Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Folkfaro volta a apresentar grupos dos quatro cantos do mundo

Folkfaro volta a apresentar grupos dos quatro cantos do mundo
Imprimir Partilhar por email
14-08-2019 - 08:42
“Culturas e Ritmos do Mundo” vão estar representadas durante 9 dias no Folkfaro, considerado o maior festival de folclore do Sul de Portugal.
 
A cidade de Faro é assim o centro deste festival, mas muitas outras localidades algarvias (e não só) irão conhecer diferentes grupos dos quatro cantos do mundo, que participarão no festival de 17 a 25 de agosto.
 
O FolkFaro é uma organização anual do Grupo Folclórico de Faro, que conta com o apoio do Município e vai já para a sua 17ª edição. Músicas, danças, cantares e trajes de povos de diferentes continentes, e mais de quatrocentos participantes, entre bailadores e músicos, irão mostrar as tradições populares das suas terras.
 
A Gala de abertura acontece no Teatro das Figuras, na noite de 17 de agosto (sábado, às 21.30h), com a participação do grupo anfitrião, e de seis grupos internacionais convidados, podendo os bilhetes ser adquiridos na bilheteira do Teatro, na BOL – Bilheteira online, ou ainda nas lojas FNAC e Worten.
 
Os grupos participantes foram selecionados entre mais de uma centena de propostas recebidas pela organização, estando confirmadas as seguintes presenças: 
 
Asociación “Nuestras Raíces” (Rosario – Santa Fé) - Argentina, Ballet Folclórico Nacional Jaime Orozco (Bogotá) - Colômbia, FS Rozmarija (Presov) - Eslováquia, Grupo de Danzas Adolfo de Castro (Cádiz) - Espanha, Ensemble Sanyo Daiko Dan (Hiroshima) - Japão, Penfolk Sarfolk (Pendik – Istambul) - Turquia.
 
Para além destes grupos internacionais a tempo inteiro, haverá participações pontuais de mais 4 grupos internacionais no palco do Passeio da Doca, num total de 10 presenças internacionais, nomeadamente Folk Group Kompanija (Boguchwala) - Polónia, Compañia Nacional de Danza Folklórica (Cidade do México) - México, Bafut (Universidad de Tarapacá) - Chile, Cho Shui River Art (Yunlin) - Taiwan e Cho Shui River Art (Yunlin).
 
Como habitualmente, também as tradições portuguesas estarão representadas por prestigiados grupos folclóricos de diversas regiões de Portugal:Grupo Folclórico de Barcelinhos (Baixo Minho), Rancho Folclórico da C.P. Arcena – V.F. Xira (Ribatejo), Rancho Folclórico S. Salvador de Grijó – V.N. Gaia (Douro Litoral), Rancho Típico Sambrasense (S.B. Alportel) e Grupo Folclórico de Faro (organizador).
 
Os espetáculos diários em Faro, no Palco do Passeio da Doca, acontecem nas noites de 18 a 25 de agosto, em simultâneo com a Feira dos Doces, Frutos Secos e Bebidas Regionais.
 
Em cada uma dessas noites, atuarão sucessivamente os diversos grupos estrangeiros, e também haverá lugar a outras expressões artísticas com algumas participações especiais: Clube de Danças João de Deus e Associação S. Brás Bailando e Sandra Cristo (intérprete do Hino do FolkFaro – “Unidos Por Um Laço”).
 
O Folkfaro é o único festival do sul de Portugal com a certificação internacional do CIOFF®-Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e Artes Tradicionais, uma organização não-governamental (ONG) com relações formais de consulta com a UNESCO, criada em 1970 com o objetivo de salvaguardar a promoção e difusão da cultura tradicional e do folclore. Está atualmente representado em mais de 70 países e reúne mais de 250 festivais internacionais em todo o mundo. 
 
De acordo com a organização o festival, apresenta ainda diversos espetáculos nas freguesias de Faro e nos concelhos de Loulé, Olhão, S. Brás de Alportel, Tavira e Vidigueira, num total de 15 localidades. Diversos grupos do FolkFaro participarão nos festivais de Moncarapacho e da Luz de Tavira, em parceria com os grupos folclóricos locais. É renovada também a parceria com o Festival de Danzas de Villablanca (província de Huelva – Faro), com a partilha de grupos internacionais entre os dois festivais.
 
As animações de rua, na baixa e no Mercado Municipal, assim como desfiles dos grupos da Pontinha ao Passeio da Doca, bem como as animações no Moto Clube de Faro e na “Tertúlia Algarvia” irão trazer um ambiente de alegria e festa à cidade. 
 
Os programas especiais para crianças na Biblioteca e no Refúgio Aboim Ascensão, os programas para idosos em diversas instituições e um programa especial para os reclusos no Estabelecimento Prisional reforçam a componente social do festival. 
 
Os Ateliers de Dança, diariamente na Escola EB 2,3 Santo António, irão permitir, aos mais curiosos, aprender e praticar um pouco das danças do mundo através dos grupos internacionais.
 
A Celebração Ecuménica na Igreja da Sé, no último dia, com uma mensagem de paz e união entre os povos, constitui também motivo de interesse deste festival, realça a organização.
 
Os voluntários agregados a este evento asseguram o bom funcionamento de diferentes áreas do festival, em que para além do apoio principal da Câmara Municipal de Faro, outras entidades públicas como a Direção de Cultura do Algarve, a Fundação Inatel, as Câmaras Municipais de Loulé e S. Brás, as Juntas de freguesia do concelho de Faro, Teatro Municipal de Faro, Ayuntamento de Villablanca, Fagar e Mercado Municipal apoiam ou colaboram com a organização do evento.
 
 
COMENTÁRIOS
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
António Miguel Pina responde a comunicado da União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta

António Miguel Pina responde a comunicado da União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Algar e Nutriverde® oferecem planta hortícola em embalagem sustentável

Algar e Nutriverde® oferecem planta hortícola em embalagem sustentável

ver mais
 
CCDR Algarve promove seminário sobre Programa “3 em Linha”

CCDR Algarve promove seminário sobre Programa “3 em Linha”

ver mais
 
Este domingo há concerto de natal na Igreja de São Pedro em Faro

Este domingo há concerto de natal na Igreja de São Pedro em Faro

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio