Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Consegue desligar o piloto automático?
Imprimir Partilhar por email
De um modo geral, viver em piloto automático é repetir padrões durante semanas, meses e anos.
 
É estabelecer uma rotina de comportamento que, apesar de ser essencial à nossa vida, se torna excessiva quando não nos conseguimos desligar dela. Em suma, viver em piloto automático é um estado mental em que as atividades/tarefas são desempenhadas sem uma intencionalidade
 
O piloto automático é fundamental para nos facilitar a vida, na medida em que o nosso cérebro não teria capacidade para pensar em tantas coisas ao mesmo tempo. Se repararmos, para realizar uma pequena tarefa, são muitos os mecanismos do nosso cérebro que estão envolvidos, no entanto, é fundamental que nem tudo se viva nessa dimensão, sob pena de perdermos talentos, acumularmos frustrações e de perdermos muitos momentos de felicidade na nossa vida, já que estamos sempre centrados nos mesmos padrões.
 
Se, pelo contrário, investirmos em desligar em alguns momentos o piloto automático, vamos despertar para a intenção de fazer algo e logo, o prazer na realização dessa tarefa ou atividade. “Eu vou ali porque”, passa a ser o motivo que nos obriga a pensar, a analisar e a criar uma finalidade para muitas das nossas ações. Esta postura perante a vida melhora significativamente o nosso comportamento, enquanto que evita que repitamos por exemplo, os mesmos erros. Obriga-nos a ponderar e a refletir com mais atenção acerca de nós mesmos e da nossa vida permitindo-nos ser mais responsáveis e conscientes.
 
Para o psicólogo clínico Pedro Albuquerque, “algumas pessoas experienciam espontaneamente alguns momentos em que estão completamente envolvidos com a experiência do momento presente sem serem apanhados pelas formulações ou conceitos acerca dessa experiência”, enquanto que, para outras pessoas, a forma de lidar com a experiência que se encontra no momento presente é caracterizada por uma espécie de “nevoeiro de preocupações acerca de acontecimentos futuros, ou de ruminações acerca de acontecimentos passados, ou mesmo de formulações acerca de Si, dos Outros e dos acontecimentos”.
 
Ainda de acordo com este especialista da Oficina de Psicologia, “o racional que a prática do Mindfulness confere é o permitir que a pessoa se desligue intencionalmente do piloto automático” e dos seus associados processos de pensamento, e que traga a atenção para a actualidade do momento presente, abrindo desta forma a possibilidade a respostas mais esclarecidas para uma determinada situação.
 
Para que essa mudança no estilo de vida ocorra, é preciso entre outros fatores, treino. Para começar, procure diversificar as suas atividades diárias, como por exemplo almoçar num local diferente, fazer uma refeição fora do habitual, estar com alguém novo, procurar um novo caminho para ir para o emprego, são pontos que podem ajudar tal como fazer uma caminhada na areia da praia num final de tarde, ler um novo autor, fazer compras noutro local, entre outros.
 
Muitas vezes não nos apercebemos do quanto estamos acomodados a um estilo de vida, a ponto de estremecermos só de pensar que vamos ter de fazer algo de forma diferente, mas esse é o segredo para sair do piloto automático e, para nos darmos oportunidade de experimentar algo novo, mais criativo e interessante.
 
Naturalmente que as rotinas são fundamentais e que sem elas não suportaríamos a informação que transportamos, mas o desafio é fazer algo novo nem que seja uma vez por semana. Ao iniciar uma etapa diferente, vai perceber o quão gratificante a vida se torna com mais liberdade de ação e de pensamento. Vai perceber que é muito mais habilidoso e talentoso do que pensava e vai assumir que, afinal faz bem mudar e descobrir novas potencialidades.
 
Tal como o exercício físico, a meditação é uma forte aliada desta mudança interior que se pretende, por isso, comece por marcar cinco minutos no seu relógio, de olhos fechados e… reserve-se no direito de não pensar em nada. Vai ver que, a partir daí, tudo se torna mais fácil e num hábito de que vai gostar.
 
Fátima Fernandes
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(87410)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(37169)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(19249)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(14036)

Não podemos viver sem amor

(12001)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(11007)

A mentira: um mal necessário

(9165)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(9059)

Idade não traduz maturidade

(8850)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(8358)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(8292)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(8042)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(6828)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5725)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5604)

É Demissexual?

(5354)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(5304)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(5177)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(5110)

A “ciência” do aperto de mão

(4729)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4717)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4678)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4661)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4538)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4482)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(4480)

O poder das ervas aromáticas

(4442)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(4356)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(4257)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(4237)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(4178)

A família é a base do sucesso escolar

(4142)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(4068)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(4056)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(4056)

Descubra “o poder curativo” da praia

(4031)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(4030)

Oito “segredos” para ser bom pai

(4027)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(4018)

O que muda na mulher aos 40?

(3958)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3868)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3831)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3749)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3654)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3645)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3631)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3621)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3565)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3542)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3538)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Sirene dos bombeiros de Portimão alerta quando há pessoas a mais nas ruas

Sirene dos bombeiros de Portimão alerta quando há pessoas a mais nas ruas

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Ualg cria subsídio de emergência a estudantes e está a aceitar doações

Ualg cria subsídio de emergência a estudantes e está a aceitar doações

ver mais
 
Covid.19 - Município de Vila do Bispo cria linha de apoio psicológico

Covid.19 - Município de Vila do Bispo cria linha de apoio psicológico

ver mais
 
Município de Tavira transmite online Concerto de Páscoa

Município de Tavira transmite online Concerto de Páscoa

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio