Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Como é que se encontra o equilíbrio e o bem-estar?
Imprimir Partilhar por email
Em primeiro lugar, é preciso ter em conta que, o bem-estar é algo que surge de dentro de nós e que se alimenta com aquilo que se recebe do exterior.
 
Estamos felizes quando estamos confortáveis, num lugar limpo e organizado, numa atmosfera harmoniosa, mas quando o nosso cérebro e o nosso mundo sensorial consegue reconhecer esse ambiente e esse bem-estar.
 
Quer isto dizer que, podemos ter a melhor casa do mundo, um carro maravilhoso, mas se não sentirmos boas energias e sensações, nada nos proporciona bem-estar, alegria e satisfação.
 
Por outro lado, podemos ter menos objetos materiais, mas sentirmo-nos muito bem num determinado lugar ou na companhia de algumas pessoas, isto porque a nossa mente reconhece essas emoções e desfruta-as.
 
De uma forma muito linear, pode-se afirmar que estamos bem em qualquer lugar, precismaos apenas de libertar as nossas sensações, o nosso bem-estar e a harmonia entre a nossa mente, o nosso físico e as emoções.
 
Para que tal se conquiste, é necessário treino. Tal como precisamos de praticar exercício físico se queremos ter o nosso corpo em forma, é igualmente fundamental que o nosso organismo passe a reconhecer três áreas fundamentais diariamente: a razão, o coração e o físico.
 
Tudo funciona em articulação e não separadamente, pelo que temos de dar espaço e tempo diário para nos certificarmos de que estamos em conformidade com o que cada área precisa para se sentir bem.
 
Importa ter em conta que existem diversas técnicas para conseguir harmonizar estas três áreas essenciais de vida, mas basta que cada pessoa tome consciência que tem de harmonizá-las para que comece a fazer esse processo naturalmente. 
 
Claro que é necessário parar no final do dia, dar um tempo para descodificar aquilo que o nosso cérebro nos transmite e perceber até que ponto nos sentimos bem para afirmarmos que a harmonia está reposta depois de um dia de trabalho exigente e com várias solicitações.
 
Tanto ajuda meditar como estar consigo mesmo, ouvir um pouco de música, escreveer, pintar, fazer ginástica. É fundamental que esteja só consigo mesmo para que possa receber aquilo que o cérebro tem para lhe dizer no final de cada dia.
 
Não se esqueça de que, muito mais importante do que vem do exterior, é aquilo que se sente dentro de nós! A felicidade só existe quando ambos os lados estão em sintonia e harmonizados e, esse é o desafio diário para quem quer ser feliz e estar bem consigo e com os outros.
 
Fátima Fernandes
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

O que fazer quando as pessoas não se entendem?



-

Somos aquilo que queremos ser



-

Viver “um dia de cada vez” não é solução para os nossos problemas



-

Nem tudo “se paga” neste mundo



-

Tratamos bem quem nos trata bem!



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Professora de escola de Olhão vence prémio “Professor Inovador do Ano”

Professora de escola de Olhão vence prémio “Professor Inovador do Ano”

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Em junho há Kickboxing na Casa do Povo de São Bartolomeu de Messines

Em junho há Kickboxing na Casa do Povo de São Bartolomeu de Messines

ver mais
 
Município de São Brás de Alportel lança Programa “Mais Família Sénior”

Município de São Brás de Alportel lança Programa “Mais Família Sénior”

ver mais
 
Semana Intercultural de Portimão começa com uma história para crianças

Semana Intercultural de Portimão começa com uma história para crianças

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio