Economia

Festival F gerou retorno mediático que ultrapassou os 5 milhões de euros

Foto|Rui Bandeira
Foto|Rui Bandeira  
O Festival F foi um dos festivais que geraram melhores retornos para as marcas em todo o País.

 
Segundo um estudo recentemente tornado público, o evento, que teve no mês de setembro a sua sexta edição, gerou um retorno mediático superior a cinco milhões de euros, anunciou hoje o Município em comunicado.
 
De acordo com o mesmo estudo, realizado pela MediaMonitor, da Marktest, que monitorizou 50 festivais, o Festival F, produziu 583 referências nos meios de comunicação social.
 
Outra estimativa feita pela Cision sobre a última edição do festival F aponta para 29 milhões de impressões (leitores, utilizadores de internet, ouvintes e telespetadores) e para que 22 por cento da população portuguesa tenha estado exposta 13 ou mais vezes a notícias sobre o evento.
 
Em 2019, obteve a maior afluência de público de sempre: teve 60 mil espetadores ao longo dos três dias de festival (5, 6 e 7 de setembro) e contou com lotação esgotada, pela primeira vez, no dia 6. 
 
O Festival F, é promovido pelo Município de Faro, Teatro Municipal de Faro, S.M., Ambifaro e pela produtora Sons em Trânsito.
 
Na passada quarta-feira, o Município de Faro, como copromotor do Festival F e do Açoteia – Faro Rooftop Festival, associou-se também ao movimento inédito DeclareAção, que junta várias entidades promotoras de espetáculos, festivais e eventos e visa desafiar a comunidade nacional a adotar comportamentos em prol de uma sociedade mais justa e equilibrada. 
 
Com o objetivo de consciencializar e convocar a sociedade para a mudança de comportamentos, o movimento, inspirado no ano de Lisboa, Capital Verde Europeia, vai mobilizar jovens de todo o País para definir ações que façam do Mundo um lugar melhor, dando assim origem à primeira declaração de atitudes que todos poderão assinar ao colocá-las em prática.