Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Deixe o seu filho mostrar-lhe o que sabe fazer
Imprimir Partilhar por email
Vivemos num tempo em que quase que nos esquecemos de ouvir e de observar os outros, em virtude de andarmos muito ocupados e embrenhados com tantos estímulos em nosso redor.
 
Às vezes é preciso parar, escutar e olhar algo tão simples quanto deixar os nossos filhos falarem, explicarem e mostrarem aquilo que aprenderam ou que nem sabem que aprenderam. Quero dizer que, com tanta aceleração em nosso redor, andamos de um lado para o outro sem conseguirmos aproveitar o tempo de qualidade que esta vida moderna também nos oferece. Temos muitos mais interesses, tal como temos muito mais conhecimento e capacidade de apreciar a beleza das coisas, conversamos e interpretamos a realidade de uma forma mais evoluída, o que nos permite conversar com os nossos filhos e acompanhar o que nos dizem.
  
É muito gratificante estar uns bons minutos à conversa com as crianças, pois para além de podermos viajar nas suas fantasias e histórias infantis, sabemos como estão a evoluir e a acompanhar aquilo que aprendem na escola e nas atividades em que participam.
 
Ao mesmo tempo, eles sentem-se muito bem com o interesse dos pais pelas suas vivências, aquisições e experiências, já que, não há nada melhor no mundo que a atenção dos pais, o interesse daqueles que nos são muito importantes e com quem se gosta de estar.
  
Sentir que um pai ou uma mãe estão disponíveis é uma enorme riqueza para os mais novos, faz com que se sintam queridos, amados e que os pais se envolvem nos seus assuntos e brincadeiras. Ao mesmo tempo, é nesses momentos em que a criança dialoga com os pais, que mostra o que sabe e, quantas vezes está muito mais avançada do que aquilo que poderíamos julgar…
  
Se é pai ou mãe, dedique um tempinho no final do dia para ouvir o seu filho e permita-se descobrir as suas habilidades. Esse tempo faz bem a todos, pois é uma agradável paragem após um dia de trabalho que também nos faz recuperar o tempo em que éramos mais pequenos, com os nossos sonhos, com uma imaginação fantástica e com muitas histórias para contar.
  
Deixe-o dizer o que lhe vai na mente, pois essa é uma boa oportunidade para saber de forma livre e descontraída como é que está a apreender o mundo, as pessoas, as situações do seu quotidiano. Essa liberdade aproxima-vos e cria laços para a vida.
 
É normal que, muitos pais pensem que também não receberam essa atenção e carinhos dos seus progenitores, mas essa falta ainda reside dentro de nós, apesar de adultos. Por isso, não repita aquilo que considera um erro e faça este trabalho de casa lado a lado com os mais novos, pois para além de proporcionar grandes encontros em família, está a cultivar o jardim que ficou incompleto na sua infância e juventude.
 
Como estamos sempre a voltar atrás para nos reiniciarmos, aproveitamos para preencher as lacunas do passado com novos despertares e interesses, daí ser importante para todos aproveitar o tempo das refeições para conversar com os nossos filhos e aquele momento antes de dormir, no banho ou no tapete da sala ou do quarto em que todos se sentam sem a TV e conversam livremente.
 
É interessante saber o que os nossos filhos sabem sem que precisemos de lhes perguntar, basta que os escutemos e observemos. Eles têm muito para nos dizer, despertar e mostrar, para além de se sentirem próximos dos pais e de criarem laços mais fortes com que é a sua referência.
 
Fátima Fernandes
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Curso para pais precisa-se!



-

Sabe lidar com “os filhos digitais”?



-

Quando nascem os filhos, o casal tem de se “reconstruir”



-

Quando amamos, somos honestos e verdadeiros



-

Não faça ao seu filho o que não gostou que lhe fizessem



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Golfinhos encurralados na Ria Formosa salvos a tempo

Golfinhos encurralados na Ria Formosa salvos a tempo

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Incêndios:Fuzileiros patrulham zonas rurais do Algarve

Incêndios:Fuzileiros patrulham zonas rurais do Algarve

ver mais
 
VRSA:Novo trabalho de Fernando Pessanha apresentado no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes

VRSA:Novo trabalho de Fernando Pessanha apresentado no Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes

ver mais
 
Exposição em Loulé com “O Homem que só queria ser Tóssan”

Exposição em Loulé com “O Homem que só queria ser Tóssan”

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio