Sociedade

Moradores da Praia de Faro vão ter de abandonar as casas

Tendo por base a acção de despejo realizada pela Sociedade Polis, os moradores da Praia de Faro, vão ter de abandonar as habitações até ao dia 7 de Janeiro.

 
Este prazo foi alargado, sendo que, anteriormente estava prevista a saída das casas até ao dia 28 de Novembro.
 
A Sociedade Polis alargou o prazo para o início do ano para facilitar as saídas dos moradores.
 
Recorde-se que, se trata de moradores que ocupavam zonas consideradas clandestinas na Praia de Faro.
 
A demolição das casas clandestinas de férias existentes nas áreas poente e nascente da Península do Ancão – mais conhecida como ilha de Faro – será feita pela Sociedade Polis da ria Formosa.
 
Está previsto um investimento de 1,3 milhões de euros para a demolição de 122 habitações.
 
Em causa estão casas classificadas como de segunda habitação com 43 na zona nascente e 79 na poente.
 
O plano para a ilha de Faro prevê, ainda a demolição das casas de cerca de 100 famílias residentes.