Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 

Novo Posto Territorial da GNR de Quarteira é exemplo a seguir

Imprimir Partilhar por email
23-06-2019 - 00:35
O Subdestacamento Territorial da GNR de Quarteira que tem um efetivo de 35 militares, reúne agora condições que permitem aumentar, de forma significativa, a capacidade de apoio aos cidadãos na freguesia de Quarteira.
 
Foi este sábado inaugurado o novo Posto Territorial da GNR de Quarteira, através de uma cerimónia que contou com a presença do Ministro da Administração Interna - Eduardo Cabrita, do Comandante-Geral da Guarda Nacional Republicana - Tenente-General Luís Francisco Botelho Miguel, da Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna - Isabel Oneto, do Secretário de Estado das Pescas - José Apolinário, do Presidente da Câmara Municipal de Loulé - Vítor Aleixo, ainda do Presidente da Junta de Freguesia de Quarteira - Telmo Pinto, Presidente da Assembleia Municipal de Loulé - Adriano Pimpão, entre outros convidados.
 
O edifício do antigo Quartel de Bombeiros localizado junto ao Calçadão foi assim reconvertido para acolher o Quartel da GNR de Quarteira, num espaço com todas as condições para os militares que trabalham nesta cidade.
 
Um equipamento que vem contribuir para a melhoria da segurança de residentes e turistas, considerado um eixo fundamental para o executivo municipal.
 
Custeada na totalidade pela autarquia, a obra que significou um investimento que rondou 1 milhão de euros, teve o seu arranque nas comemorações do Dia da Cidade de Quarteira em maio de 2017.
 
O Presidente da autarquia de Loulé, referiu que a inauguração deste sábado «pôs fim a um longo tempo de regime precário relativamente às instalações onde antes estava instalada a GNR».
 
 
O autarca sublinhou que a obra, reflete aquilo que pode ser «uma relação profícua entre as autarquias locais e as instâncias centrais do Governo da República».
 
Recorde-se que sobre o mesmo modelo, (o Município inaugurou ainda há menos de 1 ano, o Posto da GNR de Salir), decorrem melhorias no Posto da GNR de Loulé, a inauguração para breve do Quartel da GNR em Almancil, as instalações da Proteção Civil (Centro Distrital de Operações de Socorro) a inaugurar em Loulé e ainda a Base de Apoio Logístico em Quarteira, o que perfaz um investimento global de 5,2 milhões de euros, sendo 2,5 milhões para a GNR e 2,7 para a Proteção Civil.
 
Vítor Aleixo disse tratar-se «de um grande investimento público suportado em parceria pelo Orçamento Geral de Estado, pelo Orçamento Municipal e por Fundos Comunitários, pelo que esta colaboração entre o Município de Loulé e o Ministério da Administração Interna, prevê ainda para os próximos 3 anos, que a GNR tenha instalações condignas para o seu Comando Distrital em Loulé».
 
O edil reforçou que a segurança de proximidade é no Município de Loulé, um desígnio que tem vindo a desenvolver-se através do Contrato Local de Segurança, numa parceria entre a AMAL e o Ministério da Administração Interna, «estamos a falar de um instrumento de trabalho que coloca em prática a cooperação institucional à escala local, promovendo a interação com a comunidade e a administração central as autarquias e os parceiros locais».
 
Sendo o Algarve um reconhecido destino turístico europeu, o responsável salientou que a segurança é um factor importante para continuar a contribuir para que a região seja um destino seguro, apelando ao Ministro Eduardo Cabrita «que seria útil na medida das possibilidades do Governo, que se possa aumentar o número de efetivos na região».
 
O Ministro da Administração Interna, realçou que «a segurança é hoje um valor fundamental da afirmação da identidade portuguesa».
 
O Governante reafirmou que o nosso país é um dos mais seguros do mundo, «numa confiança rara entre as populações e as forças de segurança, como indicou um estudo de opinião pública que qualificou as forças de segurança como servidores do Estado em que as populações mais confiam».
 
 
O Ministro reconheceu que o Algarve, ao ser a maior região turística portuguesa, não será descurada pelo Governo no que toca à questão da segurança, «sabemos que o turismo está intimamente ligado à imagem de segurança, e por isso é tão importante que o Global Piece Index, tenha indicado Portugal, nesta matéria, como um percurso de sucesso. Em 2014, Portugal era o 18º país mais seguro do mundo, mas com políticas sustentadas de crescimento económico de coesão social e de investimento acrescido, para além da dedicação de todos os elementos das forças de segurança, permitiram-nos passar em 5 anos do 18º para o 3º país mais pacífico do mundo».
 
Eduardo Cabrita realçou também a parceria com a Câmara Municipal de Loulé, que contribuiu «decisivamente», para a realização do investimento do novo Posto da GNR de Quarteira.
 
Na mesma comunicação sublinhou que o Algarve é a única região do país, que tem Contratos Locais de Segurança, com todos os 16 municípios, correspondendo à visão regional da resposta de segurança, sendo para a GNR uma prioridade a prevenção de incêndios rurais, com estruturas quer na zona norte do concelho de Loulé quer em Cachopo, com unidades de ataque inicial e de ataque estendido.
 
A GNR que tem no Algarve cerca de 1500 militares, assistirá neste Verão ao reforço de efetivos, com meios afetos ao programa “Algarve Seguro”, através de várias valências, na prevenção de risco florestal, segurança rodoviária, investigação criminal, patrulhamento, controlo costeiro em articulação com as autoridades espanholas, assim como na realização de patrulhas conjuntas com a presença de forças especiais de Espanha, França e Itália que irão ajudar e prestar apoio a turistas oriundos desses países. 
 
Eduardo Cabrita anunciou também que para os próximos 3 anos, - em conformidade com os Municípios algarvios - serão investidos cerca de 15 milhões de euros, na área da segurança na região, entre a PSP, GNR e SEF.
 
O Comandante-Geral da GNR, Tenente-General Luís Francisco Botelho Miguel, agradeceu quer ao Ministro da Administração Interna, quer ao Presidente da Câmara Municipal de Loulé, por unirem esforços que irão dotar os militares da Guarda de melhores condições de trabalho, sendo «um multiplicador dos serviços prestados pelos nossos militares, em prol da segurança e do bem-estar de todos, representando um significativo avanço na qualidade de atendimento ao cidadão, mas também nas renovadas condições de trabalho, para o esforço diário dos nossos militares, sinónimo de reconhecimento e incentivo para fazer mais e melhor».
 
 
O Tenente-General especificou que os pilares da ação da GNR na Freguesia de Quarteira assentam na aproximação às populações, em especial às mais vulneráveis, onde se destaca o apoio social aos sem-abrigo e o acompanhamento da comunidade escolar, bem como a permanente colaboração ao nível da gestão da circulação rodoviária no centro da cidade, do policiamento aos vários mercados de Quarteira e zonas de veraneio, «numa clara demonstração que só com abordagens multidisciplinares e integradas se consegue fazer face aos problemas de hoje, preparando a resposta adequada para os desafios de amanhã».
 
               
 
 
COMENTÁRIOS
 
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Unidade de AVC do CHUA recebe prémio internacional

Unidade de AVC do CHUA recebe prémio internacional

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Marina de Vilamoura é a "Marina Internacional do Ano"

Marina de Vilamoura é a "Marina Internacional do Ano"

ver mais
 
Faro solidário com o “Setembro Dourado”

Faro solidário com o “Setembro Dourado”

ver mais
 
ICNF e GNR detetam 190 infrações no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

ICNF e GNR detetam 190 infrações no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio