Sociedade

Lagoa aponta a eliminação da violência contra as mulheres como «preocupação da cidade inclusiva»

No dia 25 de novembro, exatamente um mês antes do dia de Natal, o Município de Lagoa entregou mais uma obra de arte à Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais de Portimão – Equipa Algarve 2, organismo responsável pela prevenção criminal, execução de penas, reinserção social e gestão dos sistemas tutelar educativo e prisional.

 
Esta entrega simbólica de um trabalho de pintura sobre tela, a quem trabalha diariamente com consequências da violência doméstica, muitas vezes traduzida nas mais surpreendentes formas, também entre nós, «constituiu neste ano de 2019, uma renovada atitude de cooperação interinstitucional por parte do município de Lagoa».
 
Em nota de imprensa, a autarquia realça que, «esta obra foi entregue pela vice-presidente da Câmara de Lagoa, também responsável pelo pelouro da ação social e saúde, acompanhada da sua equipa técnica». Esta foi mais uma oportunidade para estreitar relações de colaboração entre as duas instituições,frisou a mesma fonte.
 
Anabela Simão manifestou na altura o seu desejo de dar continuidade e aprofundar as boas práticas nesta área da intervenção social.
 
A pintura é da autoria das professoras e alunas das oficinas de pintura e de cerâmica da Escola Municipal de Artes Mestre Fernando Rodrigues. Trata-se de um trabalho em tela com recurso a diferentes técnicas desde a pintura em acrílico, óleo, cerâmica, azulejo e colagem.