Confie e trabalhe seguindo as orientações do seu “eu consciente” e comprove. Não custa nada e pode dar um novo sentido aos seus pedidos, a dormir e acordado. Boa sorte!
 
Fátima Fernandes
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86468)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36244)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(15976)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(12677)

Não podemos viver sem amor

(11414)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(9740)

A mentira: um mal necessário

(8594)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8373)

Idade não traduz maturidade

(7942)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7653)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7639)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(6581)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5159)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5071)

É Demissexual?

(4867)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4856)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4652)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4253)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4179)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4148)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(3997)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(3987)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(3969)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(3944)

O poder das ervas aromáticas

(3864)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3769)

A “ciência” do aperto de mão

(3741)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3657)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3648)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3645)

A família é a base do sucesso escolar

(3605)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3598)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3596)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3582)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3558)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3537)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3521)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3504)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3452)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3431)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3367)

O que muda na mulher aos 40?

(3330)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3292)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3214)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3180)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3128)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3118)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3077)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3068)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3062)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Comissão Nacional do Território e CCDR Algarve alinhadas quanto ao licenciamento de casas móveis

Comissão Nacional do Território e CCDR Algarve alinhadas quanto ao licenciamento de casas móveis

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
São Brás de Alportel informou sobre apoios existentes a emigrantes que regressem a Portugal

São Brás de Alportel informou sobre apoios existentes a emigrantes que regressem a Portugal

ver mais
 
Festival de Órgão do Algarve nas Igrejas de Faro, Portimão, Boliqueime e Tavira

Festival de Órgão do Algarve nas Igrejas de Faro, Portimão, Boliqueime e Tavira

ver mais
 
Autores algarvios apresentam "Lendas Alentejanas"

Autores algarvios apresentam "Lendas Alentejanas"

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio