Economia

Município de Lagoa destina 60 mil euros para o 1º Orçamento Participativo jovem

 
Decorre de 21 de setembro a 31 de outubro o período de submissão de propostas ao Orçamento Participativo Jovem de Lagoa (OPJ) 2020/2021, cujas três propostas mais votadas não poderão ultrapassar os 20.000€ (vinte mil euros) sendo que a verba global é de 60.000€ (sessenta mil euros), segundo anunciou a Câmara Municipal de Lagoa.

Para a mesma autarquia, o Orçamento Participativo Jovem (OPJ) de Lagoa tem como objetivo incentivar os jovens ao envolvimento e participação cívicos, nomeadamente, tendo em conta os recursos disponíveis, "na procura de soluções para os seus problemas e na concretização de projetos que lhes digam respeito diretamente, permitindo a realização das suas necessidades e expectativas e valorizando a transparência na tomada de decisão, potenciando também a qualidade da própria democracia".
 
«O Orçamento Participativo Jovem é uma aposta no nosso Município. É um convite à promoção do desenvolvimento social e da cidadania dos nossos jovens, bem como ao aprofundamento do diálogo entre eleitos municipais e esta faixa etária. Este convite para que apresentem o seu projeto, é uma oportunidade para que os mais jovens possam desde cedo, deixar uma marca no concelho de Lagoa”, destaca o Presidente da Câmara Municipal, Luis Encarnação.
 
O OPJ permite que todos os jovens residentes, estudantes ou trabalhadores, entre os 12 e os 25 anos de idade possam apresentar uma ideia de melhoria, de investimento, uma proposta de atividades ou um projeto, através da plataforma online
em www.mypolis.eu.
 
O OPJ prevê que a comunicação e submissão de propostas decorram até 31 de outubro, bem como a análise técnica. A apresentação pública e votação estão previstas para novembro e dezembro. O anúncio dos vencedores decorrerá entre janeiro a fevereiro de 2021, finalmente a implementação das propostas vencedoras decorrerão a partir de fevereiro e por um período não superior a 12 meses, assegura a edilidade.