Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Descubra os 3 benefícios de conversar
Imprimir Partilhar por email
A linguagem é, desde há muitos milhões de anos, uma forma de aproximação entre as pessoas e, ao mesmo tempo, a melhor forma de partilharmos e de aprendermos entre humanos.
 
Quando nos perguntamos como é que as mulheres têm conseguido ascender socialmente e ocupar lugares de liderança semelhantes aos homens, encontramos sempre uma explicação para o sucedido: as mulheres conversam muito, expressam os seus sentimentos e cuidam da sua saúde mental através do diálogo.
 
Aprendem umas com as outras, criticam os comportamentos de outras e estão sempre a aprender mais e mais através dessa experiência e treino. 
 
As mulheres treinam umas com as outras os modelos de relação que pretendem desenvolver com os seus companheiros; é entre iguais que arriscam a diferença, por isso parecem sempre mais confiantes numa relação.
 
São naturalmente mais maduras que os homens da mesma idade precisamente porque treinam um conjunto de competências que os homens têm vindo a descurar e, quando é preciso arriscar um novo desafio, têm sempre uma base mínima de preparação.
 
São muitos os especialistas que já se pronunciaram acerca deste assunto e assumem a importância da comunicação como um suporte para nos conhecermos melhor, para desvendarmos o mundo e para nos sentirmos mais saudáveis, unidos enquanto humanos e equilibrados.
 
Um simples café entre amigas, permite viajar por um conjunto de temas em que todas têm benefícios.
 
Comentam a postura da colega, o desembaraço que tiveram numa determinada situação, um projeto, um plano e, acima de tudo, sabem cada vez melhor posicionar-se no mundo dos homens.
 
Qualquer mulher que se interesse é capaz de compreender o mundo masculino só pelo simples facto de conversar com outras mulheres e de ouvir as suas opiniões.
 
Está provado que, por entre os muitos benefícios da conversa, está a maior capacidade em lidar com os problemas e em resolvê-los, uma maior capacidade de desenvolver e de expressar sentimentos e, ao mesmo tempo, um conjunto de benefícios em termos de autoestima, autoconfiança e saúde mental.
 
A conversa permite ainda melhorar o vocabulário, alargar a mente para diferentes temas, abstrair-nos de um problema e criarmos o devido distanciamento para o podermos analisar de fora, encontrar soluções a partir da troca de conhecimentos, aprimorar o sentido de pertença a um grupo e daí por diante.
 
A solução estende-se também aos homens que precisam de aprender a usar mais e melhor esta arte poderosa de bem-estar perante a vida.
 
Desde pequenos que parece normal que os meninos conversem menos que as meninas, o que se vai instalando em muitas culturas. Diz-se vulgarmente que “eles são mais fechados”, mas conhecendo estes benefícios para a saúde e para o sucesso pessoal e profissional, não fará sentido abrir portas ao diálogo no masculino?
 
Existirá melhor forma de entendimento entre os casais do que conversarem acerca dos seus problemas? Fará sentido a mulher falar com as amigas e não dizer ao seu companheiro o que se passa no seio da sua relação?
Que lógica tem o homem continuar afastado do mundo feminino quando queremos relacionamentos felizes e de entendimento entre os parceiros?
 
Seguramente que temos de dar passos nesse sentido e, cabe às mulheres que já sabem muito bem lidar com o diálogo, a sensibilidade para envolverem os seus companheiros nas conversas importantes para ambos.
 
Faz sentido que homens e mulheres se conheçam, mais e melhor para que se relacionem melhor. Cada vez mais queremos manter relações saudáveis com as pessoas que amamos e, não tenhamos dúvidas de que o sucesso de qualquer relação passa pela sua capacidade de diálogo.
 
É essencial incentivar os meninos a conversarem, a exporem as suas ideias e sentimentos para que consigamos viver numa sociedade mais justa e equilibrada. Os meninos de hoje, serão os homens de amanhã e, se queremos que eles mantenham relações saudáveis com as suas companheiras, temos de os preparar para isso, temos de lhes dar espaço de diálogo e de participação nas conversas, ensinando-os a ouvir e a escutar como é exigido em qualquer diálogo.
 
Temos de perder aquela tradição de colocar os homens sempre uns com os outros e as mulheres juntas, pois se assim continuarmos, estamos cada vez mais afastados do equilíbrio entre sexos e, naturalmente a sofrermos as consequências dessa ridícula separação.
 
Só para terminar, quanto mais falamos de um assunto, mais o banalizamos e integramos, por isso, converse, diga o que lhe passa pela alma e retire-lhe a importância se for caso disso!
 
Fátima Fernandes
 
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86609)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36447)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(16576)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(12983)

Não podemos viver sem amor

(11549)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(9994)

A mentira: um mal necessário

(8673)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8470)

Idade não traduz maturidade

(8084)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7768)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7735)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(6824)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5235)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5163)

É Demissexual?

(4946)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4920)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4720)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4330)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4245)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4226)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(4148)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4067)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(4066)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4041)

O poder das ervas aromáticas

(3984)

A “ciência” do aperto de mão

(3918)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3829)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3803)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3740)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3715)

A família é a base do sucesso escolar

(3683)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3681)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3672)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3658)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3641)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3633)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3627)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3597)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3537)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3489)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3445)

O que muda na mulher aos 40?

(3441)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3355)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3275)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3243)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3208)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3177)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3159)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3137)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3136)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Estudantes do Curso de Educação Social da Ualg participam em missão de voluntariado e precisam da sua ajuda!

Estudantes do Curso de Educação Social da Ualg participam em missão de voluntariado e precisam da sua ajuda!

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Castro Marim acolhe reunião do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais

Castro Marim acolhe reunião do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais

ver mais
 
Câmara de Olhão destaca jovens do concelho que conquistaram a "excelência" em diversas áreas

Câmara de Olhão destaca jovens do concelho que conquistaram a "excelência" em diversas áreas

ver mais
 
 «Saberes em Festa» marca 3ª edição do dia Internacional das Cidades Educadoras em Lagoa

«Saberes em Festa» marca 3ª edição do dia Internacional das Cidades Educadoras em Lagoa

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio