Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
Não peça autorização para se afastar de pessoas tóxicas. Afaste-se e pronto!
Imprimir Partilhar por email
Fala-se vulgarmente em pessoas tóxicas e, nem sempre se percebe muito bem a dimensão do problema.
 
Segundo uma publicação do sítio A Mente é Maravilhosa, pessoas tóxicas são aquelas que dominam os outros e que se esquecem completamente dos sentimentos das suas vítimas. Controlam, manipulam e tratam as pessoas como se de objetos se tratassem.
 
As pessoas tóxicas não aceitam a autonomia e a liberdade das suas vítimas, razão pela qual estão sempre a ter os outros sob o seu domínio. Por norma “atacam” pessoas com baixa autoestima, uma vez que são mais vulneráveis ás suas agressões.
 
A Mente é Maravilhosa sustenta que, “em muitos casos, as vítimas suportam esses maus tratos durante muito tempo, muitas vezes a vida inteira porque não se conseguem libertar dos seus agressores”, é por isso que é fundamental ter presente que ninguém merece ser mal tratado e cabe a cada um de nós reunir forças para se afastar deste tipo de pessoas.
 
Para facilitar a tarefa é importante ter em conta a importância de construir uma boa autoestima, já que esse é o pilar fundamental para se proteger. Ter uma boa autoestima é precisamente ser capaz de negar tudo o que nos é prejudicial e modificar todos e quaisquer pensamentos negativos a nosso respeito. Quando esse pensamento surgir, é procurar logo alterá-lo e pensar em algo positivo acerca de nós próprios.
 
Depois, há que identificar muito bem as pessoas tóxicas, para facilitar a tarefa, aqui vai a lista:
 
Por norma, as pessoas tóxicas só se aproximam de quem tem baixa autoestima, está frágil ou emocionalmente instável.
 
As pessoas tóxicas gostam de acentuar esses problemas para que a vítima não possa reagir
 
As pessoas tóxicas desencadeiam grandes sentimentos de culpa nas suas vítimas, a ponto de as mesmas não saberem o que fizeram de errado para serem assim tão maltratadas.
 
As pessoas tóxicas fazem chantagem, obrigam as vítimas a fazerem o que elas pretendem. Usam as mais variadas formas de manipulação e de condenação do outro para tirarem compensações.
 
As pessoas tóxicas não respeitam os outros de forma alguma, mas fazem de conta que são as únicas pessoas a respeitar.
 
As pessoas tóxicas mentem e enganam como forma de estar na vida. Destroem as suas vítimas com a pressão que exercem sobre elas.
 
Conviver com uma pessoa tóxica conduz à depressão e a sintomas de ansiedade.
 
Ninguém está condenado a ter de conviver com uma pessoa tóxica e, ainda menos a ter de pedir desculpa ou autorização para se afastar. Uma pessoa tóxica faz mal à saúde, ao bem-estar físico e emocional, bem como acarreta muitos dissabores e infelicidade. Qualquer um de nós tem de ter força para não permitir que este tipo de pessoas invadam a nossa privacidade e a nossa vida, por isso, a única solução é o afastamento.
 
Consegue-se esse afastamento consolidando a autoestima. Uma pessoa que se esforça diariamente para elevar a estima que tem por si mesma, não permite de forma alguma ser maltratada por ninguém.
 
Ao tomar consciência de si mesma, qualquer pessoa não vai permitir ter tóxicos à sua volt e será ela mesma a tomar a decisão de se afastar de quem a trata mal.
 
Quanto mais gostar de si, menos tempo e energia irá gastar com pessoas que não merecem a sua atenção e o seu valioso tempo.
 
Um truque sugerido pelo sítio A Mente é Maravilhosa é exercitar a atenção plena.
Trata-se de observar os seus pensamentos e sentimentos no momento e aceitá-los como eles são, sem julgamento.
 
O segredo é não permitir que os sentimentos negativos e de ansiedade tomem conta de si e dos seus momentos. Está a relaxar, está a pensar, de repente surge um pensamento negativo a seu respeito, não se permita alimentá-lo. Trave esse pensamento. Pense noutra coisa agradável a seu respeito. Não se avalie em demasia, pois isso só lhe irá acarretar sofrimento, mau-estar e baixa autoestima.
 
Aprenda diariamente a gostar de si, do que faz e a apreciar o que sente em relação a pessoas boas. Ao mesmo tempo estará a rejeitar as pessoas tóxicas e a tirar-lhes a importância. Acredite: quanto mais gostar de si mesmo, menos irá permitir usos e abusos de qualquer espécie.
 
A única forma de nos protegermos de pessoas tóxicas é gostarmos mais de nós do que delas. É aceitarmo-nos tal como somos, é encarar os erros como experiências para sermos e fazermos melhor e, superarmos o que passou. O passado é passado. O que importa é o que se aprendeu com uma determinada vivência e a utilidade que lhe podemos dar.
 
Cultive bons pensamentos a seu respeito. Cuide-se carinhosamente, julgue-se cada vez menos. Julgue menos os outros também. Quando não gosta da forma como alguém o trata, afaste-se pura e simplesmente. Nem precisa de dar uma justificação, pois quem comete o mau-trato nem merece uma satisfação. Liberte-se e seja melhor cada dia!
 
Fátima Fernandes
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86725)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36577)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(17199)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(13160)

Não podemos viver sem amor

(11641)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(10212)

A mentira: um mal necessário

(8778)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8582)

Idade não traduz maturidade

(8290)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7864)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7820)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(7052)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5343)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5333)

É Demissexual?

(5025)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4994)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4794)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4407)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4353)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4310)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(4307)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4154)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(4149)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4133)

A “ciência” do aperto de mão

(4103)

O poder das ervas aromáticas

(4085)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3939)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3899)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3833)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3790)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3776)

A família é a base do sucesso escolar

(3772)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3771)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3727)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3715)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3711)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3708)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3686)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3613)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3562)

O que muda na mulher aos 40?

(3560)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3523)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3429)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3336)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3309)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3283)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3273)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3249)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3236)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3234)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
António Miguel Pina responde a comunicado da União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta

António Miguel Pina responde a comunicado da União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 Réveillon de Faro ao som dos “Melomeno Rítmica” e dos DJs “Bubba Brothers”

Réveillon de Faro ao som dos “Melomeno Rítmica” e dos DJs “Bubba Brothers”

ver mais
 
Município de Loulé e ARS Algarve esclarecem utentes da Extensão de Saúde de Boliqueime

Município de Loulé e ARS Algarve esclarecem utentes da Extensão de Saúde de Boliqueime

ver mais
 
"Novo" Parque de Campismo da Praia de Faro já tem regulamento aprovado

"Novo" Parque de Campismo da Praia de Faro já tem regulamento aprovado

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio