Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Mães trabalhadoras “inspiram” competências profissionais dos filhos

Mães trabalhadoras “inspiram” competências profissionais dos filhos
Imprimir Partilhar por email
25-06-2015 - 10:23
Por muito que se diga que as mães domésticas são melhores exemplos pela sua disponibilidade e tempo, os investigadores de Harvard vêm contrapor essa posição.
 
No seu último estudo que foi realizado durante uma década em diversos países, os investigadores alcançaram conclusões surpreendentes e muito tranquilizadoras para as mães que precisam de trabalhar.
 
O trabalho da Harvard Business School sugere que as mães que trabalham têm filhas mais bem-sucedidas profissionalmente e filhos mais preocupados com a família. 
 
Ao contrário do que se pensava, não só as mães trabalhadoras inspiram os filhos com o seu exemplo, como, na maioria dos casos, acabam por dedicar menos tempo, mas mais qualidade na relação com os filhos. 
 
A explicação passa pela compreensão dos mais novos face ao esforço da mãe, a conversa que é estabelecida e o exemplo de luta que lhes é fornecido.
 
Os resultados deste estudo ajudam a “aliviar” a consciência das mães” que lamentam a falta de tempo e que temem que isso seja prejudicial para os filhos. Tudo tem um “peso e uma medida” defendem os investigadores, mas o estudo “permitiu-nos retirar o lado positivo das mães trabalhadoras e a influência que exercem sobre os filhos”.
 
Segundo as conclusões deste estudo, as filhas de mães trabalhadoras têm maiores probabilidades de ter emprego, de ocupar cargos de supervisão e de ter um salário mais alto, por oposição às filhas de mães domésticas. 
 
Também os filhos homens de mães com trabalho fora de casa são mais propensos a tomar conta de familiares e a tratar das tarefas domésticas.
 
Por outras palavras, como descreve o site Vox, ter uma mãe trabalhadora ajuda não só a reduzir os estereótipos associados ao género, como permite às crianças estar em contacto com um conjunto de capacidades de índole profissional.
 
Kathleen McGinn, professora na Harvard Business School e a principal investigadora no estudo, garante que a mensagem principal extraída das conclusões é esta: o facto de as mães trabalharem tem efeitos positivos a longo prazo nos filhos, porque ajuda a criança a perceber que terá à sua frente muitas oportunidades. 
 
O estudo recorreu, entre outras fontes de informação, a dados de 24 países recolhidos em 2002 e 2012.
 
Tal como a mãe chega a casa e se dedica à família, os filhos vão incutindo essa ideia, pelo que, os investigadores acreditam que o exemplo das mães também é significativo em termos de relação familiar e na construção de laços fortes entre os seus membros.
 
 
COMENTÁRIOS
 
MAIS NOTÍCIAS
-

Já decorou a sua casa para o Outono?



-

Saiba como identificar um psicopata em 5 passos



-

Por que é que só amadurecemos a partir dos 40 anos?



-

Quer melhorar a autoestima? Saiba o que não deve fazer



-

Organização:a chave do sucesso



PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
ASAE leva Segurança Alimentar à Biblioteca Municipal de Faro

ASAE leva Segurança Alimentar à Biblioteca Municipal de Faro

ver mais
 
 
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Liga NOS:Portimonense foi ao Bessa vencer por 2-0 (C/VÍDEO)

Liga NOS:Portimonense foi ao Bessa vencer por 2-0 (C/VÍDEO)

ver mais
 
Nadadora de Faro bate recorde europeu

Nadadora de Faro bate recorde europeu

ver mais
 
PCP denuncia possível encerramento da estação de correios de Aljezur

PCP denuncia possível encerramento da estação de correios de Aljezur

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio