Periodicidade: Diária | siga-nos | seja fã
PUB
 
O que os dedos dizem sobre a personalidade
Imprimir Partilhar por email
A velha expressão “Vá pelos seus dedos”, não é assim tão inocente como pode parecer, isto porque na realidade, os dedos dizem muito acerca da personalidade do ser humano.
 
Tendo por base alguns resumos de trabalhos de investigação levados a cabo nos últimos anos, “as mãos são muito mais que as linhas, a forma e as interpretações que lhes têm sido atribuídas, já que, não menos interessante é o significado de cada dedo na leitura do que cada um pode escolher para a sua vida”.
 
Na posição de Kay Packard, diretora da American Academy of Hand Analysis (Academia Americana de Análise das Mãos, em tradução livre), “há muita coisa que as nossas mãos podem dizer sobre nós mesmos”. 
 
Se a quiromancia já reflete um significado acerca das linhas das mãos, no que se refere à saúde, ao bem-estar e às escolhas que podemos fazer, no que se refere aos dedos, muitos outros segredos há por desvendar, isto porque, uma análise atenta de cada mão, pode indicar particularidades interessantes acerca da personalidade de cada indivíduo.
 
De acordo com as pesquisas da sua organização, esta especialista afirma que, “cada dedo da mão tem um papel na nossa personalidade e, consequentemente nas escolhas que fazemos”. 
 
Faça este pequeno exercício e descubra potencialidades e até justificações para as suas escolhas ao longo da vida.
 
É importante começar pela mão dominante, já que faz alguma diferença entre a mão esquerda e a direita para compreender a força de cada pessoa em determinados aspetos.
 
Os especialistas afirmam que a lateralidade está diretamente relacionada com o pensamento mais ou menos emotivo, sendo que, a mão esquerda parece estar mais ligada ao plano do coração e dos afetos do que a direita.
 
A mão e os dedos da mão dominante refletem aspetos relacionados a qualidades pessoais e profissionais, enquanto que a outra mão fala sobre a sua conduta em casa e sobre as suas relações interpessoais.
 
Seguidamente, é essencial determinar quais os dedos fortes e quais os dedos fracos, uma vez que, cada sujeito tem dedos fortes e fracos e utiliza-os em função dessa maior ou menor facilidade.
 
Interessa reter que, quanto mais fortes os dedos, mais fortes os traços da sua personalidade. Se um dedo é torto, se apresenta alguma curvatura ou não pode realizar determinada terefa, isso quer dizer que se trata de um dedo fraco. Um dedo reto e longo é naturalmente um dedo forte.
 
O polegar da mão dominante indica um forte desejo em alcançar sucesso profissional. Se analisarmos a outra mão, o mesmo dedo pode traduzir uma boa capacidade para gerir as questões do lar.
 
O indicador simboliza interesse pelo poder e pela influência, além de força e perspicácia.
 
No que se refere ao dedo médio, há que dizer que este representa eficiência, segurança, crescimento, sabedoria e elevado sentido de responsabilidade.
 
O anelar está associado à criatividade e aos amores, já que é o dedo utilizado para os anéis; o valor da relação que se estabelece com outra pessoa. A aliança representa precisamente um laço forte que se estabeleceu com alguém.
 
O mais pequeno não é o menos importante, já que, o mindinho está ligado a habilidades comunicativas e à maior ou menor facilidade com que nos ligamos aos outros e ao mundo.
 
A mesma organização americana demonstrou nos seus estudos que, a combinação dos dedos polegar e indicador fortes na mão dominante permite afirmar que se trata de uma personalidade marcada pela eficiência, responsabilidade e por uma pessoa muito profissional.
 
Um indivíduo que tenha esta combinação é, por norma, eficiente, responsável e profissional, assumindo a particularidade de não procurar satisfazer unicamente as suas próprias ambições. Essa capacidade de aliar o saber ao valor humano é um marco importante para este tipo de personalidade.
 
Agora “vamos” à ponta dos dedos verificar a forma que mais se encaixa com aquilo que a sua personalidade desvenda.
 
A forma redonda indica desejo de estar em harmonia com o mundo e medo de não ser aceite.
 
A forma quadrada e achatada indica perfecionismo e reflete uma atitude negativa em relação à incerteza.
 
A forma achatada mostra ainda gosto pela originalidade e alguma dificuldade em lidar com a rotina.
 
A forma angulada indica um maior interesse pelo oculto e uma maior ligação ao mundo espiritual. Estas pessoas são particularmente sensíveis e pouco dadas ao mundo material por si só.
 
A distância entre os dedos também é um ponto interessante de análise, uma vez que, mais curiosidades se escondem num simples intervalo entre os dois últimos dedos da mão dominante.
 
Coloque então a mão sobre uma superfície plana ou deixe-a numa posição horizontal cómoda.
 
Se os seus dedos estão bem separados, o mais provável é que se trate de uma pessoa independente e mais disponível para descobrir algo novo.
 
Se os seus dedos estão próximos uns dos outros, assuma-se como uma pessoa cautelosa, cuidadosa que tem uma maior predisposição para a introspeção.
 
As pessoas mais difíceis de se deixarem influenciar pelos outros, apresentam os dedos médio e anelar muito separados. Se esses dedos estão próximos, existe em si uma maior tendência para corresponder às expetativas dos outros, além de seguir as normas sociais sem qualquer hesitação.
 
A distância entre o dedo mindinho e o anelar refere também algumas curiosidades.
 
Se for grande a distância entre estes dois dedos, isso quer dizer que, a pessoa em causa evita conversas mais profundas e íntimas.
 
Se a distância é normal (compare com a mão de um amigo), talvez você seja um pensador independente com um espírito aventureiro.
 
“Entendido o significado de cada dedo, certamente que, viverá muito mais tranquilo com as suas opções e modo de lidar com os outros e com as mais variadas situações”, quem o afirma é Kay Packard.
 
Fátima Fernandes
 
 
50 dicas mais lidas

Educação: o que não se deve (de forma alguma) fazer a uma criança

(88019)

Pais são responsáveis pelo mau comportamento dos filhos

(37633)

Há pessoas que (só) falam mal dos outros. Saiba porquê.

(21320)

Sabe o que é Síndrome de Húbris? É a doença do poder!

(15202)

Não podemos viver sem amor

(12352)

O que se esconde atrás da traição feminina?

(11538)

A mentira: um mal necessário

(9682)

Idade não traduz maturidade

(9509)

As pessoas tristes são as mais egoístas!

(9463)

“Bom português”:sabe como/quando utilizar ás, às e hás?

(8953)

Afinal, há sexo no local de trabalho! – estudo mostra realidade desconhecida

(8688)

Educação: orientar as crianças para a maturidade emocional

(8665)

Os principais erros que os pais cometem com os filhos adolescentes

(7349)

Ignorância: a maior doença da Humanidade

(6362)

Afinal, os amigos não são para sempre!

(6042)

Vamos ler os rótulos dos alimentos?

(5800)

É Demissexual?

(5616)

Mulheres só descobriram prazer sexual na década de 80

(5531)

“Bom português”: sabe utilizar a vírgula?

(5432)

“Os pais não são ‘os amigos’ dos filhos”

(5417)

A “ciência” do aperto de mão

(5275)

Abraços melhoram a memória e o bem-estar físico

(5044)

Casais juntos 24 horas por dia – mais risco de desgaste?

(4957)

Violência doméstica: a família tem de re(agir)

(4919)

O poder das ervas aromáticas

(4889)

Vamos fazer a leitura dos pés?

(4836)

Amor:Como ultrapassar a “crise dos 7 anos”?

(4830)

Os filhos precisam de mais tempo dos pais!

(4720)

Rejeição dos pais deixa marcas para a vida

(4636)

Há cada vez mais pais com medo dos filhos. Porquê?

(4582)

“Ou mudamos a educação ou o mundo vai afundar” – Claudio Naranjo

(4556)

A família é a base do sucesso escolar

(4508)

Escola: o que não se deve dizer/fazer aos filhos

(4400)

O que muda na mulher aos 40?

(4375)

Beleza não é sinónimo de felicidade - estudo

(4373)

Oito “segredos” para ser bom pai

(4346)

Descubra “o poder curativo” da praia

(4300)

Portugal: o país onde as crianças são “únicas e especiais”

(4293)

Ansiedade: o problema psiquiátrico da atualidade

(4270)

Descubra os “segredos” das pessoas mais felizes do mundo

(4234)

“Ser fixe” na adolescência é sinal de alerta para o futuro

(4155)

Desenho: uma forma de expressão essencial ao desenvolvimento

(4111)

“Crianças que não brincam, ficam doentes” – Mário Cordeiro

(4071)

Pais inseguros “desenvolvem” filhos instáveis

(3992)

“Discussões fazem mal à saúde”

(3968)

Como estimular a inteligência nos bebés

(3904)

Falta de empatia: a maior doença da humanidade

(3899)

Está a preparar o seu filho para o mundo?

(3859)

A mudança interior aumenta a esperança de vida

(3844)

O que uma criança deve saber aos 4 anos de idade?

(3824)
PUB
 
MAIS LIDA AGORA
Covid.19:Novos casos são de Lagos e Portimão (contagem por concelho)

Covid.19:Novos casos são de Lagos e Portimão (contagem por concelho)

ver mais
 
 
  
PUB
  
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
PSD Loulé exige demissão da vereadora do urbanismo

PSD Loulé exige demissão da vereadora do urbanismo

ver mais
 
Alexandra Gonçalves é madrinha da candidatura da Festa da Pinha nas 7 Maravilhas da Cultura Popular

Alexandra Gonçalves é madrinha da candidatura da Festa da Pinha nas 7 Maravilhas da Cultura Popular

ver mais
 
Air France com nova rota entre Faro e Paris Charles de Gaulle

Air France com nova rota entre Faro e Paris Charles de Gaulle

ver mais
 
 
 
 
Alô Pizza Escola de Condução C.C.S Loja das Taças Restaurante Os Arcos
» Sociedade» Click Saúde» Desporto» Economia
» Política» Figuras da nossa Terra» Fichas de Leitura» CX de Correio