Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
O fingimento é uma arte que nos conduz à infelicidade
Imprimir Partilhar por email
Viver sem máscaras é uma das maiores liberdades que podemos sentir. Saber quem realmente somos, o que sentimos e estarmos prontos para aproveitar a vida, as situações e as relações é uma conquista de todos quantos se negam viver numa farsa; numa atitude fingida perante a vida.
 
Pode entender-se o fingimento como uma forma de cobardia de quem não se assume tal como é e acaba por entrar num disfarce para enganar os outros. Na realidade, estas pessoas só se enganam a si mesmas, já que os demais, mais cedo ou mais tarde, acabam por perceber a dimensão das suas mentiras. Depois, uma pessoa que se habitua a fingir, chega a um ponto em que já não sabe quem é, e o que sente. Já não consegue dizer a si mesma aquilo que se passa e o que gostaria de ser e de fazer, ainda assim, podemos afirmar que, há muita gente a viver nesses moldes. Há muita gente a imitar os outros para se sentir como eles, para fazer de conta que são abonados e acabam por ostentar aquilo que não possuem, vivendo muitas vezes vidas miseráveis e infelizes. A mentira é um vício tal como qualquer outro. A pessoa que se habitua a fingir, a usar um disfarce para se esconder, tem muita dificuldade em se assumir tal como é porque não gosta de si, razão pela qual disfarça e vive nessa imagem que criou.
 
Referindo-se à fé, o Papa Francisco já criticou publicamente esta forma de estar na vida, sobretudo porque os cristãos se assumem como tal, mas depois não praticam esses valores. O órgão máxima da igreja disse inclusive que, muitos cristãos dizem cumprir esses valores e princípios, mas continuam presos á corrupção e à vida de mentira.
 
Dentro e fora da religião, seja em que grupo humano for, há sempre gente que se passa por aquilo que não é e que acaba por andar sempre com medo de ser desmascarado. Chega a um ponto em que são tantas as mentiras e o fingimento que não encontra o lado da verdade: a sua verdade interior, aquilo em que acredita e, o ciclo repete-se em tudo, pois uma vez criado um cenário desses, a mentira passa a ser a base de todas as relações, sob pena de alguém descobrir a farsa.
 
Viver de consciência tranquila é exatamente o oposto disso. É assumir-se tal como é, mesmo correndo o risco de muitas pessoas não gostarem de nós. Se pensarmos bem, os fingidos também não são adorados por muitos, mas fazem de conta que sim. Se repararmos bem, qual é o benefício de entrar numa vida de mentira e de fingimento… o que se ganha com isso? O prestígio é fugaz, o medo é constante, a insegurança e a instabilidade passam a fazer parte do quotidiano, as relações interpessoais caem em descrédito, o amor não existe e não faz sentido pelo que, chega a um ponto em que ninguém acredita num mentiroso… vale a pena esse viver?
 
Costumo dizer que a vida se quer simples e orientada para o que somos para que dela possamos tirar partido, por isso, é importante respeitarmos o nosso eu interior, os nossos desejos, os nossos sentimentos e assumir que se gosta, que se quer e o que se faz, é um ponto a favor dessa liberdade, bem-estar e felicidade.
 
A vida é demasiado curta para termos de inventar personagens para nos relacionarmos com os outros. É também muito breve para que omitamos aquilo que somos. Na realidade, o maior desejo do ser humano é ser aceite tal como é e poder assumir-se com todas as suas características. É para isso que vivemos, que lutamos, que estudamos, que trabalhamos. Todos queremos mostrar o nosso valor e possuir a necessária autoestima para podermos realizar os nossos sonhos e projetos e, isso consegue-se com verdade, sem máscaras ou fingimento!
 
Fátima Fernandes
 
COMENTÁRIOS
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(86613)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(36452)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(16598)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(12989)

Não podemos viver sem amor

(11552)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(10001)

A mentira: um mal necessário

(8676)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(8477)

Idade não traduz maturidade

(8093)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(7772)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(7738)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(6837)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5237)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(5167)

É Demissexual?

(4949)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(4926)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(4723)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(4333)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4249)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4229)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(4153)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(4072)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4070)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4046)

O poder das ervas aromáticas

(3987)

A “ciência” do aperto de mão

(3928)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(3834)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(3806)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(3743)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(3718)

A família é a base do sucesso escolar

(3689)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(3688)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(3675)

Descubra “o poder curativo” da praia

(3661)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(3644)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(3639)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(3631)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(3600)

Oito “segredos” para ser bom pai

(3540)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(3494)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(3448)

O que muda na mulher aos 40?

(3445)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3360)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3279)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3246)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(3211)

A inveja: um ponto contra a auto-estima

(3180)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3163)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3141)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3139)
PUB
 
MAIS LIDA ONTEM
Frio e chuva chegam ao Algarve a partir de quinta-feira

Frio e chuva chegam ao Algarve a partir de quinta-feira

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Biblioteca Municipal de Silves apresenta workshop de fotografia para jovens

Biblioteca Municipal de Silves apresenta workshop de fotografia para jovens

ver mais
 
Cresc Algarve 2020 disponibiliza apoio para sistemas de teleassistência que visem proteger vítimas de violência doméstica

Cresc Algarve 2020 disponibiliza apoio para sistemas de teleassistência que visem proteger vítimas de violência doméstica

ver mais
 
Executivo de São Brás de Alportel aprova moção que defende a construção de novas barragens no Algarve

Executivo de São Brás de Alportel aprova moção que defende a construção de novas barragens no Algarve

ver mais
 
 
 
 
Allô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Fichas de Leitura» Desporto» Click Saúde
» Economia» Figuras da nossa Terra» Política» CX de Correio