Sociedade

Escolas do 1º ciclo de Albufeira acolhem projeto “Startiupi” que estimula o empreendedorismo nos mais novos

 
 
As escolas do 1.º ciclo do concelho de Albufeira, estão a acolher desde o passado dia 16 de maio, o projeto “Startiupi” orientado para o desenvolvimento das competências pessoais e sociais dos mais novos, através de dinâmicas e jogos pedagógicos.

O projeto é composto por três sessões, que ajuda a potenciar competências empreendedoras. O município explica em nota emitida, que pretende-se que sejam criados pequenos produtos que possam ser simbolicamente comercializados nas feiras Startiupi, que serão realizadas no dia 8 de junho, em cada Agrupamento de Escolas de Albufeira.
 
A metodologia do projeto foca-se na premissa de que o empreendedorismo é uma atitude de estar na vida e que pode ser desenvolvida desde cedo, acreditando que crianças empreendedoras serão adultos mais felizes e com mais oportunidades de escolha.
 
Esta quinta-feira, a Startup Albufeira dinamizou um primeiro momento sobre empreendedorismo, junto dos mais novos, no auditório da AHETA - Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve. Foi também dinamizado na Escola Secundária de Albufeira, uma sessão intitulada "Histórias que nunca partilhei" com Luís Matos Martins, incluindo dinâmicas de grupo para a compreensão do conceito de como ser um verdadeiro empreendedor.
 
“Desenvolver o empreendedorismo na infância não é só estimular positiva e falsamente tudo quanto dizem ou fazem. É também fazer, ao seu lado, mostrar e partilhar dúvidas, explorar soluções”, refere o presidente da Câmara Municipal de Albufeira, José Carlos Rolo. O autarca refere ainda que “iniciativas como estas, pensadas e planeadas, são meritórias. Têm o olhar num longe que só pode traduzir-se, como nos ensinou Keynes, na economia da felicidade”.