Sociedade

Lagos investe na "recuperação e reforço" do cordão dunar da Meia Praia

A Câmara Municipal de Lagos celebrou um contrato de aquisição de serviços para a elaboração do projeto de reabilitação e recuperação do cordão dunar da Meia Praia.

 
Prevenir e gerir os riscos costeiros associados à instabilidade dunar daquele território, prevendo a recuperação e o reforço do cordão dunar, é o objetivo do projeto.
 
Em nota de imprensa, o Município faz saber que, a decisão de avançar com esta solução decorre da constatação do estado de degradação do importante cordão dunar de 5 km de extensão, compreendido entre o sapal da Ria de Alvor e a Ribeira de Bensafrim, "situação provocada não só pelo efeito das condições meteorológicas e naturais, mas também pela ação humana", acrescenta a edilidade.
 
A iniciativa acontece no âmbito de um contrato interadministrativo celebrado entre o município e a Agência Portuguesa do Ambiente. Por via deste contrato a Câmara Municipal de Lagos diz ter apresentado e submetido uma candidatura ao Programa Operacional “Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) – Ações de Proteção do Litoral” já aprovada, sublinha.
 
À responsabilidade do município fica não apenas a elaboração do projeto, como a posterior execução da empreitada. As várias componentes representam um investimento previsto de 1.439.396,00 €, o qual será cofinanciado pelo Fundo de Coesão em 1.017.941,06€, conclui a mesma nota.