Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Há pessoas que não nos merecem!
Imprimir Partilhar por email
A expressão parece “uma frase feita” que se repete diariamente, mas que pouco se aplica.
 
Em termos concretos, é fundamental ter em conta que, cada pessoa tem a responsabilidade sobre as suas escolhas e, naturalmente que é a autoestima, a autoconfiança e a maturidade que vão determinar quem merece a nossa companhia ou quem também opta por não querer estar connosco.
 
Nesta análise, torna-se essencial compreender que as relações têm de ser sempre recíprocas, pelo que de nada nos vale querer estar com alguém que não sente o mesmo desejo, ou sentir-se destroçado porque uma pessoa não se interessa por si.
 
Se pensarmos de forma mais alargada, percebemos que, nem nós teríamos capacidade para “aceitar” toda a gente, nem os outros o podem fazê-lo, razão pela qual, temos sempre de selecionar as pessoas a partir das semelhanças e cumplicidade.
 
A tarefa nem sempre é fácil e está muito longe de ser definitiva, razão pela qual precisamos de desenvolver dentro de nós um conjunto de estruturas que nos permitam lidar com as várias pessoas, e perceber quem são aquelas que vão ou não, entrar na nossa vida.
 
Para Edith Casal, é a saúde emocional que nos vai ajudar a viver o processo da melhor forma, isto porque, “é preciso diferenciar as pessoas que nos merecem daquelas que não nos merecem”.
 
Se pode parecer dramático, na prática é muito simples. Temos de tomar consciência de que, “ninguém ama ninguém se não se amar a si mesmo.”
 
A partir desta tónica fundamental tudo se desenvolve. Deixar de aceitar os maus- tratos, qualquer tipo de agressão, rejeitar a falta de respeito e promover o afastamento de quem nos faz sentir mal.
 
Pelo contrário, pessoas que nos respeitam, que nos alimentam afetivamente, que nos estimulam de alguma forma e com quem é possível estabelecer uma relação agradável, são as escolhidas pela nossa emocionalidade e inteligência.
 
Ao mesmo tempo, a questão da autoestima assume um papel ainda mais relevante, já que, “quem não tem uma boa relação consigo mesmo, mais facilmente resvala na fragilidade e é submetido à vontade dos outros.”
 
Para Edith Casal, “são as pessoas que se alimentam com sentimentos negativos sobre si mesmas que acabam por estar à mercê das agressões de qualquer espécie.”
 
Pessoas que invadem o pensamento com frases destrutivas acerca das suas escolhas, da sua fisionomia, das suas atitudes, acabam por não se fazer respeitar, e muito menos cuidar-se carinhosamente”.
 
Esta destruição dá lugar a relações complicadas e igualmente pouco construtivas, seja nos relacionamentos, seja nas amizades ou mesmo na área profissional, pois alguém que se alimenta de pensamentos como, “não gosto de mim, porque sou feio, porque não faço nada bem” não consegue exigir dos outros o seu devido valor e reconhecimento.
 
É evidente que esses pensamentos têm de ser trabalhados e substituídos.Muitas vezes é necessário o recurso a um psicoterapeuta, profissional à altura de apoiar problemas de autoestima e autoconfiança e de ajudar a detetar o que dá lugar a esses sentimentos destrutivos, pois quem não se aceita e respeita tal como é, também tem dificuldade acrescida em saber quem são as melhores companhias.
 
É natural que pessoas com baixa autoestima sintam uma dificuldade acrescida em selecionar amizades e, ainda mais, relacionamentos, na medida em que se consideram tão “más” pessoas que não acreditam que alguém as ame realmente. 
 
A fraca autoestima remete as pessoas para um sofrimento permanente e para uma incapacidade de escolha imensa, pelo que, deve ser tratada o quanto antes, pois só assim lhe será permitida a escolha de decidir quem o/a merece ou não.
 
Fátima Fernandes
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86639)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36486)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(16768)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(13026)

Não podemos viver sem amor

(11571)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(10037)

A mentira: um mal necessário

(8697)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8499)

Idade não traduz maturidade

(8169)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7796)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7758)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(6890)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5279)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5190)

É Demissexual?

(4965)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4944)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4747)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4350)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4263)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4243)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(4187)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(4093)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4091)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4064)

O poder das ervas aromáticas

(4017)

A “ciência” do aperto de mão

(3981)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3848)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3835)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3765)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3732)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3709)

A família é a base do sucesso escolar

(3707)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3688)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3677)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3664)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3658)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3653)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3613)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3559)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3510)

O que muda na mulher aos 40?

(3471)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3464)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3378)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3292)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3259)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3226)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3199)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3177)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3158)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3156)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Faro é um dos cinco concelhos a nível nacional com mais poder de compra per capita

Faro é um dos cinco concelhos a nível nacional com mais poder de compra per capita

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Odeleite volta a ter presépio vivo com mais de meia centena de figurantes

Odeleite volta a ter presépio vivo com mais de meia centena de figurantes

ver mais
 
Deputado Cristovão Norte refere que eletrificação da Linha do Algarve «é uma miragem»

Deputado Cristovão Norte refere que eletrificação da Linha do Algarve «é uma miragem»

ver mais
 
Portimão International Dance Festival junta os melhores cem pares de dez países

Portimão International Dance Festival junta os melhores cem pares de dez países

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio