Economia

Eurocidade do Guadiana prepara cartão digital e app que permite a partilha de serviços e equipamentos

O cartão do Eurocidadão permitirá o acesso a serviços públicos nos dois lados do Guadiana.

 
A Eurocidade do Guadiana, através do seu projeto EuroGuadiana 2020, em articulação com os três municípios que a compõem (Ayamonte, Castro Marim e Vila Real de Santo António), está a criar um cartão eletrónico que dê acesso a serviços públicos e privados, nomeadamente, instalações desportivas, bibliotecas, centros de saúde, centros comerciais e de lazer ou transportes. O cartão visa facilitar o acesso a esses serviços e apoiar nos eventos culturais, sendo uma "rota além-fronteiras", esclarece comunicado da estrutura.
 
Se na versão anterior, o cartão do Eurocidadão era físico, com descontos em estabelecimentos comerciais e de lazer e na oferta de serviços de saúde existentes nos três municípios, a versão atualizada será digital com uma aplicação móvel - APP, estendendo alguns dos serviços a pessoas não residentes ou em trânsito, nos três territórios.
 
Versão idêntica do cartão, está a ser implementada em várias Eurocidades, estando a Eurocidade do Guadiana a trabalhar em soluções mais completas que possam ser oferecidas de forma conjunta. 
 
Entre as propostas da Eurocidade do Guadiana está a possibilidade dos cartões de eurocidadão facilitarem a mobilidade transfronteiriça em caso de fecho da fronteira, devido à COVID-19 ou a outras eventualidades que possam ocorrer no futuro.