siga-nos | seja fã
PUB
 

Como encontrar o equilíbrio em 10 passos

Como encontrar o equilíbrio em 10 passos
Imprimir Partilhar por email
08-08-2017 - 00:16
Em primeiro lugar, importa ter em conta que, o bem-estar e a felicidade existem dentro de cada pessoa e, não são algo que se procure ou encontre no exterior. Partindo deste pressuposto, a base é encontrar dentro de cada um de nós. “os botões” que precisam de ser ligados para que tudo funcione em harmonia e produzindo a tal sensação de felicidade.
 
É também fundamental ter em atenção que, a natureza e o ser humano estão em permanente estado de equilíbrio, pelo que, a conquista desse bem-estar depende essencialmente da capacidade de cada pessoa encontrar dentro de si, as boas sensações. É neste ponto que, aquilo que nos rodeia se assume como “ativador” daquilo que existe dentro de cada um de nós.
 
Perante a tomada de consciência daquilo que nos faz bem, é mais fácil orientar as escolhas, selecionar as pessoas que queremos manter em nosso redor, focar os nossos objetivos e prioridades.
 
Feita a introdução ao tema, vamos seguir os dez conselhos da Revista “Bons Fluidos”, para que se possa iniciar uma nova fase de vida, preferencialmente mais inspiradora e feliz!
 
1. Sendo o equilíbrio emocional a base da felicidade e bem-estar, é fundamental começar a incutir conceitos como diálogo, tolerância, afeto e sinceridade.
 
Naturalmente que não se encontram estes requisitos na maior parte das pessoas com quem se convive diariamente, nem seria possível dar resposta a tantas solicitações, ainda assim, é importante fazer-se acompanhar por pessoas com estes “ingredientes” para que o seu bem-estar comece a ganhar expressão. O parceiro, um amigo ou amiga, um grupo restrito de pessoas com que se convive, devem reunir estas características para que a relação seja positiva para ambas as partes.
 
Na mesma sequência, encontramos o ponto 2, que se refere à autoconfiança.
Adquirir autoconfiança não é mais que olhar bem para si, aprender a gostar dessas caraterísticas e a dar-lhes dimensão. A autoconfiança é o somatório daquilo que somos, mais o espaço do que queremos ser! É aceitarmo-nos tal como somos e reservar um “espaço” para nos acrescentarmos diariamente com as vivências, sejam elas positivas ou negativas. É imperioso ter em conta que, mesmo as experiências menos positivas, devem “ser aproveitadas” para a aprendizagem e evolução.
 
3. Exercitar a generosidade é também um ponto crucial, já que, está amplamente comprovado que a capacidade de nos darmos aos outros, está diretamente ligada ao equilíbrio, ao bem-estar, à autoconfiança e à própria felicidade. Nunca é demais recordar que, generosidade não é dar aquilo de que se necessita e ficar a lamentar a falta de agradecimento do outro! Generosidade é o desejo de oferecer algo sem pedir nada em troca; sem lamentar a oferta e retirar prazer desse gesto.
 
4. Controlar a ansiedade é outro ponto essencial para quem quer ser feliz! É fundamental aprender a viver cada momento, sem que se sofra por antecipação ou se projetem todas as atenções “no que irá ou não acontecer”. Um dos segredos é “ir lendo” os sinais da vida, já que, a pressa “retira a capacidade de concretizar os planos que a vida tem para nós”. A Revista Fluidos enfatiza que, “analisar o que nos acontece diariamente pode ser um importante truque para orientar as nossas escolhas.
 
5. Definir prioridade ajuda bastante a controlar a ansiedade e a encontrar o equilíbrio, enquanto que permite “celebrar” as conquistas!
 
Quando “recebe um conjunto de problemas ao mesmo tempo”, faça uma lista e organize a ordem com que vai resolver as situações. O mesmo se passa na organização doméstica, no emprego e em tudo na vida. Definidas as prioridades e o tempo de resolução, vá respirando fundo à medida em que ultrapassa cada etapa. Em pouco tempo terá tudo resolvido e com sucesso, acredite!
 
6. Vamos à resiliência: a arte de superar as adversidades.
 
É um facto inquestionável que, as adversidades existem, que é impossível ser feliz, sem ser infeliz; não por imposição, mas porque naturalmente estamos sempre em desequilíbrio e à procura precisamente desse bem-estar. Perante isto, é preciso “parar, escutar e Olhar”, que é como quem diz: analisar, escolher e decidir para que se compreenda o que aconteceu e se consiga seguir em frente.
 
O segredo é não fugir da realidade, mas sim tentar dar-lhe uma explicação aceitável.
 
7. Aprender a ter mais paciência é um requisito desejável nas mais variadas situações e requer uma tomada de consciência pessoal.
Ter paciência não é tolerar tudo, mas sim saber justificar aquilo que não tolera com calma!
 
8. O poder da amizade verdadeira é o oitavo ponto, mas poderia ser o primeiro. É essencial fazer-se suportar por uma rede segura de pessoas com quem se sinta confortável e feliz. Essa troca de energias e emoções são um importante alento para tudo o que já se pediu nos pontos anteriores.
 
9. Aceitar as mudanças também é um desafio a cultivar e, a forma mais fácil de viver.
Deixar para trás o conhecido, mas pouco estimulante, é um pré-requisito para uma vida mais vibrante. Criar uma “versão” mais atualizada da sua personalidade, irá permitir-lhe aceitar mais e melhor a diversidade e valorizar aquilo que realmente é essencial para si. O resto, pode ou não existir neste ou naquele lugar!
 
10. Não tema a felicidade. Muitas pessoas só não conseguem ser felizes por medo! Medo de procurarem alternativas, medo do desconhecido, medo de sair do seu território de segurança, mesmo que frágil e pouco entusiasmante. A felicidade assusta quem já se habituou à vitimização e a uma forma de vida negativa. Lutar contra esses velhos pensamentos, vai permitir-lhe encontrar uma nova dimensão para a sua personalidade e, naturalmente que um encontro com a capacidade de sorrir e de ser feliz!
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Baixa Inteligência Emocional afeta a qualidade das relações



-

Não se desculpe por dizer a verdade!



-

O que queremos, acontece!



-

Faça um teste à sua maturidade emocional



-

Descubra “o poder curativo” da praia



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

Bolo-rei gigante de Olhão foi este ano oferecido "por opção"

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais 800 mil euros

Seis arguidos acusados pelo Ministério Público por burla que rendeu mais 800 mil euros

ver mais
 
Terceira edição das "Estátuas Vivas no Natal" atraiu muitos visitantes a Lagoa

Terceira edição das "Estátuas Vivas no Natal" atraiu muitos visitantes a Lagoa

ver mais
 
Portimonense perde em Alvalade

Portimonense perde em Alvalade

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio