Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Maddie: Alemão suspeito alvo de cinco pedidos de cooperação judiciária internacional

Maddie: Alemão suspeito alvo de cinco pedidos de cooperação judiciária internacional
Imprimir Partilhar por email
04-06-2020 - 21:31
O alemão suspeito de estar envolvido no caso Madeleine McCann foi alvo de cinco pedidos de cooperação judiciária internacional, dirigidos ao Ministério Público português, incluindo no processo que investiga o desaparecimento da criança inglesa.
 
Questionada pela agência Lusa sobre os processos crime nos quais o cidadão alemão Christian B. esteve envolvido, a Procuradoria-Geral da República (PGR) informou hoje que não foi localizado, na comarca de Faro, qualquer inquérito, mas houve “cinco pedidos de cooperação judiciária internacional em que o nome é mencionado”.
 
Segundo a PGR, tais pedidos reportam-se a um processo que foi arquivado em fevereiro de 2006 e que correu termos contra desconhecidos “e ao processo em que se investiga o desaparecimento de Madeleine McCann”.
 
O cidadão alemão Christian B., de 43 anos, está detido na Alemanha, por abuso sexual de menores, entre outros crimes e, segundo a polícia britânica e alemã, é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Madeleine McCann, no Algarve, em 2007.
 
O homem terá vivido no Algarve entre 1995 e 2007 e registos telefónicos colocam-no na área da Praia da Luz no dia em a criança inglesa desapareceu.
 
O Ministério Público de Braunschweig, na Alemanha, assumiu hoje que Maddie está morta.
 
Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de fazer quatro anos, a 03 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz e o seu desaparecimento tornou-se um caso mediático à escala global.
 
A polícia britânica começou por formar uma equipa em 2011 para rever toda a informação disponível, abrindo um inquérito formal no ano seguinte, tendo até agora gasto perto de 12 milhões de libras (14 milhões de euros).
 
A Polícia Judiciária (PJ) reabriu a investigação em 2013, depois de o caso ter sido arquivado pela Procuradoria Geral da República em 2008, ilibando os três arguidos, os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, e um outro britânico, Robert Murat.
 
Lusa
 
PUB
 
MAIS LIDA AGORA
Covid.19:Algarve sobe aos 632 casos (saiba quantos por concelho)

Covid.19:Algarve sobe aos 632 casos (saiba quantos por concelho)

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
PAN recomenda à autarquia que transforme Praça de Touros de Albufeira num espaço "polivalente"

PAN recomenda à autarquia que transforme Praça de Touros de Albufeira num espaço "polivalente"

ver mais
 
"Sem Título (mas uma coisa diferente)" inaugura amanhã no IPDJ em Faro

"Sem Título (mas uma coisa diferente)" inaugura amanhã no IPDJ em Faro

ver mais
 
Partido Iniciativa Liberal chega a Faro

Partido Iniciativa Liberal chega a Faro

ver mais
 
 
 
 
Alô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio